BANCO MUNDIAL SUGERE FIM DE DEDUÇÕES DE PLANO DE SAÚDE NO IMPOSTO DE RENDA

//BANCO MUNDIAL SUGERE FIM DE DEDUÇÕES DE PLANO DE SAÚDE NO IMPOSTO DE RENDA

Em documento com recomendações aos candidatos à Presidência, o Banco Mundial propõe que os gastos do governo federal com subsídios e incentivos fiscais sejam revisados. Um dos que deveriam ser eliminados, aponta a instituição, é a possibilidade de deduzir gastos com planos de saúde no Imposto de Renda. Conforme o jornal O Estado de S.Paulo, o tema da dedução do plano de saúde é controverso, explica o colunista do Estado, Fábio Gallo. Para ele, no entanto, a dedução é coerente do ponto de vista de redistribuição de renda. O problema, pondera Gallo, é que o sistema de saúde existe, mas ainda não atende de fato a população. O documento afirma que o governo brasileiro gasta atualmente cerca de 6,2% do PIB em incentivos e subsídios fiscais de vários tipos. “Na avaliação do Banco Mundial, a eficácia dessas medidas é limitada e tem um custo elevado”, enfatiza a matéria.

 

Estudos ligam avanço da pobreza ao aumento da mortalidade infantil no País



O aumento da mortalidade infantil pela primeira vez após 15 anos está relacionado ao avanço da pobreza e à redução de investimentos em áreas consideradas cruciais para o desenvolvimento e para saúde. É o que apontam estudos técnicos levados nesta semana ao Ministério da Saúde, que buscou especialistas para discutir as razões da elevação das taxas de óbitos entre menores de 1 ano e de mortalidade materna. De acordo com jornal O Estado de S. Paulo, quando as estatísticas começaram a ser analisadas, a professora da Universidade de Brasília, Ana Maria Nogales Vasconcelos, foi uma das primeiras vozes a levantar a hipótese de que, com a redução do nascimento de bebês, sobretudo por causa da epidemia de zika, as taxas de óbitos de menores de 1 ano poderiam ser puxadas para cima. Mas estudos seguintes conduzidos pela professora descartaram essa influência. “Questionado, o Ministério da Saúde manteve a tese de que as taxas de mortalidade sofreram, sim, um impacto da redução de nascimentos no País”, informa o jornal. Pesquisador da Universidade Federal da Bahia, Luís Eugenio Portela Fernandes de Souza, concorda com o alerta da colega. Diante da crise econômica, a partir de 2014, o pesquisador passou a analisar os investimentos federais em programas relacionados às metas internacionais da Organização das Nações Unidas (ONU). Dados preliminares do trabalho mostram que, de 18 áreas, apenas 7 tiveram aumento de investimento no período 2015-2017. “O mais grave é que um fator não se soma a outro. Se você não tem moradia, não tem acesso a saúde, não tem renda, os reflexos negativos se potencializam enormemente. São sinérgicos.” Procurado, o Ministério da Saúde afirmou não ter acesso ao estudo.

 

Documentário relata primeiro caso de esclerose múltipla da história da medicina



Uma doença autoimune, que afeta o cérebro e de difícil diagnóstico. O jornal O Estado de S.Paulo destacou que a esclerose múltipla ainda é um desafio para a medicina, embora tenha sido descoberta no século 14. Nesta quinta-feira (30), é celebrado o Dia Nacional de Conscientização da Esclerose Múltipla. E, para marcar a data, os produtores Leonardo Gâmbera e Daniel Moreno lançam o documentário “O Diário de Lidwina”. Lidwina Van Schiedam, uma jovem holandesa que viveu entre 1380 e 1433, foi a primeira pessoa a manter um registro rico, por escrito, dos sintomas que apresentava. “Queria desenvolver algum filme que ajudasse a trazer informações relevantes sobre esclerose múltipla para um público mais amplo, rompendo alguns clichês e mitos sobre uma doença neurológica deste tipo, além de reduzir a disseminação de falsas promessas milagrosas, dificultando o tratamento dos pacientes”, enfatiza Gâmbera. A esclerose múltipla atinge quase três milhões de pessoas no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. “Atingindo geralmente jovens adultos, a esclerose múltipla não tem cura, mas os tratamentos podem ajudar a controlar os sintomas”, afirma a notícia.

 

Saiba como enviar alterações sobre pesquisa clínica



A Anvisa disponibilizou na última semana a 4ª versão do Manual para Submissão de Modificações, Emendas, Suspensões e Cancelamentos de pesquisa clínicas. É o que informa o portal da Anvisa. O objetivo é otimizar o processo de avaliação de emendas e modificações substanciais por meio da limitação de critérios para as petições que necessitam de prévia autorização da Agência para serem implementadas. Para minimizar o impacto dessas petições no que se refere ao tempo necessário para sua aprovação, a Anvisa atualizou o referido Manual em sua 3ª edição, limitando os critérios considerados substanciais para sua autorização prévia. Porém, ao fazer uma avaliação sobre as emendas de 2017, foi constatado que 45% das emendas submetidas pelo setor regulado não estavam contempladas com esses critérios. Com isso, essas emendas poderiam ter sido implementadas sem prévia autorização da Anvisa. Devido ao grande número de estudos adaptativos, principalmente na área de oncologia, as emendas estão aumentando exponencialmente e trazendo novos desafios às agências reguladoras de todo o mundo. “Dessa forma, torna-se cada vez mais importante e necessária, uma avaliação baseada na relação risco\benefício, limitando-se os critérios para a prévia autorização das agências”, destaca o portal.

 

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Brasil reduz em 44,6% número de fumantes passivos no ambiente do trabalho 

 

Ministério da Saúde – Sábado da vacinação: última chamada para proteger crianças contra pólio e sarampo

 

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde atualiza casos de sarampo

 

ANS – Evento sobre contratação de planos coletivos

 

Conitec – Aberta discussão sobre medicamentos biológicos no âmbito do SUS

 

INCA – INCA publica edital de credenciamento de orientadores no Programa de Pós-Graduação em Oncologia

 

SUS Conecta – Indígenas debatem resolução sobre ética nas pesquisas com humanos em aldeias

 

Fiocruz – Fiocruz PE lança aplicativo para acessar dados sobre investimentos na saúde

 

Fiocruz – IFF/Fiocruz mantém o título de Hospital Amigo da Criança

 

Fiocruz – Campus Fiocruz Mata Atlântica abriga aula de pós-graduação em Leishmanioses

 

Anvisa – Saiba como enviar alterações sobre pesquisa clínica

 

Anvisa – Produtos para a saúde: novo formato de publicações no DOU

 

Senado Federal – Projeto garante ajuda de custo a paciente do SUS que se trata em outra cidade

 

O Estado de S. Paulo – Para atingir meta, SP terá 3° dia D de vacinação contra sarampo e pólio

 

O Estado de S. Paulo – Estudos ligam avanço da pobreza ao aumento da mortalidade infantil no País

 

O Estado de S. Paulo – Governo britânico quer proibir venda de bebidas energéticas a crianças e adolescentes

 

O Estado de S.Paulo – Banco Mundial sugere fim de deduções de plano de saúde no IR

 

O Estado de S.Paulo – Saúde é foco em torre de 50 pavimentos

 

O Estado de S.Paulo – Documentário relata primeiro caso de esclerose múltipla da história da medicina

 

Folha de S. Paulo – Sumido, Zé Gotinha é resgatado diante de baixa adesão para vacinação

 

Folha de S. Paulo – Solução mágica faz 50 anos

 

Folha de S. Paulo – Além do dia seguinte

 

Folha de S. Paulo – Portadora de ELA, Leide Moreira não consegue assistir filme sobre sua vida

 

G1 – Brasil tem 1,5 mil casos confirmados de sarampo, diz ministério

 

G1 – Mortes por febre amarela em SP quadruplicam; vacinação segue abaixo da meta

 

G1 – Especialista alerta para risco de envelhecimento precoce dos dentes

 

G1 – Vacina contra a meningite está em falta em postos de saúde de vários estados

 

G1 – Unicamp desenvolve protótipo de vacina de proteção dupla contra vírus da zika e meningite

 

G1 – Mortes por febre amarela em SP quadruplicam; vacinação segue abaixo da meta

 

O Globo – A dois dias do fim, campanha de vacinação contra sarampo e pólio só alcança cobertura de 70%

 

Zero Hora – Sarampo: Porto Alegre tem 16 casos confirmados e 19 em investigação

 

Zero Hora – Governo do RS orienta municípios a abrirem postos no sábado para vacinar contra pólio e sarampo

 

Correio Braziliense – Cientistas canadenses usam droga para conter o avanço do tumor de mama

 

Jornal Imagem da Ilha – Setembro Verde: mais de cinco mil pacientes aguardam para realizar colonoscopia em SC

 

Notícias ao Minuto – Adoçante artificial pode desencadear obesidade e diabetes, diz estudo

 

O Nortão – Secretaria de Estado de Saúde de Goiás realiza seminário sobre atrofia muscular espinhal

 

Panorama Farmacêutico – Justiça dá prazo para farmácia contratar enfermeiro

 

______________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.