BANCO DO BRASIL PROJETA LIBERAÇÃO DE FINANCIAMENTO AGROPECUÁRIO EM UM DIA

//BANCO DO BRASIL PROJETA LIBERAÇÃO DE FINANCIAMENTO AGROPECUÁRIO EM UM DIA

O jornal Valor Econômico desta quarta-feira (23) publica reportagem sobre o paranaense Tarcísio Hubner, que assumiu há duas semanas a vice-presidência de Agronegócios do Banco do Brasil, com a tarefa de dar mais agilidade às operações de crédito rural da instituição. “Funcionário de carreira do BB, onde trabalha há mais de três décadas, Hubner foi escolhido para o novo posto, um dos mais importantes do setor em Brasília, depois de enfrentar forte disputa”, diz o texto. Uma das prioridades, conforme afirmou ao Valor, é fazer com que os financiamentos para custeio agropecuário – principal modalidade de crédito do banco – sejam liberados em apenas um dia, ante uma demora que, atualmente, pode chegar a semanas ou até meses. Para isso, a ideia do BB é exterminar aos poucos os incontáveis processos em papel, se conectar de vez ao mundo digital e modernizar o atendimento aos produtores rurais do século XXI. O Banco do Brasil tem no momento uma carteira de crédito que soma R$ 179,6 bilhões no agronegócio, o que lhe garante uma participação de 61% na área, conforme os dados mais recentes do Banco Central.

Pulverização aérea para controle do Aedes aegypti

Foi recomendado pela Secretaria de Saúde do Estado de Goiás a não utilização da pulverização aérea de agrotóxicos por aeronaves para o controle de transmissores de doenças, como o mosquito Aedes Aegypti, em Goiás. Conforme reportagem publicada nesta quarta-feira (23) no site de notícias do Diário de Goiás, a promotora de Justiça Suelena Carneiro Caetano Jayme, coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente do Ministério Público de Goiás afirma que esta orientação vinha sendo tratada no âmbito do Fórum Nacional de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos. “Na resolução é apontado que a Lei nº 13.301/2016 permitiu a incorporação de mecanismos de controle vetorial por meio de dispersão por aeronaves mediante aprovação das autoridades sanitárias. Contudo, de acordo com o documento, a Nota Técnica nº 75/2007, do Ministério da Saúde (atualizada pela Nota Informativa nº 17/2016), expressa parecer contrário ao uso de aeronaves para a pulverização de agrotóxicos no controle dos vetores da dengue”, diz o texto.

Sindicato quer taxar agroquímicos no Mato Grosso

O Sintap (Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal de MT) quer impor uma taxa para a entrada de agroquímicos no estado. Reportagem reproduzida pelo site da Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária destaca que a medida teria um grande impacto no agronegócio, uma vez que o Mato Grosso é hoje o segundo maior produtor agrícola brasileiro, respondendo por 13,9% do valor nacional, de acordo com o IBGE. “O objetivo do Sindicato é controlar o uso de defensivos agrícolas no estado, e para isso propõe a criação de uma “taxa de fiscalização” do uso de agroquímicos, resíduos, componentes e afins. O imposto sobre a entrada desses produtos seria cobrado na fonte – similar ao sistema adotado para sementes. A proposta foi apresentada ao Indea (Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso) e encaminhada à Assembleia Legislativa de Mato Grosso, que deve realizar audiência pública sobre o tema nos próximos meses. No entanto, o Instituto se mostra cauteloso sobre a legalidade e viabilidade da cobrança”, afirma a publicação.

NA IMPRENSA

Agência Câmara – Comissão especial vai discutir gerenciamento de risco alimentar – http://ow.ly/aS9R306sNE2

Agência Câmara – Experiências de sucesso na agricultura sustentável são apresentadas em audiência – http://ow.ly/d3JB306sORo

Diário de Goiás – Resolução alerta riscos de pulverização aérea para controle da dengue – http://ow.ly/r0SE306sOKe

Sociedade Nacional de Agricultura – Troca de café por máquinas agrícolas é alternativa de crédito – http://ow.ly/7qym306sOCh

Portal do Agronegócio – Mercado brasileiro de defensivo biológico projeta expansão anual de 15% – http://ow.ly/hNdY306sO7x

Portal do Agronegócio – Dow AgroSciences lança Programa de Aplicação Responsável para Hortifruti – http://ow.ly/cSpJ306sOyQ

Inova Defesa – Sindicato propõe imposto sobre defensivos agrícolas no Mato Grosso – http://ow.ly/fZY1306sOei

Diário do Nordeste – Egídio Serpa – Livre comércio – http://ow.ly/LrkS306sOhu

Beef Point – Claudio Bertonatti – A confusão do veganismo – http://ow.ly/f6YM306sP4h

Portal Tocantins – Polícia Civil prende suspeito de integrar quadrilha especializada em roubo de produtos agrícolas – http://ow.ly/PuKQ306sOpx

Extra SC – Ministério da Agricultura homologa norma técnica do tomate de mesa – http://ow.ly/Chxf306sOGs

F5 News – Pesquisadora analisa danos causados pelos agrotóxicos aos citricultores – http://ow.ly/83Iq306sOUV

O Estado de S.Paulo – Trump diz que ‘tem mente aberta’ sobre acordo do clima de Paris – http://ow.ly/xjTk306srP1

Zero Hora – Campo Aberto – Foco em sementes – http://ow.ly/yIjo306sDzH

Valor Econômico – Valdemar Carneiro Leão – Agronegócio brasileiro e o apetite da China – http://ow.ly/VZQC306sFSG

Valor Econômico – BB busca mais agilidade na liberação de crédito – http://ow.ly/NmzV306sGia

Valor Econômico – USDA prevê safra maior de café no país – http://ow.ly/CRro306sGxL

Valor Econômico – Realização de lucros faz açúcar ‘derreter’ em NY – http://ow.ly/qJhi306sGBc

Valor Econômico – Commodities Agrícolas – http://ow.ly/MVPK306sGnJ

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.