PESQUISADORES ASSOCIAM CASOS DE MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS COM USO DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS 

//PESQUISADORES ASSOCIAM CASOS DE MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS COM USO DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS 

Com os dados levantados para o artigo Associação entre malformações congênitas e a utilização de agrotóxicos em monoculturas do Paraná, Brasil, Lidiane Dutra e Aldo Pacheco Ferreira, da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz), afirmam que o uso indiscriminado de defensivos agrícolas vem causando não só sérios danos à saúde do brasileiro, mas também sinalizando um grave problema de saúde pública. O portal da Fiocruz ressalta que para se entender melhor o estudo feito pelos pesquisadores, é importante destacar que o Paraná é o terceiro estado em produção agrícola no país, com 12,7%, ficando atrás do maior produtor, que é São Paulo, com seus 14,9%, e do Mato Grosso, com 13,9%, conforme dados de 2015, do IBGE. Segundo o estudo, de 20 unidades regionais (UR) do Paraná, 11 tiveram consumo de agrotóxicos acima de uma tonelada. Números que já seriam bastante preocupantes. Mas, os pesquisadores levantaram que a média de consumo dos agrotóxicos no estado da região sul, entre 2014 e 2015, aponta Cascavel, com 5.107,46 toneladas; Ponta Grossa, com 3.526,73 toneladas, e Toledo, com 3.336,95 toneladas.

Uso de defensivos agrícolas 

O portal da Fiocruz destaca ainda que além das malformações congênitas, o artigo de Lidiane Dutra e Aldo Pacheco Ferreira, que foi originalmente publicado na revista Saúde em Debate (volume 41 número especial/junho de 2017), do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde – Cebes), aponta para vieses importantes da pesquisa causados pela exposição a agrotóxicos. A partir de estudos feitos na Espanha e na Itália, em comparação ao que foi produzido por eles, os autores deduzem que muitos casos de malformação congênita resultaram em óbitos fetais e abortos espontâneos, o que tornaria os números relacionados com o desfecho estudado ainda maiores. Para isso, eles sugerem que análises mais “aprofundadas acerca das causas das MC, como investigação genética, ajudariam a estabelecer com maior precisão os fatores ambientais envolvidos. Em entrevista ao site do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), Lidiane Dutra falou sobre seu estudo, os resultados que a surpreenderam e possíveis questionamentos à pesquisa que foi desenvolvida. Para a pesquisadora, que é aluna de doutorado da Ensp, “a importância de saber os riscos é a possibilidade de minimizá-los”.

Ruralistas pedem uma nova MP para resolver o Funrural

Apesar de o governo já ter editado a Medida Provisória 793 na tentativa de resolver dívidas e pagamentos futuros com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural), a bancada ruralista do Congresso passou a defender, agora, uma nova MP para prorrogar para novembro ou dezembro o prazo de adesão de produtores e empresas ao parcelamento das dívidas com essa contribuição previdenciária. Reportagem do Valor Econômico afirma que deputados ruralistas argumentam que o prazo limite, de 29 de setembro, estipulado pela MP 793, é exíguo. E até sugeriram 61 emendas ao texto-base encaminhado pelo governo ao Congresso para ampliar o prazo. Mas o presidente da Comissão de Agricultura da Câmara, deputado Sérgio Souza (PMDB-PR), avalia que, por conta do prazo curto para votação na comissão mista, Câmara e no Senado, e sanção presidencial, não haverá tempo hábil para aprovação. “Não há a mínima chance de votarmos a MP neste mês, e o governo precisa editar um novo texto”, afirmou ao Valor.

Exportações de carne bovina sobem 34% em agosto, diz Abiec 

A receita com as exportações de carne bovina registraram um aumento de 34% em agosto em relação ao mesmo mês do ano passado, totalizando US$ 607,6 milhões, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec). Segundo o Valor Econômico, foram exportadas no mês 145.822 toneladas do produto, uma alta também de 34% na comparação anual. “Em relação a julho, o faturamento foi 12,8%, enquanto o volume embarcado aumentou 13,4%. Além disso, o resultado registrado representa o melhor desempenho desde outubro de 2013, em volume, e dezembro de 2014, em faturamento. Hong Kong continua sendo o principal importador da carne bovina brasileira, responsável pela compra de 34.540 toneladas (7,4% a mais do que foi comercializado em julho), seguido por Egito, que importou 23.070 toneladas (aumento de 27,8%), e China, com 18.565 toneladas (alta de 15,1%)”, diz a reportagem.

NA IMPRENSA

Mapa – Missões dos EUA e Europa iniciam inspeção em frigoríficos

Mapa – Maggi participa nesta terça de convenção da Associação Brasileira de Supermercados

Mapa – Novacki negocia ampliação de exportações agropecuárias para o Irã

MMA – Começa Congresso de Agroecologia 2017

MMA – Ministério lança campanha É do Brasil

MMA – Acordo promove recomposição do Cerrado

Embrapa – Projeto de cooperação técnica contribui para a segurança alimentar e nutricional em Moçambique

Embrapa – Produção de grãos e manejo de enfezamentos do milho são temas de debates em Patos de Minas

Fiocruz – Pesquisadores associam casos de malformações congênitas com uso de agrotóxicos

Câmara dos Deputados – Comissão de Agricultura discute normas para transporte de animais

Câmara dos Deputados –  Educação prevê uso de recursos do FNDE na compra de insumos destinados a hortas em escolas

Câmara dos Deputados – MP que permite a renegociação do Funrural será discutida em audiência na quarta

Câmara dos Deputados – Comissão discute aprimoramento do Sistema de Defesa Agropecuária

Folha de S.Paulo – Alckmin faz ofensiva por apoio no agronegócio e em MG

Folha de S.Paulo – Petrobras abre processo de venda de duas fábricas de fertilizantes

Folha de S.Paulo – Com ressalvas, investidores dos EUA voltam a olhar para o Brasil

Folha de S.Paulo – Vaivém das Commodities – Colheita acaba, e café deve ter qualidade pior

Folha de S.Paulo – Javalis destroem plantações à noite e revoltam produtores rurais em MT

O Estado de S.Paulo – Pequenos negócios são responsáveis por metade do peixe produzido no país

Valor Econômico – IBGE: Safra brasileira de grãos deverá crescer 30,4% em 2017

Valor Econômico – Pilgrim’s defende ganhos com a transação

Valor Econômico – Sistema ajudará a nortear compra de grãos

Valor Econômico – Commodities Agrícolas

Valor Econômico – Ruralistas pedem uma nova MP para resolver o Funrural

Valor Econômico – Raízen conclui aquisição de usinas da Tonon

Valor Econômico – Fundecitrus eleva em 2,63% estimativa para safra brasileira de laranja

Valor Econômico – Exportações de carne bovina sobem 34% em agosto, diz Abiec

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.