SÃO PAULO TEM 117 AÇÕES CONTRA PLANOS DE SAÚDE POR DIA EM 2017

//SÃO PAULO TEM 117 AÇÕES CONTRA PLANOS DE SAÚDE POR DIA EM 2017
O número de ações movidas contra planos de saúde disparou em São Paulo. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, somente nos três primeiros meses deste ano foram julgadas 117 ações por dia de usuários inconformados, por exemplo, com negativa de atendimento, rescisão do contrato por decisão da operadora ou aumento abusivo das mensalidades. Dados do Observatório da Judicialização da Saúde Suplementar, do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), mostram que, na primeira instância, foram 4.775 decisões no primeiro trimestre – dez vezes mais do que o registrado em 2011. O diretor da Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge), Pedro Ramos, criticou os números. Ele afirma que os resultados refletem processos movidos por pessoas de classes econômicas mais privilegiadas. “São pessoas que compram serviços de uma rede de assistência, mas depois querem ser atendidas em hospitais que seus médicos indicam”, avalia.

Decisão de 1ª instância contra planos de saúde é mantida em 92% dos casos

O jornal O Estado de S.Paulo destaca também que a Corregedoria-Geral de Justiça de São Paulo prepara um estudo, que deverá ser concluído até dezembro, sobre as causas do expressivo aumento das ações contra planos de saúde. Iniciado há poucos meses, o trabalho já descarta a possibilidade de atuação de uma eventual máfia de prestadores e advogados. “O número de decisões de primeira instância confirmadas no Tribunal de Justiça já indica que as queixas tinham fundamento”, afirma a juíza assessora da Corregedoria-Geral de Justiça, Maria Rita Pinho Dias. Pela avaliação feita até agora, 92% das decisões de primeira instância foram mantidas no julgamento do recurso. Conduzido pelo Núcleo de Monitoramento de Perfis de Demandas da Corregedoria-Geral de Justiça, o estudo terá seus resultados apresentados à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), à Defensoria Pública e ao Ministério Público. A ideia do trabalho é apontar para ANS, por exemplo, caminhos na regulação para tentar reduzir os conflitos, ressalta a reportagem do Estadão.

Operadoras de planos de saúde devem R$ 2 bilhões ao SUS

A coluna da Folha de S.Paulo Mercado Aberto publicou que as operadoras de planos de saúde deixaram de pagar 51% dos recursos que, por lei, deveriam ser ressarcidos ao sistema público, segundo a ANS. “Desde 2000, o valor total cobrado foi de R$ 3,76 bilhões. O pagamento se refere a pacientes que utilizam a rede pública para atendimentos que estão previstos na cobertura de seus planos de saúde. O valor, porém, deveria ser maior, diz Paulo Hoff, diretor-geral do Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira). “[A fiscalização] não funciona bem, pouco é peneirado. Os convênios estão se beneficiando de dinheiro público”. “A ANS afirma que todos os atendimentos informados pelo sistema do Ministério da Saúde são cobrados. Desde 2003, uma ação direta de inconstitucionalidade sobre a lei aguarda parecer do Supremo Tribunal Federal”, diz trecho da publicação.

Aumento da atividade física na infância pouparia R$ 70 bilhões na economia

O jornal Extra noticiou que um aumento de 32% para 50% no número de crianças do ensino fundamental que fazem 25 minutos de atividade física três vezes por semana evitaria o equivalente a R$ 70 bilhões em custos médicos e salários perdidos ao longo de suas vidas. “Os cálculos são de um estudo da Escola Bloomberg de Saúde Pública da Universidade Johns Hopkins e estima que nos EUA a economia seria de US$ 21,9 bilhões. Publicada ontem no periódico científico “Health Affairs”, a pesquisa também sugere que apenas esse pequeno aumento na frequência de exercício entre crianças de 8 e 11 anos de idade resultaria em menos 340 mil jovens obesos ou com sobrepeso, uma redução de mais de quatro pontos percentuais no índice atual. O assunto também preocupa no Brasil, onde o índice de obesos aumentou 60% na última década, alcançando 18,9% da população em idade adulta. E mais da metade dos brasileiros está acima do peso, segundo o Ministério de Saúde”, descata a reportagem.

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Comparação do Centro Boldrini sobre medicamento de câncer contradiz o laudo do LNBio

Correio Braziliense – Novo remédio para paciente com HIV será testado

Correio Braziliense – Falta de cirurgia bariátrica mata até 45 mil no país por ano, diz estudo

Folha de S.Paulo – Mercado Aberto – Operadoras de planos de saúde devem R$ 2 bilhões ao SUS

Folha de S.Paulo – Quiropraxia pode ser uma opção contra dores nas costas

Folha de S.Paulo – Cláudia Collucci – Você acredita mais no seu médico ou na sua manicure?

Folha de S.Paulo – Julio Abramczyk – O perigo de hipertensão na gestante

Folha de S.Paulo – Escritório de advocacia dá seis meses de licença para pai e mãe

Folha de S.Paulo – Einstein e Spotify fazem parceria para estudar efeito da música sobre a saúde

Folha de S.Paulo – Gordura no lugar ‘certo’ pode livrar obeso de dieta e remédio

O Estado de S.Paulo – Decisão de 1ª instância contra planos de saúde é mantida em 92% dos casos

O Estado de S.Paulo – Ações contra planos de saúde disparam em São Paulo; em 2017, são 117 por dia

O Estado de S.Paulo – Médicos estudam como amenizar dor de pacientes terminais

O Estado de S.Paulo – Pesquisa revela o que as pessoas desejam nos últimos anos de vida

O Estado de S.Paulo – Bebês são resfriados para evitar sequelas

Rede Notícia – Sucesso da terapia celular contra diabetes depende da condição imune pré-transplante

Diário Online – Substância da maconha e da pimenta cura diabetes

Extra – Aumento da atividade física na infância pouparia R$ 70 bilhões na economia

Extra – Plasma sanguíneo começa a ser usado para tratar rugas. Veja como funciona

A Tribuna – Sem recursos, farmácias populares serão fechadas em Santos

Lab NetWork – Tecpar adquire novas tecnologias para verificar contaminantes em alimentos

A Crítica – Vacinação contra Gripe é liberada para todos os grupos prioritários a partir desta segunda

Cris Menegom – Governo de SC renova contrato para serviços de angioplastia e cateterismo na Serra

Blog Carlos Britto – Apesar de dívida de R$ 11 milhões, atual secretária de Saúde de Petrolina diz já ter “o que comemorar”

Jornal Povão – Saúde chama a atenção para a importância da vacina contra a gripe

Novo Site – Vigilância em Saúde altera estratégia de vacinação

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.