VENDA DO SETOR DE FERTILIZANTES RENDE US$ 2,5 BILHÕES PARA A VALE

//VENDA DO SETOR DE FERTILIZANTES RENDE US$ 2,5 BILHÕES PARA A VALE

A Vale informou na segunda-feira (19) que concluiu negociações com a americana Mosaic para a venda de seus ativos de fertilizantes. “O negócio renderá US$ 2,5 bilhões, sendo que metade do valor será pago em ações da própria Mosaic. A Vale manterá apenas ativos de fosfatados localizadas em Cubatão. Todos os outros negócios de fertilizantes, incluindo o projeto de potássio Carnalita, em Sergipe, e atividades no exterior, foram vendidos. A Mosaic avalia ainda se ficará com o projeto Rio Colorado, na Argentina, suspenso pela Vale em 2013. De acordo com a mineradora, após a conclusão da operação, a Vale terá 11% das ações da Mosaic e direito de indicar dois membros do conselho de administração da companhia. As ações não poderão ser vendidas em um prazo de dois anos. Depois disso, a Vale poderá se desfazer da participação. Em vídeo distribuído pela Vale, o presidente da companhia, Murilo Ferreira, diz que a associação com a Mosaic é importante porque a mineradora brasileira nunca descobriu grandes reservas de minerais usados para a fabricação de fertilizantes, mas tem estrutura logística para movimentar os produtos no Brasil”, destaca reportagem publicada pela Folha de S.Paulo.

Mosaic passa a produzir no Brasil

Com a aquisição do negócio de fertilizantes da mineradora Vale por US$ 2,5 bilhões, a multinacional americana Mosaic passará a ter produção no Brasil. Conforme destaca reportagem do Valor Econômico, nesta terça-feira (20), até então, a companhia tinha só a distribuição do insumo no país e a produção estava concentrada nos EUA e no Canadá. “Ao Valor, o diretor de cadeia de suprimentos da Mosaic, Eduardo Monteiro, disse que hoje o Brasil representa um mercado consumidor de 5,6 milhões de toneladas de fertilizantes para a empresa. Com a aquisição, a capacidade de produção da Mosaic terá um incremento de 4,8 milhões de toneladas de fósforo e de 600 mil toneladas de potássio”, diz a reportagem. “Com a aquisição, o Brasil se torna o principal mercado consumidor dos produtos produzidos pela Mosaic ao redor do mundo”, afirmou Monteiro. “Para o CEO global da Mosaic, Joc O’Rourke, o Brasil é o país mais promissor para a agricultura mundial, e a compra dos ativos da Vale se encaixa perfeitamente na estratégia de crescimento da americana no segmento de fosfato e potássio”, ressalta também a reportagem do Valor.

Aumento na safra de cana-de-açúcar

A produção de cana-de-açúcar deverá aumentar 4,4% e chegar a 694,54 milhões de toneladas na Safra 2016/2017, de acordo com o terceiro levantamento divulgado nesta terça-feira (20) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Na safra anterior foram colhidas 665,59 milhões de toneladas. A área plantada também está maior, sendo estimada em 9,1 milhões hectares, 5,3% a mais do que na Safra 2015/16, que foi de 8,6 milhões de hectares. “A maior rentabilidade proporcionada pelo açúcar irá repercutir em aumento de 18,9% na produção, devendo alcançar 39,8 milhões de toneladas, enquanto a produção de etanol deve recuar 8,5%, ficando em 27,9 bilhões de litros. No caso do etanol anidro, utilizado na mistura com a gasolina, a produção deverá aumentar 1,5%, alcançando 11,4 bilhões de litros, impulsionado pelo aumento do consumo de gasolina em detrimento do etanol hidratado. Na safra anterior, foram 11,2 bilhões de litros. O etanol hidratado deverá atingir 6,5 bilhões de litros, com redução de 14,3% ou de 2,8 bilhões de litros, na comparação com a última safra, que chegou a 19,2 bilhões de litros. A redução é explicada pela queda de consumo do combustível”, afirma a publicação no site do Ministério da Agricultura.

NA IMPRENSA

Ministério da Agricultura – Safra de cana-de-açúcar deve aumentar 4,4% –http://ow.ly/17k0307jfV6

Embrapa – Profissionais visitam o Chile para conhecer experiência com produção de sementes de hortaliças – http://ow.ly/JSia307jeru

Embrapa – Área do convênio Embrapa-Irga recebe visita de alunos do Educa Brasil – http://ow.ly/HcaJ307jeue

Embrapa – Estudos avaliam controle biológico de praga de citros –http://ow.ly/fD6b307jewL

Embrapa – Estudo analisa movimentos de massa e enchentes em cidades –http://ow.ly/MmPa307jezb

Secretaria de Aviação Civil – Secretaria de Aviação vai ao Paraná discutir “risco baloeiro” – http://ow.ly/OrWi307jfZL

Aquiagora.net – Projeto que obriga uso exclusivo de alimentos orgânicos na merenda escolar é aprovado em Marechal Cândido Rondon –http://ow.ly/RAwB307jhJf

Folha de S.Paulo – Vale vende ativos de fertilizantes para Mosaic por US$ 2,5 bilhões – http://ow.ly/hWVI307iFTd

Folha de S.Paulo – Vaivém das Commodities – Área de milho vai a 11 mi de hectares na safrinha – http://ow.ly/QElH307iG5e

Zero Hora – Campo Aberto – Alternativa a fechamento de frigorífico –http://ow.ly/ed8I307iMXh

O Globo – Aeroportos privatizados terão ajuda do governo para pagar dívidas –http://ow.ly/9tpO307iR3V

Valor Econômico – Rumo prevê crescimento de volumes agrícolas em 2017 –http://ow.ly/jR1S307iTko

Valor Econômico – Latam prevê margem operacional positiva –http://ow.ly/gNB1307iTor

Valor Econômico – É hora de o mercado doméstico reagir –http://ow.ly/kGfl307iUmd

Valor Econômico – Mosaic adquire área de fertilizantes da Vale –http://ow.ly/ZaHM307iUwI

Valor Econômico – Com Nova Fronteira, moagem da São Martinho deve avançar – http://ow.ly/n1VX307iUEO

Valor Econômico – Commodities Agrícolas – http://ow.ly/hyS3307iUrR

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.