INDICAÇÃO DE TEMER PARA DIRETORIA DA ANVISA SOB RISCO 

//INDICAÇÃO DE TEMER PARA DIRETORIA DA ANVISA SOB RISCO 
O blog de Lauro Jardim, do jornal O Globo, destaca que a indicação do engenheiro João Abukater Neto para a vaga de José Carlos Moutinho na diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), feita por Michel Temer no mês de abril, está num impasse. Segundo a publicação, o PP tem cobrado o ministro Ricardo Barros, dizendo não estar 100% satisfeito com o nome de Abukater, que credita mais ao diretório do partido em São Paulo do que à legenda como um todo. “Mas o grande obstáculo para Abukater se chama Marta Suplicy, presidente da Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS), que tem reservas a Abukater por suas passagens por administrações de adversários na Prefeitura de São Paulo — Celso Pitta e Fernando Haddad. Marta e uma parte da bancada do PMDB estão tentando indicar novamente Moutinho, cujo mandato termina nesta sexta-feira (12). Enquanto isso, a indicação de Abukater está parada na CAS e pessoas próximas a Marta dizem que ela cogita escolher como relator da indicação um senador da oposição”, diz o texto.

Medicamentos inovadores são prioridade para registro 

Publicação do portal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ressalta que embora existam 25 mil medicamentos no mercado brasileiro, pouco mais de 12 mil foram comercializados em 2016. Ou seja, apenas metade dos produtos registrados pelos laboratórios farmacêuticos foram colocados no mercado em 2016. “Por isso, a Anvisa tem investido no registro daqueles medicamentos que trazem mais impacto para a saúde da população, seja aumentando a concorrência de mercado, que puxa os preços para baixo, ou aprovando tratamentos inéditos no país”, diz trecho do texto. “Atualmente a Anvisa está reavaliando os critérios de prioridades para registro de medicamentos. Isso porque a Lei nº 13.411, de 28 de dezembro de 2016 definiu novos critérios e prazos para o registro de medicamentos. A Resolução RDC nº 37/2014, que disciplinava os critérios e a pontuação para obtenção de priorização de análise de petições de medicamentos e produtos biológicos foi revogada no dia 29 de março de 2017, para permitir a adequação aos novos critérios. A lei prevê que a Anvisa definirá os critérios de enquadramentos de petições como ‘prioritárias’ ou ‘ordinárias’, especificando prazos próprios para resposta da Anvisa em cada caso”, destaca a publicação no site da Anvisa.

Sociedade Brasileira de Imunizações lança aplicativo Minhas Vacinas

O jornal O Estado de S.Paulo destaca o lançamento do aplicativo Minhas Vacinas, iniciativa da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), com apoio da Pfizer. A ferramenta para smartphones e tablets com sistemas operacionais iOS e Android permitirá que o usuário crie uma carteira de vacinação digital, com informações como calendário de vacinação, imunizantes para cada perfil e disponibilidade de doses na rede pública e particular de Saúde. “O aplicativo permitirá ainda, por exemplo, o cálculo da próxima dose de uma vacina, a partir da inserção da data da primeira vacina no sistema. Quando a data se aproximar, a ferramenta emitirá alertas sobre a necessidade de comparecimento à unidade de saúde. A plataforma também pode ser acessada por meio do portal www.sbim.org.br. A plataforma traz ainda comentários sobre cada uma das vacinas indicadas.

Novas regras para pedido de cancelamento de plano de saúde 

Começam a valer nesta quarta-feira (10) as novas regras estabelecidas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para cancelamento do contrato do plano de saúde a pedido do beneficiário. De acordo com o site da ANS, a Resolução Normativa nº 412 se aplica aos chamados planos novos, ou seja, aos contratos celebrados após 1º de janeiro de 1999 ou adaptados à Lei nº 9.656, de 1998. Antes dessa norma, não havia regras específicas sobre o tema. A norma estipula regras para o cancelamento de acordo com cada tipo de contratação do plano (individual, coletivo empresarial ou coletivo por adesão), define responsabilidades das partes envolvidas, obriga as operadoras a emitirem comprovante de ciência do pedido de cancelamento e determina os prazos para entrega de tais comprovantes. “O objetivo da ANS ao editar a norma é extinguir possíveis ruídos na comunicação entre beneficiário e operadora no momento em que o primeiro manifesta sua vontade de cancelar o contrato de plano de saúde para si ou para seus dependentes e assegurar os direitos dos consumidores”, destaca a nota.

SAÚDE NA IMPRENSA

Inca – Dia Mundial sem Tabaco 2017 vai alertar para os danos ao desenvolvimento causados pela produção de fumo

ANS – Começam a valer as novas regras para pedido de cancelamento de plano de saúde

Anvisa – Interditado lote de suplemento para nutrição enteral da Frebini

Anvisa – Medicamentos inovadores são prioridade para registro

Anvisa – STJ decide sobre propaganda de bebida alcóolica

Folha de S.Paulo – Médicos dos EUA mudam instrução para detecção de câncer de próstata

Folha de S.Paulo – Após macas em corredor, hospitais de SP deverão rever salas de observação

O Estado de S.Paulo – Sociedade Brasileira de Imunizações lança aplicativo Minhas Vacinas

O Estado de S.Paulo – Impasse no Mais Médicos será discutido entre representantes de Brasil e Cuba nesta quarta

Correio Braziliense – Em experimento, substância da maconha ajuda a memória de ratos mais velhos

O Globo – Nigerianos enfrentam maior surto de meningite C em nove anos

Blog Lauro Jardim: Indicação de Temer para diretoria da Anvisa sob risco 

Jornal Metro – Infecção hospitalar atinge 14% de pacientes

Jornal Ibia – Vacina contra pneumonia exige um cadastro prévio

DM – Ministro da Saúde garante apoio à criação do Instituto de Diabetes em Goiânia

Blog Ângelo Rigon – Fechamento de Farmácia Popular prejudica pacientes de baixa renda, afirma especialista

Portal Hospitais Brasil – Tratamento para hemofílicos no Hospital do Fundão beneficia pacientes de todo o país

Portal do Zacarias – Hemoam atinge, pela sexta vez, 100% de satisfação na avaliação nacional da qualidade dos Hemocentros

Jornal Web Digital – Centro de Oncologia do Hospital Sírio Libanês — Unidade Brasília investe em pesquisa clínica

Dourados Informa – Tuberculose em presídios impacta nos números da doença em MS

Folha do ABC – Governo fecha as 393 unidades da Farmácia Popular, neste mês

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.