CONTRATADOS R$ 64,6 BI PARA FINANCIAR PRODUÇÃO AGRÍCOLA NA SAFRA 2017/18

//CONTRATADOS R$ 64,6 BI PARA FINANCIAR PRODUÇÃO AGRÍCOLA NA SAFRA 2017/18
Médios e grandes produtores rurais contrataram R$ 64,6 bilhões de instituições financeiras, no período de julho a novembro, o equivalente a 34% do total programado pelo Governo Federal para financiar a produção agrícola brasileira (R$ 188,4 bilhões). Os dados constam do Relatório de Financiamento Agropecuário referentes aos cinco primeiros meses de liberação de recursos da safra 2017/2018, divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. As instituições financeiras liberaram 300 mil contratos de financiamento envolvendo crédito de custeio, industrialização, comercialização e investimento, ante 268,5 mil operações do período anterior. O portal do Mapa destaca que as operações de custeio, comercialização e industrialização atingiram R$ 52,3 bilhões, alta de 17,9%. As contratações de investimentos, que incluem aquisição de máquinas e de implementos agrícolas, chegaram a R$ 12,3 bilhões, com crescimento de 33,6%. As contratações feitas pela fonte Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) alcançaram R$ 12,3 bilhões ante R$ 7,2 bilhões no ciclo anterior. Entre as linhas de crédito de investimento, operadas principalmente pelo BNDES e Banco do Brasil, foi destaque o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural com desembolso de R$ 1,8 bilhão, ante R$ 962 milhões no período anterior.

Medida Provisória destrava aplicação de R$ 1,2 bilhão em Unidades de Conservação

A Medida Provisória n° 809, define novas regras para aplicação de recursos da compensação ambiental e permite aumentar o prazo para a contratação de brigadistas, como os do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) do Ibama, que atuam nas áreas administradas pelo Instituto Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A iniciativa destrava a aplicação de cerca de R$ 1,2 bilhão. O portal do Ibama ressalta que no processo de licenciamento, os impactos do empreendimento que não podem ser minimizados geram para o empreendedor a obrigação de financiar projetos de compensação ambiental. Com a nova regra, os recursos da compensação ambiental poderão ser depositados em uma instituição financeira oficial após o Comitê de Compensação Ambiental Federal (CCAF), formado por representantes do Ibama, do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e do ICMBio, determinar a forma de aplicação. “A MP contribuirá para a consolidação de UCs ao simplificar a destinação de R$ 1,2 bilhão atualmente disponíveis. Do total, R$ 800 milhões serão destinados à regularização fundiária das UCs. O restante será investido em melhorias de administração, proteção, pesquisa, educação ambiental e visitação”, frisa o texto.

Sessão solene comemora o Dia do Extensionista Rural

O Dia do Extensionista Rural, instituído há 69 anos, é comemorado anualmente em 6 de dezembro, em homenagem ao agente rural, importante no desenvolvimento sustentável do setor agrícola e que traz novas tecnologias ao agricultor. A sessão solene foi realizada na última segunda-feira (4), no plenário Juscelino Kubitschek. O deputado Davi Zaia (PPS), presidente da Frente Parlamentar de Apoio à Extensão Rural, explicou a importância dessa atividade: “a extensão rural leva o conhecimento e a inovação, principalmente ao pequeno produtor, e melhora a sua capacidade produtiva”.  Uma exposição sobre o trabalho desse profissional que auxilia o pequeno e o médio produtor agrícola foi montada para celebrar a data, na galeria do 1º andar da Assembleia Legislativa. Segundo o deputado, a mostra tem o papel de tornar comuns os exemplos de ações dos extensionistas que tiveram sucesso e melhoraram a prática agrícola no Estado de São Paulo. Conforme o portal da Assembléia Legislativa do Estado de S.Paulo, a exposição “Dia do Extensionista Rural” está sendo realizada na Galeria 1º Andar, Avenida Pedro Álvares Cabral, 201, Parque Ibirapuera, São Paulo.

Um natal de vendas aquecidas para as empresas de carnes

De acordo com o Valor Econômico, o Natal voltará a ser comemorado pelas empresas de carnes do país. Embaladas pelo ambiente econômico favorável, as vendas de produtos comemorativos – carne de peru e frango especial, sobretudo – podem crescer mais de 5% neste ano, além de proporcionarem maior rentabilidade. Também o churrasco, que é feito principalmente com cortes de carne bovina, deve ganhar espaço nas festas de fim de ano. “Os dados da campanha [natalina] que temos até agora são muito positivos”, afirmou ao Valor o vice-presidente Brasil da BRF, Alexandre Almeida. A avaliação positiva sobre o Natal é compartilhada pela Seara, subsidiária da JBS. No Grupo Pão de Açúcar (GPA), segunda maior varejista de alimentos do Brasil, a expectativa é que as vendas das carnes consumidas nas ceias de Natal e Ano Novo aumentem 7%, em volume. Para tanto, a rede reforçou o estoque de natalinos. Diante do ritmo aquecido, a BRF atingiu o volume comercializado de 2016 já na primeira semana de novembro. Ao todo, a companhia prevê fechar o ano com vendas de 2,6 milhões de kits comemorativos, incremento de 8% na comparação com os 2,4 milhões do último ano. “Ao todo, o BRF prevê comercializar 11 mil toneladas de itens comemorativos por meio de kits, em uma operação de guerra”, afirma a reportagem.

NA IMPRENSA
Mapa – Maggi vai a Chapada dos Guimarães em ação de combate ao Aedes Aegypti

Mapa – Contratados R$ 64,6 bi para financiar a produção agrícola na safra 2017/2018

Mapa – Avançam tratativas do comércio agrícola entre Brasil e Canadá

Mapa – Em fevereiro, Mapa lança Plano Nacional da Cadeia Produtiva do Feijão

MMA – ANA premia boas práticas na gestão da água

MMA – Multiplicadores de conhecimento no sertão

MMA – Plataforma integrará dados sobre adaptação

MMA – Inscrições para o Prêmio A3P terminam dia 15 de dezembro

Embrapa – Embrapa lança projeto para desenvolvimento da cadeia produtiva do caçari em Roraima

Embrapa – Novo livro da coleção Transição Agroecológica trata da agrobiodiversidade nos biomas brasileiros

Ibama – Medida Provisória destrava aplicação de R$ 1,2 bilhão em Unidades de Conservação

Ibama – Ibama apreende e doa 12,8 toneladas de pescado no RJ

ALESP – Sessão solene comemora o Dia do Extensionista Rural

Câmara dos Deputados – Comissão aprova incentivo para energia renováveis em projetos de irrigação

Câmara dos Deputados – Produção de vinho colonial no Paraná será debatida na Comissão de Agricultura

Senado Federal – Comissão debate tributos de produtores e alíquota do Funrural

Senado Federal – Senadores participam de evento que discutiu os desafios do agronegócio brasileiro

G1 – JBS mantém plano de abrir capital nos EUA como prioridade

O Estado de S.Paulo – Em recuperação judicial, grupo usineiro demite 800 funcionários no interior paulista

Valor Econômico – CVM está próxima de concluir mais um inquérito que investiga JBS

Valor Econômico – Adama faz primeira emissão de CRA

Valor Econômico – CMAA arremata usina da massa falida da Laginha por R$ 133,8 milhões 

Valor Econômico – Índice Ceagesp cai 1,38% em novembro 

Valor Econômico – As vantagens da recuperação das florestas das fazendas

Valor Econômico – Índice de preços de alimentos da FAO fechou novembro em queda

Valor Econômico – Lala pode questionar a venda da Itambé

Valor Econômico – Tarifa de importação de cebola deverá subir para 25%

Valor Econômico – Um natal de vendas aquecidas para as empresas de carnes

Valor Econômico – Inquéritos sobre JBS têm avanço na CVM 

Valor Econômico – Em busca do espaço perdido no abate de bois

Hora – Vídeo: em um minuto, entenda por que o agronegócio fez ainda mais diferença no PIB em 2017

Zero Hora – Saiba onde ficará a Região das Cervejarias Artesanais no RS

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.