DEPOIS DE AVANÇOS TECNOLÓGICOS, FUTURO DA MEDICINA DEVE PASSAR CADA VEZ MAIS PELA EMPATIA

//DEPOIS DE AVANÇOS TECNOLÓGICOS, FUTURO DA MEDICINA DEVE PASSAR CADA VEZ MAIS PELA EMPATIA

Nos dias que antecederam o Dia do Médico, celebrado nesta quinta-feira (18), o jornal Folha de S. Paulo conversou com profissionais para coletar suas impressões sobre a carreira, as mudanças nela e o futuro da profissão. O que se pode afirmar é que o foco da atuação médica deve ser cada vez menos o controle sobre o destino do paciente e mais a mediação, o desenvolvimento e a interpretação de tecnologias, incluindo a inteligência artificial. Já o lado humanístico, que perdeu espaço para os exames e as máquinas, tende a recuperar cada vez mais sua importância. “De meados do século 20 até agora, concomitantemente à proliferação das especialidades e subespecialidades médicas, houve grande avanço tecnológico e a proliferação de modalidades de exames, para ver, por exemplo, as células potencialmente cancerígenas do colo de útero no exame de Papanicolau, cálculos renais em tomografias ou ainda aferir a presença de anticorpos anti-HIV no sangue, indicando infecção pelo vírus —entre tantos outros. Crescia o catálogo dos laboratórios e também a dependência do médico em relação a esses exames. A impressão dos pacientes passou a ser a de que o cuidado é ruim se o médico não solicita exames. Isso num contexto em que o tempo de interação entre paciente e médico é diminuto —tudo para aumentar a eficiência, ou seja, o número de consultas por período. O tema é caro a Jayme Murahovschi, 86, uma das maiores referências em pediatria no país. “Tem que haver progressão tecnológica, claro, mas mais importante que isso é a ligação emocional com o paciente”, destaca ele, em trecho da reportagem.

 

Simpósio internacional debate sistemas de saúde



A cidade de Liverpool foi a sede do 5º Simpósio Global de Pesquisas em Sistemas de Saúde, na semana passada, sob o patrocínio do Economic & Social Research Council e Departamento para o Desenvolvimento Internacional do Reino Unido. De acordo com o colunista Julio Abramczyk do jornal Folha de S. Paulo, dentro da programação do simpósio, foram abordados estudos sobre Estados especialmente frágeis, abalados por conflitos e que, além disso, apresentam a possibilidade de que até 2030 poderão concentrar 60% dos pobres do mundo. Em relação à lista dos 433 medicamentos essenciais da OMS, restrições financeiras podem dificultar aos pacientes obter a medicação em países de média ou baixa renda, situação que demanda rápida resolução. No simpósio foi lançado o livro “Research evidence on achieving health for all by 2030” (Pesquisas comprovam o alcance da saúde para todos em 2030, em tradução livre), com Introdução de Vera Schattan Coelho, do Brasil. “Ela assinala que os resultados apresentados ao simpósio pelas 27 equipes de pesquisadores em sistemas de saúde e constantes no livro, sugerem os caminhos necessários para interromper o círculo vicioso entre pobreza e doença”, informa o colunista.

 

Brasil tem mais de 2 mil unidades de saúde prontas e sem funcionar



O Brasil tem hoje 2.185 unidades de saúde que estão prontas, mas não funcionam seja por falta de pessoal, de equipamentos ou de dinheiro para mantê-las. É o que informa o portal do G1. A GloboNews obteve com exclusividade dados que mostram que há 218 UPAs e 1.967 UBS sem funcionar. Nos últimos seis meses, esse número cresceu 93%. Mais de um bilhão de reais já foram pagos para a construção dessas unidades que estão paradas. Os dados foram obtidos via Lei de Acesso à Informação. Além dessas unidades que estão prontas, o Brasil tem ainda mais 3.981 unidades em construção e 149 obras que estão paradas. “O Ministério da Saúde disse em nota que flexibilizou as opções das quantidades de médicos para o funcionamento dessas unidades e que, em outro decreto, permitiu que os prédios construídos com recursos federais, como as UPAs, fossem utilizadas para outras finalidades na área da saúde”, enfatiza o G1.

 

Outubro Rosa: representatividade de mulheres com câncer metastático é recente



O jornal O Estado de S. Paulo destacou que anualmente, o mês de outubro se destaca para conscientizar a sociedade sobre o câncer de mama. Com um discurso mais voltado para a prevenção e exemplos de mulheres que foram curadas, os casos metastáticos ficavam isolados do debate. A psico-oncologista e presidente do Instituto Oncoguia, Luciana Holtz, reforça a necessidade dessa abordagem. “A gente precisa conscientizar as mulheres. O número do câncer não para de crescer no Brasil e mais da metade das mulheres descobre o câncer no estágio avançado. O Oncoguia aproveita o Outubro Rosa para mostrar que as mulheres que têm câncer podem viver com qualidade de vida, e há outras informações a que elas precisam ter acesso”, afirma a especialista. Cerca de 60 mil mulheres recebem o diagnóstico de câncer de mama todos os anos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Dessas, 30% terão metástase. Luciana pontua que, quanto mais histórias de mulheres que convivem com a doença, melhor. “As histórias diversas também importam do ponto de vista psicológico, pois as mulheres com câncer metastático são mais abaladas emocionalmente”, segundo a especialista.

 

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Ministério da Saúde atualiza casos de sarampo 

 

Ministério da Saúde – MS divulga lista dos hospitais selecionados no projeto “Melhoria do Sistema de Gestão dos Hospitais SUS”

 

Ministério da Saúde – SESAI promove treinamento de colaboradores no Vale do Javari para abordagens a indígenas isolados

 

ANS – ANS institui câmara técnica sobre contratualização de prestadores

 

Fiocruz – Castelo Fiocruz iluminado de rosa

 

Fiocruz – Pesquisadora da Fiocruz Pernambuco passa a integrar a Ordem Nacional do Mérito Científico

 

Fiocruz – Observatório da medicina será lançado amanhã

 

Anvisa – Anvisa aprova vacina influenza para idosos

 

Anvisa – Aprovado registro de novo medicamente genérico

 

Anvisa – Anvisa simplifica regularização de pequenos negócios

 

Anvisa – Câncer de próstata: aprovado novo tratamento

 

Anvisa – Combinação de terapias combate câncer renal

 

Câmara dos Deputados – Câmara aprova inclusão de dados sobre autismo em censos populacionais

 

Câmara dos Deputados – Em ato na Câmara, mulheres pedem aprovação de projeto que exige diagnóstico rápido do câncer de mama

 

Senado Federal – Congresso derruba veto ao aumento do piso salarial de agentes comunitários de saúde

 

Senado Federal – Eunício aplaude derrubada de veto presidencial: ‘Agentes de saúde são anjos da guarda’

 

Senado Federal – Para Sandoval, país não está preparado para atender demanda em saúde

 

O Estado de S. Paulo – Outubro Rosa: representatividade de mulheres com câncer metastático é recente

 

O Estado de S. Paulo – Fast fashion lança sutiã para mulheres mastectomizadas

 

Folha de S. Paulo – Mercado Aberto – Idosos são a única faixa etária que cresce em planos de saúde

 

Folha de S. Paulo – Mercado Aberto – Saúde fluminense

 

Folha de S. Paulo – Congresso força reajuste de agentes de saúde e gera impacto de R$ 5 bilhões

 

Folha de S. Paulo – Anvisa aprova nova vacina contra gripe exclusiva a idosos acima de 65 anos

 

Folha de S. Paulo – Como limpar o rosto de forma correta?

 

Folha de S. Paulo – Julio Abramczyk – Simpósio internacional debate sistemas de saúde

 

Folha de S. Paulo – Depois de avanços tecnológicos, medicina deve mirar na empatia

 

Folha de S. Paulo – Hospital de Diadema corre riscos de ser fechado

 

Folha de S. Paulo – Farmacêutica Novartis abre vagas para estágio em São Paulo, Barueri e Rio de janeiro

 

G1 – Método Padovan melhora a qualidade de vida dos recém-nascidos em Juazeiro do Norte (CE)

 

G1 – Brasil tem mais de 2 mil unidades de saúde prontas e sem funcionar

 

G1 – 2 em cada 3 adolescentes dizem consumir bebidas açucaradas no Brasil

 

G1 – Rio tem 341 leitos para internação fechados em oito hospitais, segundo MP

 

G1 – Tratamento que previne HIV está associado a redução no número de novos casos, diz estudo

 

G1 – Índia registra 80 casos confirmados de contaminação com vírus da Zika

 

G1 – Por falta de médico, hospitais públicos não atendem idosa no DF

 

G1 – Michael Bublé diz que vida mudou após filho ser diagnosticado com câncer

 

G1 – Sabrina Parlatore fala de câncer de mama e quimioterapia: ‘Você ressignifica a sua vida’

 

G1 – Pacientes com câncer são internados em cadeiras de plástico no Hospital Federal de Bonsucesso

 

O Globo – Hospitais do Rio têm 341 leitos de internação fechados, revela MP

 

O Globo – Conheça o jejum intermitente e saiba quais são seus riscos

 

O Globo – Empregado tem direito ao FGTS durante afastamento por doença ocupacional

 

Zero Hora – Pesquisadoras brasileiras desenvolvem sorvete que alivia sintomas da quimioterapia

 

Zero Hora – Contra surto de sarampo, prefeitura de Porto Alegre vai vacinar alunos em escolas e pedir apoio ao Exército

 

Zero Hora – Simers lança vídeo de realidade virtual dentro de hospital

 

Correio Braziliense – Periodontite: inflamação na gengiva pode ter origem autoimune

 

Correio Braziliense – Carreta da Mulher oferece exames de mamografia gratuitos no DF

 

Correio Braziliense – Doença rara causadora de paralisia preocupa autoridades dos EUA

 

Correio Braziliense – Justiça do Trabalho suspende contratações do Instituto Hospital de Base

 

O Girassol – Saúde investe em medicamentos de alto custo para tratamento de pacientes do Tocantins

 

Panorama Farmacêutico – Pharmexx completa 25 anos com plano de internacionalização

 

Panorama Farmacêutico – Fabricantes de remédios dos EUA podem ter de revelar preços em comerciais de TV

 

Panorama Farmacêutico – Medicamento para a doença de Parkinson de volta às farmácias

 

Panorama Farmacêutico – Brasileira descobre semente que inibe câncer de mama agressivo

 

__________________________________________________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.