PRESIDENTE SUBSTITUI INDICAÇÃO DE NOME PARA DIRETORIA DA ANVISA

//PRESIDENTE SUBSTITUI INDICAÇÃO DE NOME PARA DIRETORIA DA ANVISA
O presidente Michel Temer retirou de tramitação o nome de João Abukater Neto, que tinha sido indicado para diretoria na Agência Nacional Vigilância Sanitária (Anvisa). Conforme o jornal Valor Econômico, a decisão foi publicada no “Diário Oficial da União” (DOU) nesta sexta-feira (25). A mesma edição do DOU traz a indicação de Roberto Campos Marinho para a Anvisa, ocupando o posto vago após o fim do mandato de José Carlos Magalhães da Silva Moutinho. A indicação de Abukater Neto vinha provocando polêmica, com os funcionários da Anvisa inclusive protestando para evitar que ele assumisse a diretoria. Engenheiro de formação, Abukater havia trabalhado na prefeitura de Celso Pitta e conta com o apoio de integrantes do PP.

Fabricantes de equipamentos de saúde negociam novo modelo de pagamento

Fabricantes de equipamentos médicos negociam com hospitais e laboratórios um novo modelo de operação e de cobrança.  A Siemens Healthineers criou no Brasil um sistema para controlar, à distância, as máquinas usadas em exames, diz o diretor-executivo da empresa no país, Armando Lopes. De acordo com a jornalista e colunista da Folha de S.Paulo Maria Cristina Frias, o plano da companhia é que seus próprios funcionários passem a operar os equipamentos, tanto remotamente como dentro das unidades. A empresa já conversa com seus clientes, mas ainda há limitações, como o sigilo dos dados dos pacientes. “Além disso, o preço do novo sistema ainda não compensa”, diz Conrado Cavalcanti, vice-presidente da Abramed (de hospitais e laboratórios). “Hoje, [os fornecedores] não têm risco. Eles vendem o equipamento e ganham uma margem. Esse novo modelo seria mais completo, mas ainda está na etapa de discussões.” A Philips integra uma PPP na Bahia em que não vende as máquinas, mas é uma das responsáveis pelo serviço. “Na parceria, o entendimento foi que operar equipamentos não era o foco do sistema de saúde. É uma discussão que começa a aparecer no setor privado”, afirma Renato Carvalho, diretor-executivo da companhia no Brasil. “A Siemens Healthineers, divisão de saúde da fabricante de equipamentos, reduziu o peso dos contratos com o setor público, diz Armando Lopes, diretor-executivo da empresa no Brasil”, destaca a coluna.

Lewandowski notifica ministro da Saúde para explicar ‘qual é o médico que finge que trabalha’

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o ministro da Saúde, Ricardo Barros, seja notificado para explicar, “se quiser”, declarações feitas por ele envolvendo a classe médica. Lewandowski concedeu 10 dias para Barros se pronunciar. Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo destaca que a decisão de Lewandowski foi feita no âmbito de um petição em que o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul cobra um pedido de explicações do ministro sobre declarações que ele deu no dia 13 de julho, quando o Ministério da Saúde anunciou o uso de biometria para controlar a jornada de trabalho dos médicos que atuam na rede pública. “Vamos parar de fingir que a gente paga médicos e o médico parar de fingir que trabalha. Isso não está ajudando a saúde do Brasil”, disse Ricardo Barros na ocasião. De acordo com o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, a classe médica em todo o Brasil “foi ofendida genericamente”. Em nota enviada à imprensa, o Ministério da Saúde informou que ainda não foi notificado da decisão de Lewandowski. A pasta comunicou que, “assim que receber a notificação, apresentará ao órgão os 878 processos reunidos pelo Conasems (Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde) referentes a ações do Ministério Público contra gestores municipais que apontam irregularidades de cumprimento de carga horária de profissionais de saúde, inclusive médicos”, enfatiza o Estadão.

Estudo liderado por brasileiro bloqueia doença neurológica com ‘minicérebros’ e remédio contra HIV

Um estudo liderado pelo neurocientista brasileiro Alysson Muotri conseguiu, com a ajuda de “minicérebros” e do coquetel de drogas anti-HIV, bloqueia a ação da síndrome de Aicardi-Goutieres, uma doença neurológica rara e severa. É o que informa o site do G1. Para chegar ao resultado, publicado na revista “Cell Stem Cell”, Muotri buscou entender como a destruição dos neurônios acontecia nessa síndrome. Para isso, usou “minicérebros”, técnica em que células dos pacientes são coletadas e cultivadas em laboratório, e então reprogramadas para a criação de cérebros em miniatura. Essa metodologia é adotada porque não seria possível fazer os testes necessários em cérebros de humanos vivos. O pesquisador criou versões de minicérebros de pacientes com e sem a síndrome, para ter um parâmetro comparativo. “De acordo com a pesquisa, os pacientes com a Síndrome de Aicardi-Goutieres têm esses “genes saltadores” ativos demais, o que causa a destruição dos seus neurônios. Muotri diz que isso acontece porque há uma mutação numa enzima que controla esses genes. As consequências dessa mutação são muito parecidas ao que acontece com as células infectadas por vírus como o HIV. Sabendo disso, os pesquisadores resolveram testar os medicamentos já disponíveis nos “minicérebros” contra a síndrome e o coquetel anti-HIV deu resultado”, afirma parte da publicação.

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Ministérios da Saúde e dos Direitos Humanos discutem estratégias para combate às doenças prevalente à população negra

ANS – ANS lança segunda pesquisa sobre celebração de contratos entre operadoras e prestadores

ANS – ANS divulga relatório sobre ações de sustentabilidade

ANS – Agosto Dourado: ANS lembra os benefícios do parto normal para a amamentação

Conitec – CONITEC participa de audiência no Senado sobre limiar de custo-efetividade

Fiocruz – Segurança sanitária e regime jurídico de bioética francês serão temas do Centro de Estudos da Ensp

Fiocruz – Acordo com Organização de Estados Ibero-Americanos incentiva ciência e tecnologia

Fiocruz – Fiocruz e Ministério da Saúde argentino avaliam parceria estratégica

Fiocruz – Parceria Fiocruz-Moçambique forma 14 novos mestres na África

Fiocruz – Rede de banco de leite da Fiocruz recebe equipe de El Salvador

Inca – STF declara inconstitucionalidade de dispositivo federal que disciplina uso do amianto crisotila

Senado Federal – Especialistas defendem critérios mais claros para a adoção de tratamentos pelo SUS

Correio Braziliense – Nanopartículas são detectadas em vários doces industrializados, diz estudo

Correio Braziliense – Pesquisa ajuda a entender como bactérias intestinais mudam com o tempo

Folha de S.Paulo – Mercado Aberto – Fabricantes de equipamentos de saúde negociam novo modelo de pagamento

G1 – Tremores podem ser causados por remédios, estresse e ansiedade

G1 – Apadrinhado por Bill Gates, gaúcho cria inseticida contra malária e quer testá-lo contra zika no Brasil

G1 – Pesquisas mostram como a gordura abdominal pode estar relacionada ao câncer

G1 – OMS alerta para escassez global de antídotos contra venenos de cobras

G1 – ‘Sinto saudade de ser criança’: em uma década, gravidez de meninas de 10 a 14 anos não diminui no Brasil

G1 – Babá eletrônica para surdos é desenvolvida por estudantes da UFPB e UFCG

G1 – Estudo liderado por brasileiro bloqueia doença neurológica com ‘minicérebros’ e remédio contra HIV

G1 – Bactérias ‘solitárias’ são mais resistentes a antibióticos, diz estudo

O Estado de S.Paulo – Lewandowski notifica ministro da Saúde para explicar ‘qual é o médico que finge que trabalha’

O Globo – Google terá questionário para identificar depressão no público

O Globo – Doutorando da USP descobre proteína que pode ajudar a combater HIV

Valor Econômico – Planos de saúde após a reforma trabalhista

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.