PREVISÃO DE ANVISA NÃO SE REALIZA E FIM DE FILA DE GENÉRICOS FICA PARA DEZEMBRO

//PREVISÃO DE ANVISA NÃO SE REALIZA E FIM DE FILA DE GENÉRICOS FICA PARA DEZEMBRO

A Anvisa não conseguiu zerar a fila de análise de medicamentos genéricos até o fim de agosto, conforme havia previsto. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a entidade anunciou, em julho deste ano, que o passivo seria encerrado até o mês seguinte. Há hoje cerca de 111 petições pendentes, sendo que 44 foram adicionadas após a definição da estratégia. A agência afirma que uma parte não foi solucionada “devido à demanda da mesma área técnica para analisar processos prioritários para doenças raras” e que a questão será resolvida até dezembro. “O atraso é compreensível perto da situação anterior e não é considerado negativo pelo setor, diz Telma Salles, da PróGenéricos”, informa o jornal.

 

Comissão mista que irá debater socorro a Santas Casas será instalada nesta terça



Será instalada nesta terça-feira (4) a comissão mista responsável por analisar a medida provisória 848/2018 que cria uma linha de crédito com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para socorrer as Santas Casas e os hospitais filantrópicos. É o que informa a Agência Senado. O fundo poderá disponibilizar para a nova linha 5% do seu programa anual de aplicações. Segundo o Ministério da Saúde, isso equivale a cerca de R$ 4 bilhões este ano. Os operadores serão Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “O risco financeiro da operação ficará com os três bancos oficiais”, enfatiza a Agência.

 

A importância da medicina de precisão



Artigo do médico, pesquisador e presidente da Associação Brasileira de Medicina Personalizada e de Precisão, Rubens Harb Bollos, publicado pela Folha de S. Paulo, destaca que a medicina personalizada e de precisão (MPP) está em pauta e necessita de maiores esclarecimentos e discussões pela sociedade. “A MPP já é uma prática médica difundida nos mais importantes centros médicos do mundo. Porém, a implementação de novas metodologias que incluam os conceitos da MPP, como testes genômicos, diagnósticos moleculares e terapias-alvo, ainda é um desafio para a educação e prática médica”, ressalta ele. “A MPP avança em várias especialidades. No entanto, a aquisição desses conhecimentos pelos profissionais de saúde no Brasil se dá essencialmente pelo esforço próprio e frequência a reuniões e intercâmbios científicos”, afirma Bollos. Ele ressalta também que apesar da competência, há escassos centros médicos e hospitais com equipes que se apresentem formalmente alinhados com a MPP. “Pesquisas clínicas financiadas tanto por instituições privadas como pelas públicas cumprem, em parte, a inclusão democrática de pacientes em tratamentos mais eficazes ou oferecem novas possibilidades terapêuticas para aqueles que esgotam o arsenal conhecido”, diz o pesquisador. “Precisamos que a MPP seja inserida no rol de atividades dos médicos, governos e das seguradoras”, destaca o artigo.

 

Falta de respostas estimula pacientes a buscar solução na Justiça



Claudia Collucci, colunista da Folha de S.Paulo, destacou que ano passado, a mineira Vera Maria Pinho de Oliveira (57) foi entrevistada para uma matéria sobre medicamentos essenciais sendo retirados do mercado pelas farmacêuticas por falta de interesse comercial. Vera informou à Claudia que está com um linfoma desde 2009, e por ter ficado no ano passado seis meses sem o medicamento Leukeran, a doença avançou. De mãos atadas também se sente a família de Cauê Trés, de seis anos. O menino nasceu com linfangioma. Há quatro anos estava sendo tratado no hospital A.C. Camargo com a substância bleomicina e vinha apresentando melhoras. Mas em outubro do ano passado, o comércio da bleomicina foi suspenso pela Anvisa por problemas da fábrica do medicamento no México. São dois dramas humanos dentre tantos outros que diariamente chegam às redações e que, possivelmente, vão parar nos Tribunais de Justiça. A falta de respostas efetivas faz com que essas pessoas sofram duplamente: pela doença em si e pela incerteza do acesso ao tratamento. Em São Paulo, um programa tem buscado atender às demandas do usuário sem a necessidade de ingressar com ação judicial. Em 2017, os gastos do governo paulista com esses pedidos encolheram pela primeira vez na atual década. “Nem sempre um acordo judicial será possível, mas a busca por soluções administrativas antes da ação judicial deve ser priorizada”, salienta a coluna.

 

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Campanha contra pólio e sarampo é prorrogada até dia 14 de setembro 

 

ANS – Audiência pública debate alteração em normas contábeis seguidas pelas operadoras

 

ANS – Audiência pública sobre coparticipação e franquia

 

Conitec – Conitec e o controle do tabagismo no Brasil

 

Fiocruz – VideoSaúde divulga programação de setembro

 

Fiocruz – Evento debaterá tecnologia e inovação na Agenda 2030

 

Anvisa – Atualizado descritivo de petições primárias de registro

 

Anvisa – Medtrop: Anvisa debate emergências de saúde pública

 

Câmara dos Deputados – Projeto proíbe comercialização e uso de narguilé por menor de 18 anos

 

Senado Federal – Comissão mista que irá debater socorro a Santas Casas será instalada nesta terça

 

Senado Federal – Reajustes nos custos de planos de saúde serão debatidos novamente pela CAS

 

Senado Federal – Grupo com deficiência visual visita exposição do Senado sobre a abolição da escravatura

 

Senado Federal – CDH pode votar propostas em favor da acessibilidade nesta quarta-feira

 

O Estado de S. Paulo – Leitor pede devolução de dinheiro após cancelamento de compra

 

O Estado de S. Paulo – Gosta de dormir em voos longos? Cuidado com a trombose

 

Folha de S. Paulo – Previsão de Anvisa não se realiza e fim de fila de genéricos fica para dezembro

 

Folha de S. Paulo – Falta de respostas estimula pacientes a buscar solução na Justiça

 

Folha de S. Paulo – A importância da medicina de precisão

 

G1 – Pacientes ainda esperam por retomada dos exames de urina na rede pública de Campinas

 

G1 – Pacientes com enfisema podem se beneficiar com terapia de células-tronco

 

G1 – Claire Wineland, youtuber que sofria com fibrose cística e compartilhava sua rotina nas redes sociais, morre aos 21 anos

 

O Globo – Jornalista lança financiamento coletivo para pagar custos com doenças raras

 

Zero Hora – Sobe para 76 o número de mortes por gripe no Rio Grande do Sul

 

Zero Hora – “Quero que vocês tenham menos medo do câncer”, diz o oncologista Siddhartha Mukherjee

 

Zero Hora – Cirurgias eletivas de otorrino estão suspensas em Caxias do Sul

 

Zero Hora – Síndrome de Guillain-Barré: saiba o que é a doença

 

Jornal Joseense – Associação de pacientes realiza 2º Simpósio Brasileiro de Atrofia Muscular Espinhal

 

Netcina – Entenda sobre os novos avanços do tratamento contra o câncer e seus benefícios

 

Terra – Apenas 5-10% de perda de peso corporal fornece benefícios surpreendentes para a saúde

 

Gazeta Norte Mineira – Aplicativos de saúde podem coletar dados sigilosos para serem vendidos a terceiros

 

______________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.