ARTIGO DESTACA O DESAFIO PARA A ESCOLHA DO PRÓXIMO MINISTRO DA SAÚDE

//ARTIGO DESTACA O DESAFIO PARA A ESCOLHA DO PRÓXIMO MINISTRO DA SAÚDE

O jornal O Globo publicou artigo do médico Alfredo Guarischi, destacando que o cargo de ministro da Saúde estará, em breve, novamente vago. A permanência no cargo foi em média de 20 meses nos últimos 50 anos. Por isso, ele lista algumas perguntas que exigem um posicionamento dos candidatos a presidente da República: “Continuarão as constantes mudanças no Ministério da Saúde, que é o responsável pelo maior orçamento entre todos os ministérios? O ministro será escolhido por estar na cota de um partido político? Continuarão os escândalos de corrupção e a volta de epidemias?”, indaga Guarischi. “Há ausência de compromissos de longo prazo, nomeações políticas até para chefias técnicas, falta de um plano de carreira, desorganizações sociais, que trocam o corpo técnico seguidamente, e falta de concursos públicos para repor os servidores que se aposentam desestruturam o sistema de saúde”, enfatiza ele. O despreparo da gestão e a corrupção deterioraram nosso sistema de saúde, e o governo insiste em privatizar o público, sem regular o privado, ressalta o artigo. “Caberá ao novo presidente escolher e manter estável no posto um ministro preparado para a missão e que saiba dialogar com a sociedade, independentemente do CEP, CNPJ ou CPF”, conclui Guarischi.

 

Planos de saúde poderão ser obrigados a cobrir tratamentos contra o tabagismo



A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) acatou proposta, apresentada como sugestão legislativa pelo Instituto Oncoguia, para que os planos de saúde sejam obrigados a cobrir tratamentos contra o tabagismo. É o que informa a Agência Senado. Segundo o texto, que começou a tramitar no Senado como projeto 363/2018 de autoria da CDH, a cobertura, além do atendimento ambulatorial, deverá incluir o fornecimento de medicamentos para quem quer se livrar da dependência de nicotina. O Instituto Oncoguia citou uma pesquisa da Aliança de Controle ao Tabagismo (ACT) dando conta que o país dispende cerca de R$ 20 bilhões anualmente com o tratamento de doenças relacionadas ao cigarro. A entidade ainda avalia que as próprias operadoras de planos de saúde serão beneficiadas com a medida, pois cairão seus custos relacionados ao tratamento das 50 doenças relacionadas ao consumo do tabaco. “Por fim, o Oncoguia alerta que a dependência de nicotina gera um grande desconforto psicológico e físico aos fumantes que tentam se livrar deste vício, o que diminui as chances de êxito”, frisa a matéria.

 

Agosto Laranja conscientiza sobre a esclerose múltipla



Criada para promover eventos de combate à esclerose múltipla, a campanha Agosto Laranja quer que cada vez mais pessoas saibam diagnosticar, tratar e viver bem com ela. De acordo com o portal da Alesp, causada por lesões nos nervos, a doença gera distúrbios na comunicação entre o cérebro e o corpo. Segundo estimativas de ONGs internacionais, existem 2,5 milhões de pessoas no mundo portadoras de esclerose múltipla. A doença não tem cura, mas as crises, os sintomas e sua progressão podem ser controlados. No dia 30 de agosto é comemorado o Dia Nacional de Conscientização da Esclerose Múltipla, e a Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME) está realizando diversas ações por todo o Brasil. “Neste ano, ocorrerá a quarta edição do ‘Pedale por uma Causa’, e as cidades de Santo André, Santos, além da capital, foram escolhidas no Estado para participarem do evento”, informa o portal.

 

Com 41 mil casos, Europa registra proliferação de sarampo, diz OMS



Mais de 41 mil crianças e adultos na Europa foram infectadas pelo sarampo apenas nos primeiros seis meses de 2018. Conforme O Estado de S.Paulo os dados foram apresentados nesta segunda-feira (20) pela Organização Mundial da Saúde (OMS), alertando para o fato de que a nova taxa bate recordes no atual século e já supera todos os casos registrados anualmente na última década. Agora, a OMS alerta para a proliferação da doença. Sete países chegaram a registrar mais de mil casos. Mas o salto no número de pessoas infectadas ocorreu principalmente por conta da Ucrânia. Nos seis primeiros meses do ano, a doença atingiu 23 mil pessoas país. Apesar disso, a OMS está preocupada com a falta de monitoramento e uma cobertura de vacinação baixa em alguns países. “Para evitar surtos, a cobertura de imunização precisa atingir 95% das pessoas, com duas doses por ano”, estima a agência de Saúde. “O problema, segundo a OMS, é que certas regiões da Europa continuam com uma cobertura abaixo de 70%”, afirma a notícia.

 

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Hospital Santo Antônio recebe recursos para modernização dos equipamentos de imagem e diagnóstico 

 

Ministério da Saúde – Após dia D contra pólio e sarampo, 51% das crianças estão vacinadas

 

SUS Conecta – Manaus receberá encontro sobre Ciência, Tecnologia e Assistência Farmacêutica

 

SUS Conecta – CNS vai realizar seminário para discutir orçamento da Saúde Indígena

 

Fiocruz – Epidemiologia e diagnóstico de infecções fúngicas invasivas são temas de curso internacional

 

Fiocruz – Centro de Estudos analisa efeitos da radiação de celulares e antenas na saúde

 

Fiocruz – 25º Fiocruz pra Você imuniza crianças no Rio de Janeiro

 

Anvisa – Evento discutiu regulação de plasma rico em plaquetas

 

Alesp – Agosto Laranja conscientiza sobre a esclerose múltipla

 

Câmara dos Deputados – Proposta garante condição especial para dislexo fazer prova de seleção

 

Senado Federal – Planos de saúde poderão ser obrigados a cobrir tratamentos contra o tabagismo

 

O Estado de S.Paulo – Com 41 mil casos, Europa registra proliferação de sarampo, diz OMS

 

O Estado de S.Paulo – Vacinação contra sarampo e pólio atinge 51% do esperado no Brasil

 

O Estado de S.Paulo – Um instrumento que detecta doenças letais sem cirurgia

 

O Estado de S.Paulo – Hospital realiza chá de bebê para 125 mães em bairro pobre de Chicago

 

Folha de S.Paulo – App anticoncepcional ganha aval de agência reguladora americana

 

Folha de S.Paulo – Tumor de pâncreas é um dos mais letais e demora a apresentar sintomas

 

G1 – A OMS quer que a década 2020-2030 seja a do envelhecimento saudável. Será que vai conseguir?

 

G1 – Funcionário do Hospital Pedro II mostra necrotério cheio; ‘tratamento indevido’, diz

 

O Globo – Artigo: A delicada escolha do novo ministro da Saúde

 

Zero Hora – RS registra 12 mortes por leptospirose em 2018

 

Zero Hora – Com sessões intensas e curtas, alguns pacientes terminam a terapia em poucas semanas

 

Zero Hora – Sobe para 67 o número de mortes por gripe no Rio Grande do Sul em 2018

 

Correio Braziliense – Exame pode prever surgimento de câncer nos rins com 5 anos de antecedência

 

Correio Braziliense – Banco de Leite do HUB precisa de doações para bebês recém-nascidos

 

Blog do Sigi Vilares – Idosos do PROMATI recebem orientação sobre prevenção e diagnóstico do câncer de boca

 

O Sul – Terceira causa de morte por câncer nos Estados Unidos e sétima no Brasil, o tumor de pâncreas é um dos mais letais e demora a apresentar sintomas

 

Terra – Dieta cetogênica e risco de diabetes

 

Marcos Dantas – Anvisa aprova medicamento para Diabetes Tipo 2

 

Panorama Farmacêutico – Premiações destacam indústrias farmacêuticas

 

Panorama Farmacêutico – Merck: Produção a todo vapor

 

Panorama Farmacêutico – Pais que não vacinarem filhos podem ficar sujeitos a determinações judiciais

 

Panorama Farmacêutico – OMS pede resposta urgente no combate a hepatites virais

 

______________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.