ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA DISCUTIRÁ PROIBIÇÃO DE PULVERIZAÇÃO AÉREA DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

//ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA DISCUTIRÁ PROIBIÇÃO DE PULVERIZAÇÃO AÉREA DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

Dados apontam a baixa efetividade da prática, além de existirem indícios de relação com o aumento de casos de câncer, contaminação de rios e diminuição no número de abelhas. A proibição de pulverização aérea de agrotóxicos é tema de um projeto de Lei, apresentado pelo deputado Cesar Valduga (PCdoB) dia 01, no Plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. É o que informa o blog Sala de Notícias. Para o autor da matéria, a proposta busca evitar uma prática que faz com que o veneno extrapole os limites das propriedades rurais. Um relatório apresentado pela subcomissão que debate o tema na Câmara dos Deputados aponta que cerca de 70% dos agrotóxicos aplicados por aviões não atingem o alvo, atingindo o ambiente do entorno, áreas urbanas, rios, animais, propriedades dedicadas ao cultivo orgânico, além de causar a mortalidade de insetos importantes para a polinização das plantas, como abelhas e borboletas. Em Santa Catarina, a mortalidade de abelhas tem obrigado fruticultores a alugar colmeias para garantir a produção. “Segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o uso de agrotóxicos é superior a 18 quilos por hectare plantado no Brasil. Já em Santa Catarina, este número ultrapassa os 14 quilos por hectare”, destaca o blog.

‘Negócio da China’ no mercado de sementes

A suíça Syngenta subiu mais um degrau em sua estratégia de se tornar a segunda maior empresa no mercado global de sementes. Na segunda-feira (6), a suíça – agora sob controle da ChemChina – anunciou ter celebrado um acordo para comprar a Nidera Seeds, braço da chinesa Cofco International. Os termos e o valor da transação não foram divulgados. Em entrevista ao Valor Econômico, Claudio Torres, diretor de sementes da Syngenta para a América Latina, afirmou que a transação complementa o portfólio da companhia no Brasil e amplia a disponibilidade de genética e tecnologia da multinacional. Líder no mercado brasileiro de defensivos, a Syngenta planeja subir para a segunda colocação no mercado de sementes no país. O plano não é novo, mas vem ganhando traços cada vez mais nítidos desde que a companhia integrou os negócios de químicos com o de sementes, ainda em 2008. A negociação anunciada ontem está em linha com a estratégia de crescimento no mercado brasileiro. “No tabuleiro global de sementes, a Monsanto é líder com 27% de vendas totais que somaram quase US$ 40 bilhões em 2016. Em 2016, a Monsanto foi líder no mercado brasileiro de sementes, levando em conta soja, milho e algodão. A DuPont veio em seguida, à frente do Grupo Don Mario, da Nidera e da Dow Agrosciences. A Bayer CropScience ficou em sétimo lugar. Recentemente, a também alemã Basf anunciou a aquisição de boa parte dos negócios globais de sementes da Bayer”, afirma parte da entrevista.

Grupo do Paraná se alia a chineses para construir armazéns

A empreitada do grupo paranaense Fumagalli no segmento de armazéns para grãos acaba de assinar um acordo com as chinesas HNA Modern Logistic e Yangtze River Development para tentar tirar do papel 30 terminais de armazenagens em Mato Grosso, com investimentos de R$ 1,5 bilhão. Reportagem do Valor Econômico frisa que o fundo, denominado NovaLog FIP, está registrado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e tem como objetivo implantar os terminais, cada um com capacidade para 60 mil toneladas de grãos. Pela estrutura criada, o grupo Fumagalli detém 21,26% das cotas do fundo – que, por sua vez, comprará cotas da recém-criada NovaLog S.A., que será a responsável pelo gerenciamento dos armazéns. As fatias dos chineses no novo fundo não foi divulgada. Segundo o empresário Alfredo Fumagalli, outro conglomerado chinês, o Herun Group, também mostrou interesse na empreitada, mas ainda não comprou participação no fundo. O Herun atua nas áreas de construção de navios, processamento de grãos, logística e energia, entre outras. Nesta semana, o empresário participa de um road show no país asiático em missão que conta com a presença do governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PDT-MT). “Conforme o projeto do empresário, cada terminal de armazenagem incluirá dois tombadores, transportadores, elevadores, secadores, máquinas de limpeza, moega, pátio de estacionamento e parte administrativa. O custo de cada um é estimado em R$ 50 milhões”, diz a reportagem.

Agricultura retira suspensão das importações de leite em pó do Uruguai

Após suspender as importações de leite em pó do Uruguai, o Ministério da Agricultura decidiu na segunda-feira (6) retirar a restrição que havia sido tomada por tempo indeterminado, disse ao Valor Econômico o secretário de Defesa Agropecuária da pasta, Luís Eduardo Rangel. De acordo com Rangel, a decisão foi autorizada pelo presidente Michel Temer. E foi tomada após uma auditoria in loco no Uruguai, feita por fiscais do Mapa durante a última semana, não encontrou indícios de triangulação entre o leite do vizinho sul-americano com outros países, como a Argentina ou Nova Zelândia. “O presidente Michel Temer já autorizou a retomada. Vamos comunicar o Uruguai oficialmente amanhã”, disse Rangel. O secretário também informou que a expectativa é que as importações sejam restabelecidas ao longo desta semana. E acrescentou que o “baixo fluxo de importação” de leite uruguaio nos últimos meses também determinou para que o Ministério da Agricultura decidisse pela retomada das compras do produto. As exportações de leite do Uruguai ao Brasil ultrapassaram as 40 mil toneladas no primeiro semestre deste ano, enquanto no mesmo período do ano passado alcançaram 50 mil toneladas. Mesmo assim, o objetivo principal da medida de paralisar as importações, ainda que de maneira temporária, para forçar o governo e o setor privado uruguaio a negociarem cotas não foi alcançado, ponderou Rangel.​

NA IMPRENSA

Mapa – Brasil vai fornecer ovos para a África do Sul

MMA – Ação climática engaja comunidade global

MMA – Patrimônio genético inaugura novo sistema

MMA – Governo reforça compromisso com manejo sustentável

MMA – Brasil apresenta política ambiental ao mundo

Embrapa – Gastronomia no Bioma Caatinga é tema do Festival de Sabores no SemiáridoShow 2017

Embrapa – Crédito agrícola de custeio da cafeicultura financia R$ 4,7 bilhões em 2016

Câmara dos Deputados – Parecer à MP que renegocia dívidas rurais pode ser votada nesta tarde

Câmara dos Deputados – Parlamentares divergem sobre mudanças no Funrural

Câmara dos Deputados – Comissão debate com ministros regulamentação de artigo do Código Florestal

Câmara dos Deputados – Câmara aprova medidas para evitar atropelamentos de animais

Câmara dos Deputados – Câmara aprova individualização de dívidas contraídas junto ao Banco da Terra

Câmara dos Deputados – Ministro da Fazenda debate panorama da economia brasileira

Senado Federal – Comissão mista vota nesta terça MP sobre perdão de dívidas a produtores rurais

Senado Federal – José Medeiros se queixa da alta das passagens aéreas

Senado Federal – Ana Amélia lamenta quebra de produtores de leite do RS e destruição de fazenda na Bahia

Senado Federal  – Acir Gurgacz defende fortalecimento da agricultura familiar

Folha de S.Paulo – Subsídios dobraram e atingiram R$ 3,5 tri entre 2003 e 2016, diz Fazenda

Folha de S.Paulo – Conferência do Clima da ONU alerta para recordes de desastres climáticos

Folha de S.Paulo – China investe R$ 35 bi no país e consultores preveem mais aportes

Sala de Notícias – Alesc discutirá proibição de pulverização aérea de agrotóxicos

O Estado de S.Paulo – Inconciente Coletivo – Um grito na paisagem

O Estado de S.Paulo – Investimento e seriedade

Valor Econômico –  Brasil vai exportar ovos para a África do Sul

Valor Econômico – Agricultura retira suspensão das importações de leite em pó do Uruguai

Valor Econômico – ‘Negócio da China’ no mercado de sementes

Valor Econômico – Pano para manga

Valor Econômico – Pecuária em MT demanda investimento de R$ 30 bi

Valor Econômico – Grupo do Paraná se alia a chineses para construir armazéns

Valor Econômico – Commodities Agrícolas

Rádio Colonial – Cinco aviões e 16 toneladas de sementes de arroz são apreendidos no Rio Grande do Sul

Jornal Primeira Página – Delegação dinamarquesa conhece pesquisas da Embrapa, em São Carlos

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.