INDÚSTRIA NOS ESTADOS UNIDOS ADMITE PROPINA A MÉDICOS DO SUS

//INDÚSTRIA NOS ESTADOS UNIDOS ADMITE PROPINA A MÉDICOS DO SUS
A empresa norte-americana de dispositivos médicos Zimmer Biomet Holdings Inc. admitiu à Justiça dos Estados Unidos o pagamento de propinas a médicos do SUS em troca de facilitação na venda de produtos a hospitais públicos brasileiros. A informação consta de investigação feita pelo governo americano em que a multinacional, que atua em mais de cem países, é acusada de violar legislação que proíbe práticas de corrupção no exterior (a FCPA, Foreign Corrupt Practices Act, de 1977). Segundo documentos a que reportagem do jornal Valor Econômico teve acesso, a corrupção teria ocorrido entre 2000 e 2008 e envolveu pagamentos de comissões de 10% a 20% do valor de produtos da empresa, que, entre outros, fabrica próteses para cirurgias de quadril e de joelho. A confissão da Zimmer sobre propinas pagas a médicos do SUS foi utilizada por advogados da Abramge para respaldar a denúncia de fraudes também no setor privado. Em sua defesa nos EUA, a Zimmer diz que a admissão à Justiça americana de pagamento de propina refere-se apenas a médicos de hospitais públicos e não pode ser estendida ao do setor privado. Na última quinta-feira (29), a Abramge protocolou documento no Ministério da Saúde em que formalizou a denúncia feita verbalmente em 29 de maio. O Valor ressalta que, em nota, o Ministério da Saúde disse que o ministro Ricardo Barros havia pedido à Abramge o envio formal do pedido para investigação do caso, mas que isso ocorreu apenas agora.

Associação quer prioridade para doença de Huntington

Depois que a doença de Huntington foi reconhecida pelo papa Francisco, em junho, como uma patologia que precisa ser priorizada por autoridades no mundo todo, pacientes brasileiros e familiares intensificam ações para que a doença tenha melhor tratamento no país. A doença de Huntington é uma patologia rara e degenerativa que afeta de 13 mil a 19 mil pessoas no Brasil, de acordo com levantamento cadastral da Associação Brasil Huntington (ABH). O jornal Valor Econômico destaca que pesquisadores, profissionais de saúde, pacientes e familiares, representados pela ABH, têm tentado influenciar governos para liberar mais recursos para aquisição de medicamentos, formação de profissionais, pesquisas e construção de equipamentos de saúde mais adequados. Outra bandeira da ABH é a pressão no Congresso para que a patologia seja incluída no rol de doenças graves e incuráveis, o que permitiria a concessão de aposentadoria compulsória ou acesso ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), como ocorre, por exemplo, com pacientes de aids e câncer. Sobre medicamentos para a doença de Huntington, o ministério reiterou que não há drogas específicas para a patologia e as prescritas para minimizar sintomas “estão sob competência de disponibilização dos municípios”.

Fertilidade masculina também é afetada pelo relógio biológico

Homens relutantes em iniciar uma família devem se preocupar com o avanço da idade, sugere uma pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade Harvard. É o que informou o site da BBC. Os resultados da pesquisa serão apresentados na terça-feira (4), no congresso da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia, em Genebra, e mostram que a taxa de sucesso de tratamentos de fertilização in vitro é afetada pela idade dos homens. De acordo com o jornal O Globo, os pesquisadores analisaram dados de aproximadamente 19 mil ciclos de tratamento de fertilização in vitro na região de Boston, entre 2000 e 2014. “Em 2016, um estudo realizado pela Universidade de Copenhague mostrou que pais com mais idade têm maiores chances de terem filhos com autismo. Isso é resultado da qualidade do esperma, que decai com o envelhecimento. Além disso, a quantidade de esperma produzido também é afetada pela idade”, afirma a notícia.

OMS planeja classificar vício em jogos eletrônicos como distúrbio psiquiátrico

Pressionada por médicos e acadêmicos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) deverá passar a classificar o vício em games como um transtorno psiquiátrico. Conforme reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, a proposta está em discussão nos comitês que cuidam da revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID), manual publicado pela OMS que traz a definição e os códigos das patologias e que serve de parâmetro para o trabalho de médicos de todo o mundo. Sua versão preliminar lista o transtorno do jogo (ou gaming disorder, em inglês) como distúrbio psiquiátrico. Hoje, por não ser reconhecido como doença, esse tipo de comportamento seria classificado no grupo de “outros transtornos de hábitos e impulsos”. A possível inclusão do gaming disorder na CID-11 foi debatida no World Congress on Brain, Behavior and Emotions – congresso sobre o cérebro realizado em Porto Alegre entre os dias 14 e 17 de junho – e confirmada pela OMS ao jornal O Estado de S.Paulo. Para os médicos e a própria OMS, incluir o transtorno do jogo na CID-11 facilitaria o trabalho dos especialistas no diagnóstico e tratamento do problema, destaca a reportagem.

SAÚDE NA IMPRENSA
Senado Federal – Direito a tratamento para pessoas com doenças raras será debatido na CAS

Senado Federal – Comissão de Relações Exteriores aprova acordo sobre uso do mercúrio

Câmara dos Deputados – Seminário internacional vai discutir inovações tecnológicas em saúde pública

Câmara dos Deputados – Comissão especial vai discutir inovação e incorporação tecnológica em genética

Câmara dos Deputados – Comissão especial debaterá mudanças nas normas dos planos de saúde

Câmara dos Deputados – Rescisão unilateral de plano de saúde é tema de audiência na terça-feira na Câmara

Câmara dos Deputados – Especialistas defendem ampliação de cobertura dos planos de saúde

Câmara dos Deputados – Bancada gaúcha lança movimento para construção de Hospital do Câncer

Folha de S.Paulo – Paciente com HIV mais longevo do HC-USP espera cura e vida sem remédio

Folha de S.Paulo – Em meio a crise financeira, Curitiba corta reciclagem e agentes de saúde

Folha de S.Paulo – Soraya S.Smaili – São Paulo quer o seu hospital

Folha de S.Paulo – Julio Abramczyk – A relação entre morte súbita e prática esportiva

Folha de S.Paulo – Transtorno disfórico pré-menstrual: a ‘super TPM’ que leva algumas mulheres à internação psiquiátrica

Valor Econômico – Associação quer prioridade para doença de Huntington

Valor Econômico – Indústria admite nos EUA propina a médicos do SUS

Correio Braziliense – Tratamentos combatem a diabetes e reduzem risco de problemas no coração

Correio Braziliense – Proteínas vegetais, como feijão e pão preto, evitam menopausa precoce

Zero Hora – Instituto Vital Brazil desenvolve medicamento inédito contra veneno de abelha

O Estado de S.Paulo – OMS planeja classificar vício em jogos eletrônicos como distúrbio psiquiátrico

O Estado de S.Paulo – Tratamento envolve psicoterapia e até remédio para depressão

O Estado de S.Paulo – Médico é condenado por resultado errado em exame de sífilis

O Globo – Fertilidade masculina também é afetada pelo relógio biológico

Agência Saúde PR – Hemepar lança aplicativo para fidelizar doadores de sangue

Gazeta do Povo – Centro de Diabetes oferece teste gratuito de glicemia nesta segunda-feira

Portal Ternura FM – SAÚDE: Mais de 14 milhões de brasileiros têm diabetes

Expresso MT – Vigilância Sanitária lança manual de insumos farmacêuticos

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.