MINISTRO DA SAÚDE PLANEJA INDICAÇÃO PARA DIRETOR DA ANVISA 

//MINISTRO DA SAÚDE PLANEJA INDICAÇÃO PARA DIRETOR DA ANVISA 
O blog de Lauro Jardim, do jornal O Globo, destaca que o ministro da Saúde, Ricardo Barros, tentará emplacar o engenheiro João Abukater Neto na diretoria da Anvisa. Ele foi indicado na quinta-feira (30) à vaga de José Carlos Moutinho. Ex-malufista, mas ainda bastante ligado ao PP de São Paulo, o engenheiro teve cargos no governo Celso Pitta, na capital paulista. “Abukater Neto tem zero afinidade com a área de Saúde. Seu currículo mostra experiência e desempenho em áreas como habitação e construção”, ressalta a publicação.

Pesquisa com ‘pílula do câncer’ é suspensa

Após oito meses de estudo, o governo do Estado do São Paulo resolveu, por falta de “benefício clínico significativo”, suspender a inclusão de pacientes na pesquisa que avaliava o efeito da fosfoetanolamina, a “pílula do câncer”, em pacientes oncológicos. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (31). Conforme a Folha de S.Paulo, de 59 pacientes avaliados até então, apenas um, que tinha melanoma, teve melhora do quadro clínico. “Esse paciente e cerca de outros 20 ainda continuarão recebendo o tratamento, conforme propunha o protocolo de pesquisa. Todos os pacientes estavam em estágio avançado de câncer e outros tratamentos já tinham falhado. O objetivo esperado era uma redução das lesões tumorais em ao menos 20% dos pacientes de cada grupo. O oncologista Paulo Hoff, líder da pesquisa realizada no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, destaca que o resultado está muito aquém do desejável e não há justificativa ética para continuar a pesquisa”, destaca a reportagem.

Governo autoriza reajuste nos medicamentos

O jornal Valor Econômico destaca que os índices do reajuste anual de medicamentos que podem ser aplicados a partir desta sexta-feira (31) pela indústria. “O reajuste médio ponderado é de 2,63% e, no máximo, pode chegar a 4,76%, confirmando cálculo feito anteriormente pela Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). Tanto a Interfarma quanto o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma) destacaram em nota que os índices anunciados “não repõem a inflação passada (IPCA), no acumulado de 12 meses (março de 2016 a fevereiro de 2017) e muito menos os aumentos incorporados à estrutura de custos do setor”.

R$ 135,2 milhões para reabilitação e pesquisas
O site do Ministério da Saúde destaca o investimento de R$ 135,2 milhões na abertura de novos serviços de saúde para assistência às crianças com a síndrome congênita da zika e também para financiar pesquisas relacionadas às doenças causadas pelo Aedes aegypti. “Para ampliar a assistência, foram destinados R$ 125,2 milhões à habilitação de Centros Especializados em Reabilitação (CER) e novas equipes de Núcleos de Apoio de Saúde da Família. Para elaboração de pesquisas sobre doenças causadas pelo mosquito, foram alocados R$ 10 milhões. Deste total, R$ 6 milhões será para criação de um banco nacional de amostras biológicas, relacionados às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, como sangue, urina e saliva. O anúncio dos recursos foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante a abertura do 3º Encontro da Rede Nacional de Especialistas em Zika e doenças correlatas (Renezika).
SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Ministério da Saúde destina R$ 135,2 milhões para reabilitação e pesquisas

Anvisa – Estética e embelezamento dominam quadro de denúncias

Anvisa – Prazo para opinar sobre Dados de VISA está acabando

Folha de S.Paulo – Por falta de eficácia, pesquisa com ‘pílula do câncer’ é suspensa

Folha de S.Paulo – Ministério estuda fracionar vacina de febre amarela para ampliar doses

Folha de S.Paulo – Em crise, Hospital São Paulo suspende internações sem emergência

Folha de S.Paulo – Depressão é a maior causa de incapacitação no mundo, diz OMS

O Estado de S.Paulo – Sem resultados de eficácia, pesquisa com ‘pílula do câncer’ é suspensa

Correio Braziliense – SUS terá atendimento especializado para vítimas de violência
doméstica

Correio Braziliense – Diluir imunizante é ‘ludibriar o povo’, critica especialista

Correio Braziliense – Ministério da Saúde vai dividir doses de vacina contra febre amarela

O Globo – PP indica diretor para Anvisa

Valor Econômico – Governo autoriza reajuste anual de até 4,76% nos medicamentos

Idec – Idec pede aprovação de PL que proíbe venda de refrigerantes em escolas

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.