VENDA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS DEVERÁ SUBIR 3,7% ESTE ANO

//VENDA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS DEVERÁ SUBIR 3,7% ESTE ANO
A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores prevê alta de 3,7% das vendas de máquinas agrícolas e rodoviárias no mercado doméstico neste ano. Se a projeção se confirmar, o número chegará a 46 mil unidades. As vendas somaram 44,4 mil máquinas em 2017, 1,5% a mais que em 2016, mas 4,9% aquém da projeção inicial de 46,7 mil unidades. É o que afirma o Valor Econômico. A retração de 20,8% das vendas de colhedoras de cana em 2017 foi um dos motivos para o crescimento inferior ao projetado inicialmente. Também houve retração de 5,3% nas vendas de retroescavadeiras. No sentido oposto, as vendas de tratores de rodas subiram 2,7% e as de colheitadeiras, 0,9%. A Anfavea projeta que o Brasil venderá ao exterior 15,5 mil unidades em 2018, quase 10% mais que as 14,1 mil unidades de 2017, quando as vendas subiram 34,6%. Com relação à produção do setor, a Anfavea prevê crescimento de 11,8%, para 61,5 mil unidades em 2018.

Doença ataca lavouras de café conilon no Espírito Santo

Em Jaguaré, no Espírito Santo, uma doença atingiu 15% dos 42 hectares de uma lavoura, um prejuízo que tem deixado produtores de café conilon preocupados. De acordo com o agrônomo e pesquisador da Fundação Procafé, José Matiello, a origem da doença ainda não é conhecida e o fungo não foi identificado por enquanto. Conforme o Globo Rural, apresentado domingo (7), para evitar a doença, é necessário usar um inseticida e desinfetar os equipamentos usados para o corte da planta e do próprio pé. “O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural estuda a doença. O agrônomo José Aires Ventura explica que amostras das plantas foram coletadas e estão sendo analisadas para tentar identificar o fungo causador”, frisou parte da notícia.

Desembolsos para crédito rural tiveram alta de 14%

O clima favorável à produção de grãos na atual safra, a 2017/18, estimulou os produtores rurais a tomarem mais financiamentos para investir em suas lavouras. Entre julho e dezembro de 2016, as contratações de crédito para investimento junto aos bancos somaram R$ 20,7 bilhões, alta de 21,7% sobre o mesmo período da safra 2016/17, conforme dados do Banco Central. Em outra frente, os contratos para custeio continuaram crescendo nos seis primeiros meses do ciclo 2017/18. O Valor Econômico ressalta que no geral, as contratações totais de crédito rural continuaram em ritmo forte, num cenário favorável de juros baixos, e somaram R$ 92,5 bilhões na primeira metade da safra 2017/18. O montante é 14,2% superior ao de igual intervalo do ciclo anterior, o 2016/17.

Ano inicia com expectativa do reconhecimento pela OIE de país livre de aftosa com vacinação

Em maio deste ano, durante a reunião anual da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), em Paris, a entidade anunciará o Brasil como país livre da febre aftosa com vacinação. O portal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento enfatiza que certificação oficial pela OIE de que todo o território nacional é livre da doença com vacinação, contribuirá para ampliar e abrir novos mercados internacionais às carnes brasileiras. O reconhecimento pela OIE consolidará o processo de reconhecimento feito pelo Mapa. “Durante o V Encontro Nacional de Defesa Sanitária Animal, no Pará, em dezembro, o ministro Blairo Maggi, falou do “coroamento de 60 anos de trabalho para o Brasil ser livre de aftosa com vacinação”. Estratégia importante em relação ao enfrentamento da doença em curso é a execução do Plano Estratégico do PNEFA 2017-2026, com o objetivo de criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da febre aftosa com vacinação e ampliar as zonas livres da doença”, destaca a publicação.

NA IMPRENSA
Mapa – Ano inicia com expectativa do reconhecimento pela OIE de país livre de aftosa com vacinação

MMA – Aberta consulta pública sobre áreas úmidas

Folha de S.Paulo – Marcos Sawaya Jank – O que esperar do agro em 2018 e além

G1 – Embrapa traz manual que ajuda na criação de rã

G1 – Chuvas devem ajudar agricultores no Piauí a garantirem próxima safra

G1 – Produção de soja no Paraná espera boa safra após problemas no plantio

G1 – Doença ataca lavouras de café conilon no Espírito Santo

O Estado de S.Paulo – Banco do Brasil irá focar em melhorar atendimento e aumentar ganhos

o Estado de S.Paulo – Tendências para 2018 em startups no Brasil

Valor Econômico – Abrafrigo: Receita com exportações de carne bovina cresceu 14% em 2017 

Valor Econômico – Exportações globais de café caíram 9,2% em novembro de 2017, diz OIC 

Valor Econômico – Com arrendamentos, receita do Frigol crescerá 60% 

Valor Econômico – Venda de máquinas agrícolas deverá subir 3,7% este ano 

Valor Econômico – R$ 7 bilhões em comida jogados no lixo

Valor Econômico – “Tinder dos alimentos” incentiva doação por parte de pequenos estabelecimentos 

Valor Econômico – Desembolsos para crédito rural tiveram alta de 14% 

Valor Econômico – Um ‘app’ contra o desperdício 

Valor Econômico – Commodities Agrícolas

Zero Hora – Falta de recursos reduz número de feiras da temporada de ovinos

Zero Hora – Redução de taxa do Fundovinos está há mais de u ano na fila de espera

Zero Hora – Mão de obra para melancia é trazida do Centro-Oeste

Zero Hora – Melancias do RS refrescam mercado brasileiro no verão

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.