MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA VENDA DE DADOS DE CLIENTES POR FARMÁCIAS

//MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA VENDA DE DADOS DE CLIENTES POR FARMÁCIAS

O Ministério Público do Distrito Federal iniciou uma investigação, em janeiro deste ano, para apurar se redes de farmácias do país estão repassando ou vendendo dados sigilosos de clientes, após exigir o CPF deles em troca de desconto. Segundo o G1, a suspeita é de que a lista de compra de cada consumidor esteja sendo divulgada para empresas de planos de saúde e de análise de crédito, em uma espécie de mercado paralelo. Para o promotor Frederico Meinberg, coordenador da Comissão de Dados Pessoais do MP, a intenção é “abrir uma caixa preta” e descobrir o uso que farmácias fazem dos dados sensíveis dos clientes. “Em mãos erradas, isso poderia trazer como consequência um contrato mais caro no plano de saúde ou até mesmo a recusa do empréstimo tão sonhado”, destaca a notícia.

 

Cadastro de CPF para conceder desconto ocorre em todo o país



Em janeiro, o Ministério Público enviou ao Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do DF, uma lista com dez perguntas questionando o tratamento que o setor dá para os dados dos clientes e o porquê da exigência do CPF para oferecer descontos. É o que informa o G1. Em resposta, a entidade que representa as farmácias disse que não poderia falar pelos procedimentos adotados por cada uma. Como o combo “CPF+desconto” é uma prática percebida em todo o país, o Ministério pretende enviar já na próxima semana essa lista para as dez maiores redes farmacêuticas do Brasil. Elas terão um prazo de dez dias para responder, por escrito. Se as farmácias confirmarem que dados dos clientes estão sendo compartilhados com terceiros, o Ministério pretende acionar a Justiça para coibir a conduta nacionalmente, com pedido de urgência. “Também não está descartada, mais para frente, a possibilidade de quebra de sigilo de empresas para auxiliar as apurações”, afirma o portal do G1.

 

Informação de qualidade é a base para a tomada de decisão

 

O levantamento das reais necessidades regulatórias e a análise sobre a criação de novas regras para o mercado foram os temas centrais do seminário sobre “Análise de Impacto Regulatório e o processo de qualificação da tomada de decisão nas Agências Reguladoras Brasileiras”, realizado nesta quinta-feira (15), em Brasília. Conforme a Anvisa, durante o seminário, o diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa, afirmou que o tema é de extrema importância e que, sem dúvida nenhuma, a implementação da Análise de Impacto Regulatório é umas das ações mais importantes para as agências. “Ela orienta sobre a avaliação de qual é a melhor escolha regulatória com menor impacto possível, entre outras variáveis. Além disso, cada vez mais a sociedade cobra que as agências expliquem porque tomam certas decisões e se seus impactos estão sendo avaliados”, afirmou Jarbas.

 

SUS vai oferecer novo tratamento para a hepatite C



O SUS passou a oferecer gratuitamente um novo medicamento para a hepatite C. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (15) no Diário Oficial da União. De acordo com o G1, o medicamento estará disponível em 180 dias a partir dessa data. Em comparação com outros tratamentos disponíveis, a introdução da droga no país pode gerar uma economia de 68 a 87 milhões de reais no primeiro ano de adoção, informa relatório de comitê que avaliou a nova droga. O medicamento inibe a reprodução do vírus da hepatite C para que haja menos cópias no organismo e, com isso, menos sintomas associados. O medicamento tem nome comercial de Zepatier e é produzido pela MSD. “No Brasil, estima-se que existam entre 1,4 e 1,7 milhões de pessoas com hepatite C crônica e que ocorram cerca de 10 mil novos casos por ano”, informa o Ministério da Saúde.

 

SAÚDE NA IMPRENSA

Ministério da Saúde – Angola e Brasil cooperam nas áreas de oncologia e doenças falciforme

 

Ministério da Saúde – Ministérios da Saúde de Brasil e Paraguai realizam intercâmbio de Assessorias Internacionais

 

Ministério da Saúde – Em Alagoas, 73 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Na Bahia, 228 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Acre, 11 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Ceará, 125 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Amazonas, 32 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Distrito Federal utiliza práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Amapá, 10 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Espírito Santo, 40 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em Mato Grosso, 71 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em Goiás, 136 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Maranhão, 96 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Novo Protocolo garante tratamento de hepatite C para todos os brasileiros

 

Ministério da Saúde – No Pará, 88 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em Minas Gerais, 564 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Na Paraíba, 113 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em Pernambuco, 122 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Rio Grande do Norte, 92 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Piauí, 105 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em Rondônia, 25 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Paraná, 165 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em Roraima, oito municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Rio de Janeiro, 58 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – No Rio Grande do Sul, 267 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em Santa Catarina, 191 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em Sergipe, 33 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Em São Paulo, 367 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde participa do maior evento sobre tecnologia da informação e comunicação em saúde nos EUA

 

Ministério da Saúde – No Tocantins, 68 municípios utilizam práticas integrativas no tratamento de pacientes do SUS

 

Ministério da Saúde – Ministro da Saúde apresenta avanços na informatização do SUS

 

Ministério da Saúde – Economia da Saúde é tema de palestra em aula inaugural da UFPE

 

ANS – Relatório de Atividades consolida a atuação da Ouvidoria da ANS em 2017

 

ANS – 482ª reunião da DICOL

 

Fiocruz – Votação de projeto de lei que retira detentos do SUS no RJ é adiada

 

Fiocruz – Prêmio Internacional de Neurociência Fiocruz-Servier tem inscrições prorrogadas até 15/4

 

Fiocruz – Amamentação na volta ao trabalho

 

Anvisa – Sistemas de Peticionamento Eletrônico ficarão indisponíveis

 

Anvisa – Informação de qualidade é a base para a tomada de decisão

 

ALESP – Recursos para Santa Casa de Ourinhos

 

ALESP – Ourinhos pede ajuda para Saúde e Infraestrutura

 

ALESP – Assembleia dos servidores do CHS para discutir os problemas do hospital

 

ALESP – Destinação de recursos para Santa Casa de Tanabi

 

Senado Federal – Doentes renais querem ser reconhecidos como pessoas com deficiência

 

Estadão – Blog do MLG – Em saúde, a melhor escolha é a prevenção

 

Estadão – Corrida para todos – Ataque cardíaco é multifatorial

 

Estadão – Fausto Macedo – Procuradoria acusa ex-prefeito por construir posto de saúde em condomínio particular

 

Folha de S.Paulo – São Paulo ignorou último pedido de conselheiro com doença rara

 

G1 – ‘Médico falou que ele não tinha nada’, diz mãe de menino que morreu em UPA

 

G1- CPF em troca de desconto: MP investiga venda de dados de clientes por farmácias

 

G1 – Conheça a luta de pais e filhos que enfrentam doenças raras na família

 

G1 – Termina nesta sexta a campanha de vacinação contra a febre amarela em São Paulo e mais 53 cidades

 

G1 – Mudanças no intestino podem ser sinais de doenças

 

G1 – SUS vai oferecer novo tratamento para a hepatite C

 

G1 – Secretaria de Saúde de Piedade confirma 3ª morte de humanos por febre amarela

 

G1 – Sobe para 14 o número de mortos por febre amarela em Guarulhos

 

G1 – Vacina da febre amarela deve ser tomada até terça para ter eficácia na Páscoa

 

G1 – Sobe para 8 o número de unidades de saúde de Sumaré que aplicam vacina contra febre amarela

 

G1 – Termina nesta sexta a campanha de vacinação contra a febre amarela em São Paulo e mais 53 cidades

 

O Globo – Análise identifica a presença de microplástico em água engarrafada

 

Zero Hora – Em oito dias, 150 certificações internacionais de febre amarela são emitidas em Santa Maria

 

Zero Hora – Único equipamento de tomografia do HPS de Porto Alegre volta a funcionar

 

Zero Hora – Hipnose, ozonioterapia e imposição de mãos: conheça as 10 novas terapias do SUS

 

Correio Braziliense – HRT e HRSam oferecem atendimento específico a vítimas de violência sexual

 

Correio Braziliense – Hospital psiquiátrico de Goiás tem surto de H1N1; 6 pacientes infectados

 

____________________________________________________________________________

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.