PARA EVITAR PERDA, GOVERNO PRORROGA ATÉ MARÇO OFERTA DE VACINA CONTRA HPV

//PARA EVITAR PERDA, GOVERNO PRORROGA ATÉ MARÇO OFERTA DE VACINA CONTRA HPV

Homens e mulheres de 15 a 26 anos poderão se vacinar contra o HPV até março de 2018 em parte dos municípios do país, segundo nova recomendação do Ministério da Saúde. É que informa a Folha de S.Paulo. A extensão do prazo de vacinação para este público foi divulgada pela pasta na segunda-feira (11). Até então, a previsão era que as vacinas fossem ofertadas para esta faixa etária apenas até este mês. Segundo o ministério, a prorrogação ocorre diante das baixas coberturas de vacinação entre adolescentes e da verificação de que ainda há municípios com doses disponíveis e próximas do vencimento, o que traz risco de perda de vacinas. Ao todo, cerca de 79 mil doses com validade até março de 2018 estão disponíveis nas centrais estaduais de Rondônia, Roraima, Tocantins, Rio de Janeiro e Mato Grosso, de acordo com o Ministério da Saúde. “O número ofertado, no entanto, pode ser maior, já que podem haver doses extras já distribuídas aos municípios. Em nota, a pasta informa que, apesar de ser uma medida temporária para evitar o desperdício de vacinas, quem receber as doses terá as demais subsequentes garantidas no SUS”, afirma parte da reportagem.

Comissão discute projeto relativo a pesquisa clínica com seres humanos

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática realizará audiência pública na quinta-feira (14) para discutir o Projeto de Lei 7082/17, do Senado, que trata da pesquisa clínica com seres humanos. O debate foi requerido pelos deputados André Figueiredo (PDT-CE) e Afonso Motta (PDT-RS). Conforme o portal da Câmara dos Deputados, ambos alegam que a proposta, desde a sua apresentação no Senado, tem recebido críticas de diversas instituições envolvidas com a matéria. “Segundo a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), a proposição aprovada foi vendida como solução para desburocratizar e incentivar a produção de novos medicamentos no país, mas para eles, o projeto traz, na verdade, enfraquecimento do rigor ético, grande retrocesso ao reduzir os direitos dos participantes da pesquisa, além de extinguir importantes entidades representantes da sociedade civil, pesquisadores e profissionais da área”, afirmam os deputados no requerimento em que pedem a realização do evento. Figueiredo e Motta acrescentam que os comitês de ética da Fiocruz são totalmente contrários ao PL 7802/17 por entenderem que o projeto traz sérios riscos à sociedade brasileira”. “No plenário 13, o debate terá início às 9h30”, diz o texto.

Seguridade aprova programa de combate ao câncer de pele entre pescadores e trabalhadores rurais

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou a criação de um programa para orientar pescadores e trabalhadores rurais de todo o País sobre o combate e a prevenção do câncer de pele. De acordo com o portal da Câmara dos Deputados, o texto aprovado é um substitutivo apresentado pelo deputado Heitor Schuch (PSB-RS) ao Projeto de Lei 1264/11, do deputado Cleber Verde (PRB-MA), que originalmente contemplava apenas os pescadores, sem muitos detalhes sobre a execução do programa. Conforme o substitutivo, o programa de combate e prevenção ao câncer de pele entre esses trabalhadores que trabalham expostos ao sol será regulamentado e executado pelo Poder Executivo, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Ele deverá abranger campanhas sobre o uso de protetor solar, o estímulo à realização de exames para detectar o câncer de pele e o debate sobre o controle da doença, entre outros pontos. “Ainda segundo o texto, o SUS promoverá a distribuição de protetor solar gratuitamente a pescadores e trabalhadores rurais. Segundo Heitor Schuch, o projeto propiciará o desenvolvimento de ações que reduzam a incidência de câncer de pele entre os pescadores e trabalhadores rurais”, destaca a Câmara.

Ninguém sabe por que a epidemia de microcefalia predominou no Nordeste

Dois anos após o início do nascimento dos bebês com microcefalia no Brasil, o mistério continua: por que a alta concentração dos casos ocorreu apenas no Nordeste brasileiro? A colunista Cláudia Collucci da Folha de S.Paulo diz que a proporção de danos causados pela agora chamada síndrome congênita de zika não se replicou em outras regiões do Brasil tampouco em outros países que enfrentaram posteriormente epidemias do vírus. Em 2015, no Nordeste brasileiro, as taxas de defeitos congênitos parecem ter sido muito maiores e mais graves. Naquele ano, nasceram na região 1.373 bebês com a síndrome de zika. Não se sabe, no entanto, qual o percentual de bebês afetados porque ninguém faz ideia de quantas mulheres foram infectadas pelo vírus da zika. Naquele período, a doença ainda não era de notificação compulsória e não existiam testes diagnósticos. “Há vários estudos em curso tentando desvendar esse mistério. Mulheres do Nordeste que estavam gestantes durante o primeiro surto estão sendo testadas. Mas é um trabalho lento e difícil. Alguns pesquisadores acreditam que o Nordeste pode ter tido um surto rápido, de uma cepa particularmente prejudicial de vírus que varreu uma população “virgem”. Em outros lugares, a transmissão teria sido mais lenta, com menos mosquitos. Todas essas hipóteses estão sendo investigadas. Mas o momento é crítico”, ressalta a coluna.​

SAÚDE NA IMPRENSA

Ministério da Saúde – Homens e mulheres entre 15 e 26 anos podem se vacinar contra HPV até março

Ministério da Saúde – Saúde anuncia ações de cuidado a crianças com síndrome associada à zika

ANS – Diretor da ANS participa de Fórum de Saúde

ANS – 472ª reunião da Diretoria Colegiada

ANS  – Novo sistema fiscalizatório: últimos dias da consulta pública

Anvisa – Diretoria Colegiada fará reunião nesta terça-feira

Conitec – Conitec promove evento para associações de pacientes. Inscrições abertas!

Fiocruz – Ministério da Saúde declara fim do surto de febre amarela

Fiocruz – Pesquisadores associam casos de malformações congênitas com uso de agrotóxicos

Fiocruz – Sepse: Denise Medeiros fala sobre prevenção, diagnóstico e tratamento

Inca – Ministro da Saúde defende mais impostos sobre sucos e refrigerantes

Câmara dos Deputados – Seguridade Social discute projeto que regulamenta exercício de profissões ligadas à radiologia

Câmara dos Deputados – Câmara proíbe penhora de bens de hospitais filantrópicos e Santas Casas

Câmara dos Deputados – Turismo aprova exigência de informação sobre cardápio para diabético em hotel

Câmara dos Deputados – Seguridade rejeita programa para tratamento de dislexia nas escolas

Câmara dos Deputados – Seguridade Social debate proposta de inclusão de saúde bucal no SUS

Câmara dos Deputados – Seguridade aprova programa de combate ao câncer de pele entre pescadores e trabalhadores rurais

Senado Federal – Comissão discute inclusão da laringe eletrônica na tabela do SUS

Câmara dos Deputados – Comissão discute projeto relativo a pesquisa clínica com seres humanos

Correio Braziliense – Fumar muda células pulmonares, preparando-as para desenvolver câncer

Correio Braziliense – Análise do muco cervical acusa o risco de parto prematuro, mostra pesquisa

Folha de S.Paulo – Para evitar perda, governo prorroga até março oferta de vacina contra HPV

Folha de S.Paulo – Cláudia Collucci – Ninguém sabe por que a epidemia de microcefalia predominou no Nordeste

G1 – Como a doença de uma menina conseguiu mudar o que um país come

G1 – ‘Obesos saudáveis’ e ‘magros doentes’ têm maior risco de doença cardiovascular, diz estudo

G1 – Quase 2 anos após declaração de emergência, atendimento a crianças com malformações por causa do zika traz desafios para famílias

G1 – França deve autorizar reprodução assistida a mulheres solteiras e homossexuais

O Globo – Cientistas australianos afirmam que podem deter o avanço do melanoma

O Globo – Tempo excessivo de sedentarismo está associado a maior risco de morte

O Globo – Pessoas com mais instrução têm menos risco de depressão, diz documento

O Estado de S.Paulo – Novo teste detecta ação do HPV no corpo

O Estado de S.Paulo – Governo prorroga até março vacinação contra HPV

Valor Econômico – Dasa convoca assembleia para debater incorporação do SalomãoZoppi

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.