TERCEIRA GERAÇÃO DE SOJA TRANSGÊNICA DA MONSANTO DEVE CHEGAR AO MERCADO BRASILEIRO EM 2020

//TERCEIRA GERAÇÃO DE SOJA TRANSGÊNICA DA MONSANTO DEVE CHEGAR AO MERCADO BRASILEIRO EM 2020

A coluna Campo Aberto, no jornal Zero Hora desta segunda-feira (19), destaca que a Monsanto prepara a terceira geração de soja transgênica. A nova tecnologia, ainda sem nome, promete maior controle de lagartas e resistência a mais um herbicida, o dicamba – além do tradicional glifosato. “A previsão de lançamento comercial é para 2020, mas isso vai depender da avaliação de agências regulatórias no país”, declarou ao jornal o presidente da Monsanto na América do Sul, Rodrigo dos Santos. “No último dia 8, a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou a liberação comercial de um dos eventos da nova semente de soja desenvolvida pela Monsanto no Brasil. Como a tecnologia envolve mais de um evento, ainda serão necessárias outras liberações comerciais do órgão. Em entrevista à coluna, o executivo explicou que a terceira geração transgênica, antecedida pela RR1 e Intacta RR2, terá como principal diferencial o controle a plantas daninhas que criaram algum tipo de resistência ao glifosato – herbicida mais usado no mundo”, destaca a publicação.

Governo prepara incentivo a biocombustíveis

A edição de sábado (17) do jornal O Estado de S.Paulo destaca que as ações do Brasil para cumprir as metas climáticas acertadas na COP 21, realizada no ano passado em Paris, começam a tomar forma. “O País se comprometeu a cortar em 43% as emissões de gases do efeito estufa (GEEs) até 2030, tendo como base as emissões de 2005. Uma das propostas envolve biocombustíveis, principalmente o etanol, e deve integrar o RenovaBio, programa do governo federal lançado esta semana que pretende impulsionar a produção de combustíveis não fósseis. A ideia é fixar um limite para o lançamento de poluentes na atmosfera e, a partir daí, aumentar o uso de fontes renováveis para que o teto de emissões, calculadas em toneladas de gás carbônico equivalente, seja respeitado”, afirma a publicação. Conforme a reportagem, o RenovaBio, que ainda está em fase de elaboração, é um programa do governo federal que tem como horizonte o ano de 2030. “Entre as premissas do projeto está a definição do papel dos biocombustíveis na matriz energética e das regras de comercialização desses produtos, além do apelo à sustentabilidade ambiental e ao desenvolvimento de novas tecnologias renováveis. O RenovaBio receberá propostas até o fim do ano, vai para consulta pública no primeiro trimestre de 2017 e deverá ser encaminhado como projeto de lei entre 2017 e 2018”, afirma a reportagem.

Regras mais rígidas para importar sementes e mudas

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou a Instrução Normativa nº 52, fixando exigências fitossanitárias para importação de qualquer produto vegetal ou parte dele, destinado à pesquisa científica e à experimentação agrícola. Conforme a publicação no site do ministério, nesta segunda-feira (19), uma das exigências é que o importador deverá estar vinculado a uma instituição ou empresa com atuação comprovada nessas atividades. “De acordo com o diretor do Departamento de Sanidade Vegetal do ministério, Marcus Vinícius Segurado Coelho, a nova regra também define melhor as categorias de produtos que realmente estão sujeitos à aprovação pelo Mapa. A norma detalha ainda os critérios e meios para obtenção da permissão de importação. O diretor do departamento destacou ainda que os novos procedimentos tornarão também mais previsíveis os prazos para obtenção das permissões de importação, condição importante para pesquisadores e acadêmicos. Assim como na regra anterior, os produtos cobertos pela norma estarão sujeitos a procedimentos específicos de quarentena vegetal antes da sua liberação”, diz o texto.

NA IMPRENSA

Mapa – Regras ficam mais rígidas para importar sementes e mudas –http://ow.ly/L6Gf307h1aM

Mapa – Maggi recebe do governo do Paraná a Ordem Estadual do Pinheiro –http://ow.ly/mga7307h18N

MMA – Conama tem novos conselheiros eleitos – http://ow.ly/6Ux2307h16g

Secretaria de Aviação Civil – Secretaria abre inscrições para curso básico de manutenção aeroportuária – http://ow.ly/1M8S307h11j

Embrapa – Delegação americana ligada à cadeia do etanol visita a Embrapa –http://ow.ly/msj9307h0W7

Embrapa – Aprosoja e Embrapa realizam rodada técnica sobre manejo integrado de pragas e doenças – http://ow.ly/w59h307h0Tf

Defesanet – São José quer resgatar empresas aeronáuticas perdidas por falta de infraestrutura – http://ow.ly/xmsL307h0Mt

Successfull Farming – O sonho da pulverização de precisão se tornou realidade – http://ow.ly/TYet307h0sT

Florestanet – Decreto que beneficiava aplicação de agrotóxico é suspenso após ação do MPE – http://ow.ly/b42H307h0Co

O Cafezinho – A potência agrícola é uma colônia – http://ow.ly/QP0U307h0Fc

Instituto Humanitas Unisinos – Lei que permite pulverização de inseticida em áreas urbanas causa polêmica – http://ow.ly/twxo307h0J3

Zero Hora – Campo Aberto – Monsanto prepara terceira geração de soja transgênica – http://ow.ly/L7Ou307g7n4

Folha de S.Paulo – Brasil vai abrir processo contra Canadá por subsídios à Bombardier – http://ow.ly/TXnD307gtz0

O Estado de S.Paulo – Governo prepara incentivo para biocombustíveis –http://ow.ly/N3HZ307gilP

O Estado de S.Paulo – Zander Navarro – O fim da agricultura –http://ow.ly/YV0B307giEd

Zero Hora – Campo e Lavoura – RS produz primeira variedade de arroz para sushi no Brasil – http://ow.ly/12rk307g7JX

Zero Hora – Campo e Lavoura – Voz Campeira – A FEE e o agronegócio gaúcho –http://ow.ly/Wjox307g7zj

Zero Hora – Campo e Lavoura – Sergio De Zen e Mariane Crespolini – Retrospectiva 2016: um ano de desafios – http://ow.ly/DHEf307g7Ej

Valor Econômico – Menos sobressaltos no mercado de lácteos –http://ow.ly/7Pqu307gGLX

Valor Econômico – Crescem os desembolsos de crédito rural –http://ow.ly/xd7i307gGSy

Valor Econômico – Boas condições para o arroz no RS –http://ow.ly/8iGG307gGTZ

Valor Econômico – Commodities Agrícolas – http://ow.ly/xksI307gGNq

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.