MINISTÉRIO PÚBLICO EM PIRACICABA ESTUDA COMO REDUZIR CONTAMINAÇÃO DE ABELHAS PELA PULVERIZAÇÃO DE AGROTÓXICOS

//MINISTÉRIO PÚBLICO EM PIRACICABA ESTUDA COMO REDUZIR CONTAMINAÇÃO DE ABELHAS PELA PULVERIZAÇÃO DE AGROTÓXICOS

Um grupo formado por representantes do meio ambiente da região de Piracicaba, em São Paulo, estuda formas de reduzir a contaminação de abelhas pela pulverização irregular de agrotóxicos nas cidades atendidas pelo Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente, do Ministério Público (MP). De acordo com o portal do G1, o intuito do projeto é colocar em prática novas tecnologias que possam identificar irregularidades na pulverização aérea, além de facilitar a comunicação entre as usinas de cana e os apicultores. Para tentar minimizar o problema, o promotor Ivan Carneiro Castanheiro, representante do MP, explica que uma melhor comunicação entre usina e apicultor poderia ajudar. “Com aplicativos, usina e produtor podem se comunicar sobre as próximas pulverizações, para evitar que as abelhas saiam neste período e corram o risco de voltarem contaminadas”. Outra medida de prevenção, segundo ele, seria a implantação de tecnologias que facilitem o acesso às informações de aeronaves agrícolas. “Com o DGPS, o piloto pode ver com precisão o perímetro onde ele vai aplicar o produto. Além disso, podemos identificar erros de funcionamento da prática e corrigi-los, sejam eles ocasionados por falhas técnicas da aeronave ou por má fé de quem o pratica”.

 

Agricultores descobrem diferentes espécies de abelhas polinizadoras



O Estado de S. Paulo
 destacou que Jim Freese tem um pomar de maçãs, pêras e cerejas. Freese lembra que, quatro anos atrás, suas árvores estavam produzindo pouco e a fazenda tinha problemas financeiros. Como muitos do seu ramo, ele vinha contando com abelhas apis alugadas para a polinização de suas cerejeiras na primavera, além de abelhas silvestres e outras espécies de insetos. Mas, naquele ano, esperava-se uma primavera fresca. “As abelhas apis simplesmente ficam na colmeia quando o clima está mais frio”, disse Freese. Num encontro de horticultura, ele descobriu que as abelhas-azuis poderiam ser usadas para suplementar a polinização das apis, além de voarem com temperaturas mais baixas. Freese comprou 12 mil casulos e os distribuiu pelo pomar, para que as abelhas emergissem quando as árvores florescessem. “Dobramos nossa produção anual de cerejas em relação ao recorde anterior”, disse ele. A polinização dos maiores pomares de cerejeiras e amendoeiras aumentou quando as abelhas-azuis foram usadas junto com as apis, de acordo com estudos recentes. As abelhas apis vão longe em busca de alimento, reproduzem-se sozinhas e vivem em colmeias grandes e fáceis de transportar. “Os dois tipos de abelhas coletam o pólen por meio de técnicas diferentes: a apis recolhe o pólen apenas nas pernas, enquanto a abelha-azul também o recolhe com o abdômen. A altura do seu voo também é diferente”, enfatiza a notícia.

 

Vendas de máquinas agrícolas subiram 30,5% em agosto



A valorização dos preços dos grãos prevaleceu sobre as incertezas em torno dos fretes e sobre o temor quanto a uma eventual proibição do uso de glifosato no país e foi fundamental para o aquecimento do mercado doméstico de máquinas agrícolas no mês passado. É que informa o Valor Econômico. Conforme a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) divulgou na quinta-feira (6), as vendas somaram pouco mais de 5 mil unidades, com altas de 5,9% em relação a julho e de 30,5% na comparação com agosto de 2017. O levantamento da entidade inclui tratores de rodas, tratores de esteiras, colheitadeiras de grãos, colhedoras de cana e retroescavadeiras. Para Alfredo Miguel Neto, vice-presidente da Anfavea, o avanço confirma que o agronegócio brasileiro vive um bom momento, sobretudo com o câmbio favorável às exportações. “Também e é palpável o reflexo positivo da disputa comercial entre EUA e China sobre as cotações da soja e o algodão experimenta alta de preços expressiva”, ressalta o Valor.

 

Brasileiro gosta tanto de coração de frango que não sobra para exportar



O consumo do coração de frango entre os brasileiro é tão intenso que se trata da única parte do frango que não é exportada. O Brasil produz cerca de 6 bilhões de frangos por ano, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Conforme o jornal Folha de S. Paulo, por questões de logística, é mais fácil comprar da Argentina do que de alguns estados do Nordeste ou Norte. Apenas Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, onde comer coraçãozinho faz parte do hábito cotidiano, consomem ao menos 4,2 bilhões de unidades anuais. O coração é considerado um subproduto do frango, diz José Antônio Ribas Junior, presidente da Associação Catarinense de Avicultura e diretor da Seara. Os corações que eventualmente não consumidos são destinados à produção de rações animais. Além do alto consumo interno, há outro motivo para o país não exportar o miúdo: a ausência de um mercado comprador. “Pé de frango é muito valorizado lá fora, em sopas ou crocantes, enquanto aqui não é assim. Da mesma forma ocorre com o coração”, informa Ribas Junior.

 

NA IMPRENSA
Mapa – Maggi ouve de embaixador chinês que problema com açúcar e aves será resolvido 

 

Mapa – Ação conjunta do Brasil e Venezuela visa erradicar a doença no país vizinho

 

Mapa – Missão à Turquia deve ampliar exportações do agro

 

MMA – Encontro reúne jovens pelo meio ambiente

 

MMA – Edital terá R$ 162 milhões para reservas extrativistas

 

Embrapa – Cultivo de grão-de-bico é testado no sistema orgânico e ampliado no MT

 

Embrapa – Sistema de Produção Sustentável de Criação de Galinhas Caipiras é tema de dia de campo em Urbano Santos

 

Embrapa – Workshop sobre a doença ‘Podridão Olho de boi’ das maçãs confirma: é necessário mais pesquisa!

 

Embrapa – Choque térmico nos frutos de açaí é recomendação para eliminar transmissor da Doença de Chagas

 

Embrapa – Bolsistas discutem ciência profissional

 

Embrapa – Embrapa disponibiliza manual ilustrado de poda da videira

 

Embrapa – Resultados do projeto Rural Sustentável são discutidos com BID e DEFRA

 

Embrapa – Assistência técnica do Paraná participa de capacitação em boas práticas agrícolas

 

Embrapa – Será no mês de outubro o 2º Curso de Drone aplicado ao agronegócio

 

Embrapa – Embrapa Solos e Ceptis firmam compromisso para futuras parcerias

 

Embrapa – Prosa Rural: Dicas para identificação e manejo de pragas em pastagens

 

Embrapa – Prosa Rural: Boas práticas para redução de perdas e desperdícios de alimentos

 

Embrapa – Artigo: A hora e a vez do Estado transversal

 

Ibama – Ibama resgata onça preta em condomínio de Belém (PA)

 

Ibama – Ibama controla incêndios florestais em MG, RO, MT e CE

 

Fiocruz – ICTB oferece curso de atualização em genética de camundongos

 

Senado Federal – Givago Tenório defende agilidade nos registros de agrotóxicos no Brasil

 

O Estado de S. Paulo – Governo começa nesta semana a fiscalizar cumprimento da tabela do frete

 

O Estado de S. Paulo – Agricultores descobrem diferentes espécies de abelhas polinizadoras

 

O Estado de S. Paulo – Uma oferta urbano-rural

 

Folha de S. Paulo – Brasil e China expõem dificuldades e caminhos nas relações comerciais

 

Folha de S. Paulo – Latam decide fechar capital da Multiplus e oferece R$ 27,22 por ação

 

Folha de S. Paulo – Brasileiro gosta tanto de coração de frango que não sobra para exportar

 

Folha de S. Paulo – Salvação da lavoura

 

Folha de S. Paulo – A associação da Embraer com a Boeing

 

Folha de S. Paulo – Biotecnologia brasileira em destaque

 

Folha de S. Paulo – Estado agrícola enfrenta dilema da guerra comercial

 

G1 – Produção e venda de máquinas agrícolas crescem em agosto, diz Anfavea

 

G1 – Missão brasileira vai ao Egito apresentar projeto para ampliar exportação de carne

 

G1 – Tabela de fretes: ANTT publica norma que permite punir quem descumprir valores

 

G1 – Com apelo comercial, cambuci vira símbolo da preservação da Mata Atlântica

 

G1 – Produção de mel cresce no norte de Minas Gerais

 

G1 – Bahia colhe sua segunda melhor safra de algodão na história

 

G1 – Pesquisadores lutam para preservar o jaborandi, e coleta de folhas é autorizada no sudeste do Pará

 

G1 – Fazenda de café corta custos e remunera mais com técnicas de administração

 

G1 – Ministério Público em Piracicaba estuda como reduzir contaminação de abelhas pela pulverização de agrotóxicos

 

G1 – Marina diz que bancada ruralista ‘não representa conjunto do agronegócio’ e defende produção sustentável

 

Valor Econômico – Vendas de máquinas agrícolas subiram 30,5% em agosto

 

Valor Econômico – Cade aprova compra da NTC pela John Deere

 

Valor Econômico – Índice Ceagesp registra alta de 5,86% em agosto com tempo frio e seco

 

Valor Econômico – Derivados de trigo devem subir ainda mais

 

Valor Econômico – OIC eleva de novo previsão de déficit global de café na safra 2017/18

 

Valor Econômico – Os negócios de quem mantém a floresta viva

 

Valor Econômico – Não falta dinheiro para agricultura de impacto

 

Valor Econômico – Viva a floresta

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Confederação da Agricultura e Pecuária busca liminar para suspender tabela de frete

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Varejo diz que carne não ficou mais cara no RS

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Glifosato: saiu um peso das costas do produtor

 

Zero Hora – Everton Carbone: Instrução Normativa 62 é desafio para o setor de leite

 

Zero Hora – Glifosato: entre vilão e salvador da safra

 

Zero Hora – Tecnologia: trator que anda sozinho é só o começo

 

Zero Hora – Pela primeira vez no Brasil, AgUrb discutirá produção de alimentos e o consumo urbano

 

Portal Agro Revenda – Monitoramento aéreo é aliado da citricultura brasileira no combate sustentável de pragas e doenças

 

Panorama Farmacêutico – Califórnia proíbe venda de cosméticos testados em animais

 

Mais Soja – Biodiesel agrega valor, gera quatro vezes mais empregos e reduz emissões de gases de efeito estufa

 

Mais Soja – Flutuação populacional de percevejos na soja em um pivô central e áreas adjacentes

 

Mais Soja – Soja: Liquidez segue lenta no Brasil, mas demanda externa sustenta preço

 

Mais Soja – Milho: Preço cai em SP, mas sobe no centro-oeste e no sul

 

Mais Soja – Como evitar as doenças de solo

 

Mais Soja – Aprosoja começa coletas para pesquisa da qualidade de sementes de soja em MT

 

Mais Soja – Tecnologia no campo: FOX® Xpro é o novo aliado dos cotonicultores brasileiros

 

______________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.