GOVERNO FAZ NOVO CÁLCULO E MP DAS DÍVIDAS RURAIS TERÁ IMPACTO DE R$ 5 BILHÕES

//GOVERNO FAZ NOVO CÁLCULO E MP DAS DÍVIDAS RURAIS TERÁ IMPACTO DE R$ 5 BILHÕES

O Ministério da Fazenda fechou nesta quarta-feira (5) um novo cálculo de impacto orçamentário causado pela Medida Provisória (MP) que autoriza a renegociação de dívidas rurais. É o que informa o jornal Folha de S.Paulo. O texto, aprovado na Câmara nesta terça-feira (4) e ainda pendente de votação no Senado, vai gerar custo de R$ 5,3 bilhões à União. O relator da matéria, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirma que a versão final do projeto gera um custo de R$ 2 bilhões ao governo. Na noite desta terça, durante a análise em plenário, representantes da liderança do governo na Câmara ainda afirmavam que o projeto traria custo de R$ 17 bilhões. Com esse argumento, disseram que a ordem do Planalto era de não votar a matéria. O texto acabou sendo aprovado, mas agora o cálculo do governo prevê um impacto de menos de um terço desse valor. “Se for mantido no mesmo formato aprovado pela Câmara, o Ministério da Fazenda avalia se vai sugerir a Temer o veto dos trechos que ampliaram benefícios e levaram o impacto inicial de R$ 1,6 bilhão para R$ 5,3 bilhões”, enfatiza o jornal.

 

Nova tabela de frete faz custo extra com escoamento chegar a US$ 5 bilhões



O Estado de S.Paulo destacou que após o reajuste de 5% na tabela de fretes, confirmado nesta quarta-feira (5), pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) elevou de US$ 4 bilhões para US$ 5 bilhões a sua previsão de custo extra com frete para escoar a safra de soja e milho em 2019. Conforme o diretor-geral da associação, Sérgio Mendes, o reajuste da tabela e a decisão da Anec de começar a fiscalizar o cumprimento da medida estimulam as empresas a priorizar a compra de grãos com entrega em fábricas e no porto, ou seja, deixando o custo do frete com o vendedor. Para Mendes, tradings podem até retomar a compra futura da safra 2018/19 de soja, mas vão contabilizar uma margem de segurança para a incerteza sobre o custo do transporte. “Na avaliação de Mendes, a negociação tende a ser lenta na expectativa de uma solução no próximo governo. Enquanto isso, a exportação de milho deve ser prejudicada”, afirma a matéria.

 

Monsanto e reação no Brasil motivam aumento de 40% das vendas da Bayer



Impulsionadas pela aquisição da americana Monsanto, concluída no início de junho, as vendas globais da divisão agrícola da Bayer registraram forte aumento no segundo trimestre deste ano. De acordo com o Valor Econômico, o montante alcançou € 3 bilhões, um crescimento de quase 40% em relação a igual intervalo de 2017. Segundo informou a multinacional alemã, a Monsanto respondeu por € 543 milhões desse total. O aumento das vendas também refletiu a normalização dos estoques no Brasil, segundo maior mercado de defensivos do mundo. Em relatório, a Bayer confirmou que expandiu consideravelmente o negócio de sementes, especialmente de soja e milho, depois da aquisição da Monsanto. E que o negócio de herbicidas também cresceu. Com a americana, a alemã avançou sobretudo nas Américas do Norte e Latina. O avanço dos resultados deu combustível para a Bayer mais uma vez defender que a aquisição da Monsanto foi um bom negócio, apesar dos processos judiciais que ‘herdou’ envolvendo o defensivo glifosato, que desenvolveu a semente transgênica resistente a ele. “Mesmo com o aumento de processos envolvendo o produto, o presidente da Bayer, Werner Baumann, disse não se arrepender da transação”, informa o Valor.

 

Vacas produzem quase 20% a mais de embriões em áreas sombreadas



Vacas que vivem em áreas sombreadas em sistemas integrados de produção têm apresentado resultados satisfatórios também quando o assunto é eficiência reprodutiva. Conforme o portal da Embrapa, estudo que compara as vacas a pleno sol com as que têm acesso à sombra foi desenvolvido na Embrapa Pecuária Sudeste em um projeto que avaliou o conforto térmico e a eficiência reprodutiva, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e pela Embrapa. O estudo foi apresentado pela doutoranda Amanda Prudêncio Lemes, da Universidade Estadual Paulista de Jaboticabal, que foi orientada pela professora Lindsay Gimenes, da Unesp, e coorientada pelo pesquisador Alexandre Rossetto, da Embrapa. De acordo com Rossetto, o estudo indica que as vacas que vivem em pleno sol apresentaram taxa de produção de embriões de 36%. Já as que vivem em área sombreada tiveram um incremento nessa taxa, que chegou a 43%. “Esse aumento equivalente a quase 20% representa um impacto significativo, segundo Rossetto, especialmente porque o experimento foi realizado em um sistema já ajustado e que apresenta boas taxas de produção de embriões”, destaca o portal.

 

NA IMPRENSA

 

 

Mapa – Ministro participa de Seminário Brasil e China em São Paulo

 

Mapa – Egito recebe bem proposta de certificação eletrônica para exportação de carnes

 

Aviação Civil – Principais aeroportos do país devem movimentar 1,5 milhão de passageiros no feriado prolongado

 

Embrapa – Vacas produzem quase 20% a mais de embriões em áreas sombreadas

 

Embrapa – Pesquisador discute importância de fungos para agroecologia em evento na Amazônia

 

Embrapa – Embrapa desenvolve metodologia inovadora para avaliar fatores de sucesso na piscicultura

 

Embrapa – Estudantes exploram os potenciais da Caatinga em visita à Embrapa

 

Embrapa – Projeto Balde Cheio investe em sustentabilidade

 

O Estado de S.Paulo – Nova tabela de frete faz custo extra com escoamento chegar a US$ 5 bi

 

Folha de S. Paulo – Candidatos pedem votos em defesa dos animais

 

Folha de S. Paulo – Governo faz novo cálculo e MP das dívidas rurais terá impacto de R$ 5 bilhões

 

Folha de S. Paulo – Acordo da Gol com companhia de táxi aéreo abre novo mercado em aviação

 

Folha de S. Paulo – Receitas com soja já beiram US$ 38 bilhões neste ano

 

G1 – Ação contra mudança climática renderia US$ 26 trilhões à economia mundial, diz estudo

 

G1 – Governo eleva preço do frete em 5%, em média, após alta do diesel

 

G1 – Com crescimento de US$ 720,8 milhões, exportações de MS têm melhor segundo quadrimestre da história

 

G1 – Brasil deve perder liderança na produção de açúcar para Índia

 

G1 – Nova tabela de fretes aumenta custos e traz incertezas para a economia, diz CNI; veja repercussão

 

G1 – Bayer corta previsão de lucro com atraso na compra da Monsanto e ações judiciais

 

G1 – Associação eleva novamente estimativa recorde de exportação de soja do Brasil

 

G1 – Orçamento de 2019 prevê menos recursos para agricultura familiar e igualdade racial; Bolsa Família terá R$ 3,5 bi a mais

 

G1 – Em lançamento de Atlas do Agronegócio, debate foi sobre caminho mais democrático dos alimentos

 

Valor Econômico – Melitta inaugura em Varginha unidade que teve aportes de R$ 40 milhões

 

Valor Econômico – Forte queda nos estoques globais de algodão

 

Valor Econômico – Nova tabela de fretes contraria agricultores

 

Valor Econômico – Milho avança na safra de verão

 

Valor Econômico – Exportação global de café cresceu 4,7% em julho deste ano

 

Valor Econômico – STF julga inconstitucional lei do RS sobre fiscalização de transgênico

 

Valor Econômico – Monsanto e reação no Brasil motivam aumento de 40% das vendas da Bayer

 

Valor Econômico – Abiove eleva previsão para embarque de soja este ano

 

Valor Econômico – FAO confirma tendências de alta dos cereais e de queda do açúcar

 

Valor Econômico – Sky Airline, aérea chilena de baixo custo, pede para operar no Brasil

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Preço da carne está menor para o produtor e maior para o consumidor

 

Primeira Hora – Campanha orienta sobre cuidados com as sementes de soja no período do carregamento e armazenagem

 

Mais Soja – I Workshop sobre o uso de drones na agricultura

 

Mais Soja – Algodão TMG cresce 66% de área plantada

 

Mais Soja – CNA debate política monetária brasileira e os impactos para o setor agropecuário

 

 

Mais Soja – Novo lagarticida a base de baculovírus é apresentado no CBE

 

Mais Soja – Colheita de trigo inicia com atraso no Paraná

 

Mais Soja – Agro defende avanços nas negociações para acordo de livre comércio com Coreia do Sul

 

Mais Soja – Tecnologia baseada em IA vai ajudar agricultores a analisar a saúde do solo e água

 

Mais Soja – CNA participa de Diálogo Agrícola Brasil-Argentina

 

______________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.