APÓS FURTO DE QUEROSENE, CUMBICA PEDIU QUE AVIÕES NÃO ABASTECESSEM NO AEROPORTO

//APÓS FURTO DE QUEROSENE, CUMBICA PEDIU QUE AVIÕES NÃO ABASTECESSEM NO AEROPORTO

Um furto de querosene de aviação que aconteceu na semana passada levou a concessionária de Guarulhos a pedir que as companhias aéreas deixassem de encher o tanque das aeronaves em Cumbica/SP temporariamente. Conforme a Folha de S.Paulo, após a identificação do crime, a concessionária GRU Airport enviou um comunicado às companhias aéreas informando que foram mais de 24 horas de buscas até a identificação do problema, com duas suspensões no abastecimento. Procurada, a concessionária disse que suas operações não foram afetadas e que, quando comunicado, o aeroporto acionou imediatamente o plano de contingência para assegurar o abastecimento, que foi executado conforme o previsto por todas as empresas. “A Polícia Civil de Guarulhos informou que o furto é investigado pelo 4º DP do município”, diz à Folha.

Intervenção no Rio pode atrasar acordo de Boeing e Embraer

A intervenção militar na segurança do Rio de Janeiro e a criação do Ministério da Segurança Pública tendem a atrasar as negociações para criação de uma nova empresa entre Boeing e Embraer, apurou o Estado. É o que informa o Correio Braziliense. A preocupação surge após o Ministério da Defesa ser convocado a liderar a ação militar no Rio e Raul Jungmann ser indicado ao novo ministério. Jungmann é o principal interlocutor das duas companhias com o governo e toda a negociação é feita na esfera do Ministério da Defesa. Representantes do governo analisam o documento e darão um parecer às empresas. “As empresas têm interesse em negociação rápida, especialmente a Boeing, que já sinalizou o desejo de concluir as tratativas antes que o assunto vire tema da disputa eleitoral para presidência”, frisa a reportagem.

Proteína da soja pode inibir a multiplicação do vírus HIV, diz Embrapa

Pesquisa realizada pela Embrapa, em parceria com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, a Universidade de Londres e o Conselho de Pesquisa Científica e Industrial da África do Sul, mostra que a cianovirina, presente nas algas, ao juntar-se às sementes de soja geneticamente modificadas, é capaz de impedir a multiplicação do vírus HIV no corpo humano. O Correio Braziliense destaca que a pesquisa representa um avanço enorme para o enfrentamento da Aids. “As sementes geneticamente modificadas inoculadas com proteína cianovirina não podem ser utilizadas como alimento. Tampouco serão plantadas no campo. Elas serão cultivadas em áreas controladas, como estufas, sob monitoramento de cientistas”, destaca a publicação.

Projeto suspende decreto presidencial de privatização de 13 aeroportos

A Câmara dos Deputados vai analisar o Projeto de Decreto Legislativo 826/17, da deputada Erika Kokay (PT-DF), que susta o decreto presidencial que determinou a inclusão de 13 aeroportos no Programa Nacional de Desestatização. De acordo com a Agência Câmara, o Decreto 9.180/17 foi assinado pelo presidente Michel Temer em outubro do ano passado. Por meio dele, os 13 aeroportos, atualmente administrados pela Infraero, poderão ser concedidos à iniciativa privada individualmente ou em blocos, conforme decisão que será embasada pelos estudos de modelagem da desestatização. A deputada critica a decisão do governo de se desfazer dos empreendimentos. “Além disso, haverá prejuízo para os aeródromos que permanecerem sob controle da empresa, que contarão com menos recursos para investimentos”, ressalta a notícia.

NA IMPRENSA
Folha de S.Paulo – Vaivém das Commodities – Brasil pode virar líder mundial em soja em 2019
Zero Hora – Gisele Loeblein – Incertezas no clima elevam preços da soja

Jornal Interior – Coleta de embalagens de defensivos lota seis caminhões em Penápolis

____________________________________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.