ENTIDADES AGRÍCOLAS COBRAM REDUÇÃO DO JURO DO CRÉDITO RURAL

//ENTIDADES AGRÍCOLAS COBRAM REDUÇÃO DO JURO DO CRÉDITO RURAL
Com a redução da taxa básica para 7%, o setor primário ficou com a sensação de prejuízo. É que o juro do crédito rural – entre 7,5% e 8,5% nas linhas de custeio e de comercialização – fica maior do que a Selic. O Zero Hora enfatiza que o governo federal ao anunciar o Plano Safra, em junho, ressaltou ter cortado um ponto percentual dos financiamentos – e dois pontos percentuais no Inovagro e no Programa para Construção e Ampliação de Armazéns. No entanto, já era alertado por entidades do setor para o descompasso em relação aos cortes feitos pelo Comitê de Política Monetária (Copom). No Plano Safra passado, por exemplo, os financiamentos agrícolas tinham taxas médias entre 8,5% e 9,5%, enquanto a Selic estava na casa de 14,25%. Na prática, aliás, o agricultor vem recorrendo cada vez menos ao sistema oficial. Levantamento da Farsul, com base no número de contratos, mostra que de cada quatro produtores que tomaram crédito em 2015, um não buscou financiamento em 2017. “O dinheiro anunciado é maior do que o efetivamente emprestado, o que, na avaliação da entidade, mostra maior seletividade dos bancos”, frisa a reportagem.

Veterinários de Hong Kong auditam inspeção sanitária brasileira

Uma missão veterinária de Hong Kong inspecionará frigoríficos produtores de carne bovina, suína e de aves, a partir desta segunda-feira (11) até a próxima quinta-feira (14). No roteiro sugerido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento serão auditados quatro frigoríficos no estado de São Paulo. Os chineses também foram convidados a visitar uma propriedade no interior paulista e o Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro), de Campinas, São Paulo. Luís Rangel, secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, disse que “Hong Kong é um grande mercado para a carne brasileira. Apesar dos problemas registrados com a carne do Brasil em 2017, foi um dos clientes mais compreensivos. Não bloqueou nossas exportações, mas fez uma série de exigências de verificação, o que era de se esperar”. De acordo com o portal do Mapa, dados do sistema Agroestat do Mapa registram que o Brasil embarcou US$ 14,2 bilhões em carnes para Hong Kong em 2017. “A meta de Hong Kong é entender melhor a inspeção sanitária brasileira e propor ao Mapa uma lista inicial de empresas aptas a exportar”, afirma a publicação.

É papel de todos, diz Blairo Maggi, sobre o combate ao mosquito da dengue

O Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, participou do Dia Nacional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti na Chapada dos Veadeiros (MT). Conforme o portal do Mapa, no Dia Nacional de Combate ao Mosquito, uma ação integrada e simultânea em vários locais do país contou com a participação de ministros, governadores e prefeitos. No Mato Grosso, o ministro Blairo Maggi encontrou autoridades locais na Praça Central e depois foram à Escola Municipal Professora Abinel de Freitas Pereira onde houve apresentação a alunos dos estágios de desenvolvimento do mosquito por agentes de saúde no mini laboratório escolar. Dirigindo-se às crianças, lembrou os danos que o mosquito causa durante a gravidez, como a geração de um bebê com microcefalia, e a importância que deve ser dada ao assunto. Com a proximidade do verão, o governo federal intensificará sua atuação contra o mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre Chikungunya. Nesse período, há maior proliferação natural da espécie. Além do alerta das autoridades, agentes de saúde e de defesa civil visitaram residências, escolas, órgãos públicos, canteiros de obras e outros locais para conscientizar a população sobre a importância do engajamento de todos na luta contra o Aedes aegypti.

Aposentadoria de veteranos pode deixar Ibama órfão de fiscalização

Às vésperas da aposentadoria, integrantes das primeiras levas de fiscais do Ibama se preparam para pendurar os coletes em meio à incerteza em relação ao futuro do órgão. Segundo eles, a lenta reposição dos quadros da fiscalização de campo será incapaz de compensar a grande debandada prevista para os próximos três anos -e as ações nas áreas de floresta deverão ser as mais prejudicadas. É o que informa a Folha de S.Paulo. As queixas, em geral, se referem às condições de trabalho e ao valor das diárias, fixo para qualquer região do país, seja ela isolada ou não. Também não há adicional de periculosidade, pois o risco é considerado inerente à atividade. Mesmo com as dificuldades, quase todos dizem esperar com um aperto no peito o momento da despedida. A adaptação a uma vida “normal”, admitem, será o maior desafio. “Com 3.370 servidores lotados atualmente em seus quadros, o Ibama calcula que deverá perder cerca de 1.300 deles em razão de aposentadorias até 2022. Quase metade dos servidores que estão designados para atividades de fiscalização tem mais de 50 anos. A estimativa do órgão é que cerca de 15% dos 950 agentes ambientais têm condições para se aposentar”, diz à Folha.

NA IMPRENSA
Mapa – É papel de todos, diz Blairo Maggi, sobre o combate ao mosquito da dengue

Mapa – Brasil vai exportar ovos in natura e processados para a África do Sul

Mapa – Maggi inaugura nova Embrapa Territorial em Campinas

Mapa – Governo mantém preço mínimo do quilo da uva em R$ 0,92

Mapa – Veterinários de Hong Kong auditam inspeção sanitária brasileira

Mapa – Soja em grãos bate recorde em volume exportado no mês de novembro

MMA – Programa Água Doce planeja 2018

MMA – Aberta consulta pública sobre teor de chumbo

MMA – Seminário de eficiência energética abre inscrições

Embrapa – Embrapa lança cultivar de maracujá doce

Embrapa – Cadeia produtiva de hortaliças ganha mapeamento de 13 culturas

Embrapa – Embrapa e Inovagri lançam livro sobre agricultura irrigada

Embrapa – Cursos capacitam profissionais ligados a órgãos ambientais na coleta e manejo de sementes florestais

Ibama – Ibama identifica fraudes em 21 madeireiras de MG

ALESP – CPI de Maus-Tratos investiga a caça de javalis

Câmara dos Deputados – Comissão de Agricultura rejeita projeto que proíbe abate de cavalos

Câmara dos Deputados – Plenário pode votar alterações em parcelamento de dívidas de produtores rurais

Folha de S.Paulo – (Conteúdo Folha Alterado) – Saída de grãos pelo norte cresce, mas não vence aumento de demanda

Folha de S.Paulo – Ministros usam voos da FAB para dar carona a parentes e lobistas

Folha de S.Paulo – Queda da Selic permite troca de dívidas caras por baratas

Folha de S.Paulo – Aposentadoria de veteranos pode deixar Ibama órfão de fiscalização

Folha de S.Paulo – Ipê atrai exploração ilegal para terras indígenas no noroeste de Mato Grosso

Folha de S.Paulo – Mortes: Vice-governador e deputado federal por SC

Folha de S.Paulo – Mercosul quer oferta melhor em carnes para avançar com UE

G1 – Pesquisa descobre como atrair inseto do greening e vai ajudar a controlar doença

G1 – Bezerra gir leiteiro é clonada para melhorar a produção de leite no Brasil

G1 – Criadores de suínos do PR terminam 2017 com mercado em expansão

G1 – Nível acima da média da Barragem de Boacica (AL) beneficia cultivo de arroz

G1 – Qualidade da cana produzida melhora apesar da diminuição da produção

G1 – Pesquisadores brasileiros descobrem soro que combate veneno de abelhas

O Estado de S.Paulo – Roberto Rodrigues – Salada indigesta

O Estado de S.Paulo – Os desafios do agronegócio

O Estado de S.Paulo – Broadcast Agro – Brasil reforça parceria comercial com o Iraque

Zero Hora – Entidades agrícolas cobram redução do juro do crédito rural

Zero Hora – Mitos e verdades sobre os alimentos

Zero Hora – O que são e como combater manchas brancas na rúcula?

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.