O QUE SE PODE ESPERAR DE BOLSONARO NA SAÚDE

//O QUE SE PODE ESPERAR DE BOLSONARO NA SAÚDE

A saúde, maior preocupação declarada dos brasileiros em pesquisas e o segundo maior orçamento da União (R$ 130,8 bilhões este ano), permanece uma incógnita. Em seu plano de governo e em entrevistas e posts nas redes sociais, o presidente eleito Jair Bolsonaro propôs “medidas genéricas”. É o que informa o jornal O Globo. O governo eleito pretenderia investir, num primeiro momento, em auditorias e levantamento detalhado de dados para identificar onde há subfinanciamento, mas também onde há desperdícios, segundo colaboradores da campanha. Faltou apresentar um plano estruturado, que contemplasse urgências nacionais na área, destaca Ligia Bahia, coautora de análise das propostas sobre saúde dos candidatos à Presidência. “Em seu plano de governo, Bolsonaro prometeu instituir um prontuário eletrônico nacional, onde os dados de um paciente estariam disponíveis em qualquer unidade de saúde; permitir o credenciamento universal dos médicos, onde qualquer médico poderia atender pelo SUS; e criar a carreira de médico de estado”, destaca o jornal.

 

O time de Bolsonaro e os cotados para o Ministério



Jair Bolsonaro confirmou até agora apenas três futuros ministros: o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-DF), articulador político da candidatura, na Casa Civil; o economista Paulo Guedes, na Fazenda; e o general da reserva do Exército Augusto Heleno, no Ministério da Defesa. De acordo com o jornal O Globo, o presidente eleito se comprometeu a ocupar o alto escalão de sua administração com nomes técnicos e sem compromisso de agradar partidos aliados. Por outro lado, se cercou de aliados e consultores em diversas áreas que passaram, automaticamente, a serem cotados para ministros. São eles:

 

Augusto Heleno: General da reserva, será ministro da Defesa. Respeitado nas Forças Armadas, foi o primeiro comandante das tropas brasileiras no Haiti e é conselheiro de Bolsonaro sobre segurança pública. Heleno é próximo dos principais líderes da caserna e, na campanha, foi o responsável pela atração de técnicos que tocaram as propostas do plano de governo.

 

Gustavo Bebianno: Presidente do PSL, o advogado carioca é cotado para o Ministério da Justiça, porém a relação de confiança com Bolsonaro pode levá-lo à Secretaria-Geral da Presidência. Bebianno articulou as negociações para a ida do presidente eleito para o PSL. O estilo controlador lhe rendeu desafetos entre aliados e até ciúme por parte dos filhos de Bolsonaro.

 

Hamilton Mourão: Vice-presidente eleito, o general da reserva contornou resistências a Bolsonaro nas Forças Armadas e manteve a interlocução privilegiada mesmo diante das seguidas polêmicas em que se envolveu, como a crítica ao 13º salário. Mourão garante que não será um vice decorativo e pediu a instalação de uma sala próxima ao gabinete presidencial.

 

Luiz Antonio Nabhan Garcia: Presidente da União Democrática Ruralista, é um dos conselheiros do presidente eleito para o agronegócio. É o autor da proposta de unir os ministérios da Agricultura com o do Meio Ambiente. Bolsonaro encampou a ideia, mas, após críticas, voltou atrás. Disputa com indicações da Frente Parlamentar da Agropecuária o Ministério da Agricultura.

 

Magno Malta: Recusou a vaga de vice-presidente para tentar reeleição ao Senado no Espírito Santo. Sua derrota foi em parte atribuída à dedicação à campanha de Bolsonaro, com viagens até as vésperas da eleição. Um dos poucos com acesso livre à casa de Bolsonaro e ao hospital durante a internação, tem a confiança do presidente eleito e terá espaço no governo.

 

Marcos Pontes: Único brasileiro a participar de uma missão aeroespacial, em 2006, o tenente-coronel da reserva Marcos Pontes é o provável ministro de Ciência e Tecnologia. Filiado ao PSL, foi eleito suplente do senador Major Olímpio (PSL). Pontes deixou a Aeronáutica após a missão espacial, chegou a ir para o PSB e tentar sem sucesso vaga na Câmara em 2014.

 

Nelson Teich: Consultor da campanha na área de Saúde, é um dos assessores mais discretos. Oncologista e empresário do setor de saúde, chegou à campanha por meio do economista Paulo Guedes e ganhou espaço. Além de Teich, o diretor do hospital de Câncer de Barretos, Henrique Prata, é outro nome cogitado para ser ministro da Saúde.

 

Onyx Lorenzoni: O deputado gaúcho, futuro ministro da Casa Civil, foi o responsável por construir a estrutura de apoio político à campanha. Rígido e pouco aberto a concessões, enfrenta resistências no Congresso após ter sido criticado ao relatar projeto de medidas contra a corrupção em 2016. Depois, confessou a prática de caixa dois e submergiu.

 

Oswaldo Ferreira: General da reserva, comandou a área de Engenharia no Exército e foi levado por Heleno para o círculo de Bolsonaro. Esteve à frente do trabalho realizado pelo grupo de Brasília para o plano de governo. É apontado como provável titular de uma pasta na área de Infraestrutura. Ferreira, porém, diz não ter desejo de ocupar um ministério.

 

Paulo Guedes: Ciente das limitações de seu conhecimento sobre economia, Jair Bolsonaro destacou durante a campanha que consultaria Paulo Guedes, seu “posto Ipiranga”, para tomar decisões na área. O economista foi anunciado como a escolha do político do PSL para assumir o ministério da Fazenda. Em entrevista após a confirmação da eleição, Guedes ressaltou que o Mercosul “não será prioridade”. Ele ressaltou, durante a campanha, que o projeto econômico do governo passará pelo comércio “sem viés ideológico” e por uma agenda de privatizações.

 

Paulo Marinho: O empresário ajudou na interlocução da campanha com jornalistas e empresários. Sua casa virou escritório para a produção dos programas de TV e cenário para entrevistas do candidato. Nega que ocupará cargo no governo, mas poderá atuar como conselheiro na área de comunicação. É suplente do senador eleito Flávio Bolsonaro.

 

Stravos Xanthopoylos: Ex-diretor da área de cursos on-line da FGV, o professor defende a educação à distância (EAD) até mesmo para o ensino fundamental. É contra o sistema de cotas. Outro cotado para a Educação é o general Aléssio Ribeiro Souto, que defende a revisão bibliográfica e curricular, segundo ele, para evitar o ensino partidarizado.

 

Conheça a trajetória de Michelle Bolsonaro, a futura primeira-dama do Brasil



O jornal O Estado de S. Paulo destacou que a esposa de Jair Bolsonaro, Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro, se manteve discreta durante toda a campanha eleitoral. Fluente na Língua Brasileira de Sinais, Michelle tem se apresentado como uma defensora dos direitos das pessoas com necessidades especiais. Fez a ligação de Bolsonaro com essa comunidade, incentivando-o a assinar um termo de compromisso para melhorar a qualidade de vida dos deficientes. Na reta final da corrida presidencial, Michelle foi apresentada como uma possível primeira-dama ligada a projetos sociais, “uma mulher forte e sensível que estará junto com Jair Bolsonaro trabalhando pelo Brasil”, como descrita na propaganda. “Evangélica praticante, ela é frequentadora da Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, bairro da zona oeste do Rio onde fica o condomínio à beira-mar em que o casal mora”, enfatiza a notícia.

 

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Cidades gaúchas têm reforço de R$ 23,9 milhões para atendimento 

 

Ministério da Saúde – Ações integradas reforçam serviços da SESAI no DSEI Interior Sul

 

Conitec – Distrator osteogênico é avaliado pela Conitec

 

Fiocruz – Seminário internacional 30 anos do SUS (29 a 31/10)

 

Fiocruz – Revista Memórias do IOC recebe prêmio

 

Fiocruz – CNS e Fiocruz reafirmam compromissos em Atenção Primária

 

Anvisa – Anvisa discute medicamentos veterinários em alimentos

 

Câmara dos Deputados – Proposta exige carteira de habilitação para pessoas com deficiência conduzirem triciclos especiais

 

Câmara dos Deputados – Projeto isenta de IPI produtos de tecnologia assistiva destinados às pessoas com deficiência

 

Câmara dos Deputados – No retorno das eleições, Plenário pode concluir medida provisória das santas casas

 

Câmara dos Deputados – Tribuna das Mulheres discute prevenção ao câncer de mama nesta quarta

 

Senado Federal – Reformulação do Cadastro de Pessoas Desaparecidas está na pauta de comissão

 

Senado Federal – Comissão de Transparência debate proibição a propagandas de cigarros

 

O Estado de S. Paulo – Polonês vai doar medula óssea a empresário do interior de SP

 

O Estado de S. Paulo – Mercado popular de maquiagens cresce, mas barateamento pode trazer consequências à saúde

 

O Estado de S. Paulo – Tribunal manda indústria de lingerie indenizar costureira discriminada por hanseníase

 

O Estado de S. Paulo – Brasileira cria tecnologia para autoexame contra câncer de mama

 

O Estado de S. Paulo – Vencer Limites – Compromissos de Bolsonaro com as pessoas com deficiência

 

O Estado de S. Paulo – Indústria da maconha é nova aposta de investimento no Canadá

 

O Estado de S. Paulo – Conheça a trajetória de Michelle Bolsonaro, a futura primeira-dama do Brasil

 

Folha de S. Paulo – Lucas, 19, prepara-se para ser o primeiro triatleta down do país

 

Folha de S. Paulo – Treinar comunidade a ouvir pode reduzir ansiedade e depressão, diz médico

 

Folha de S. Paulo – Cláudia Collucci – Comemoradas mundialmente, conquistas do SUS correm riscos

 

Folha de S. Paulo – Gêmeas unidas pela cabeça são separadas em quinta cirurgia em SP

 

Folha de S. Paulo – Fila para atendimento a trans no SUS impulsiona clínicas privadas

 

Folha de S. Paulo – Bióloga cria instituto para combater pseudociência e influenciar debate

 

G1 – DIU no SUS: 5 passos para conseguir colocar o dispositivo de graça

 

G1 – Pesquisadores mostram novo teste para detectar tuberculose em crianças

 

G1 – Algoritmo criado por menino de 13 anos pode ajudar no tratamento de câncer de pâncreas

 

G1 – Pé diabético necessita de cuidados redobrados

 

G1 – Menino de 6 anos faz ensaio fotográfico e celebra cura de câncer na cabeça: ‘Eu venci’

 

G1 – Pacientes do DF já podem receber derivados medicinais da maconha sem recorrer à Justiça; entenda

 

G1 – Hospital de referência no Recife fica dois dias sem ar-condicionado na UTI

 

G1 – Enem 2018: As lições de quem faz a prova dentro de um hospital

 

O Globo – Casos de sarampo intensificam debate sobre a vacinação

 

O Globo – Veja as respostas de Bolsonaro sobre planos de saúde

 

O Globo – O time de Bolsonaro e os cotados para o Ministério

 

O Globo – O que se pode esperar de Bolsonaro na Saúde

 

Valor Econômico – Hospital Care expande operação no interior de SP

 

Zero Hora – Bulimia, anorexia, compulsão: os transtornos alimentares que mais afetam as mulheres

 

Zero Hora – Como diminuir as chances de ter uma doença cardiovascular

 

Zero Hora – Amesne quer marcar reunião com prefeito de Caxias para tratar de cirurgias de traumato-ortopedia

 

Zero Hora – Escorpião amarelo: registro de aparecimento do animal em Porto Alegre aumenta cinco vezes em 2018

 

Correio Braziliense – México faz plano de emprego, educação e saúde a migrantes centro-americanos

 

Correio Braziliense – Outubro Rosa: associação recebe doação de cabelo para mulheres com câncer

 

Correio Braziliense – Estudo comprova que 69% das vítimas de AVC têm menos de 60 anos

 

Correio Braziliense – Núcleo Bandeirante ganha policlínica, ao lado do posto de saúde

 

Correio Braziliense – Idosos do DF têm aulas de políticas públicas, saúde e gerontologia

 

Correio Braziliense – Saúde, segurança e educação são prioridades para eleitor do DF

 

Correio Braziliense – Entenda sobre a luz azul e saiba como se proteger dela

 

Correio Braziliense – Respiração correta é importante para a atividade física

 

Circuito MT – Ministros recomendam soluções alternativas contra judicialização da saúde

 

Saúde Business – Judicialização na área da saúde: as especificidades do setor de OPME

 

Panorama Farmacêutico – Tecnologia impulsiona desenvolvimento da indústria farmacêutica

 

Panorama Farmacêutico – Sucesso no uso medicinal da maconha contra dor inibe o preconceito

 

_________________________________________________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.