REPORTAGEM ENFATIZA AVANÇOS TECNOLÓGICOS DA AVIAÇÃO AGRÍCOLA

//REPORTAGEM ENFATIZA AVANÇOS TECNOLÓGICOS DA AVIAÇÃO AGRÍCOLA
O site G1 destaca que a aviação agrícola completa 70 anos no país comemorando o crescimento de 44% na frota nos últimos oito anos, mesmo diante da crise financeira mundial. “O Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) contabiliza 2.083 aeronaves, a segunda maior frota do mundo, além de 240 empresas e 548 operadoras privadas”, diz o texto. A reportagem, produzida pela sucursal de Ribeirão Preto, mostra exemplos de quem trabalha com a aviação agrícola. “O Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) destaca que o maior desafio do setor ainda é a falta de informação por parte da sociedade, explicando que a atividade é regida por uma legislação extensa e fiscalizada por diversos órgãos, como o Ibama, o Ministério da Agricultura, a Agência Nacional de Aviação Civil, entre outros. A entidade reforça que os produtos aplicados pelos aviões agrícolas são usados também por meios terrestres, que o trabalho possui regulamentação específica e que cada empresa é obrigada a ter engenheiro agrônomo próprio e, na equipe em terra, um técnico agrícola com especialização em operações aéreas”, enfatiza a reportagem, destacando o cuidado com a segurança da atividade.

Protesto contra áreas de proteção

Em protesto contra uma medida provisória editada pelo governo, agricultores de Novo Progresso (PA) fecharam a BR-163, rota da soja para portos do Norte do país. A via, que liga Cuiabá (MT) a Santarém (PA), já tinha ficado fechada em fevereiro por causa de atoleiros formados na região devido às chuvas, falta de conservação e aumento de tráfego, causando prejuízos bilionários para aos produtores rurais. Conforme reportagem da Folha de S.Paulo, “os agricultores protestam contra a Medida Provisória 756, que foi editada para permitir que uma ferrovia ligando o Mato Grosso ao Pará, a Ferrogrão, seja construída”. “A via passa por áreas de conservação na região do Jamanxin (PA), e a medida retirava a proteção de áreas por onde ela vai passar. Mas a MP enviada ao Congresso tornou protegidas outras áreas que não pertenciam a florestas ou áreas de proteção, onde agricultores já estavam fazendo plantação e pecuária, segundo Nery Prazeres, ex-prefeito de Novo Progresso”, diz o texto.

Decisões técnicas do Mapa

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, participou, nesta segunda-feira (3), da abertura da Feira Tecnoshow Comigo, em Rio Verde (GO). Realizada pela Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo) é uma das maiores feiras de tecnologia voltada para atividade rural do Centro-Oeste. Conforme publicação no site do Mapa, em discurso durante evento, o ministro observou que as decisões tomadas em relação a frigoríficos auditados ou interditados pelo Mapa, em decorrência da Operação Carne Fraca, serão puramente técnicas. Maggi foi questionado sobre interdição de frigorífico localizado em Mineiros (GO), distante cerca de 170 km de Rio Verde. “O ministério da Agricultura está atento, estamos tomando todas as providências e, assim que resolver, vamos liberar para voltar a trabalhar. Mas nada vai ficar um parecer técnico. Não tem nesse momento solução política para problemas que aqui se apresentaram”, declarou Maggi.

NA IMPRENSA
Ministério da Agricultura – Seminário reúne especialistas para debater a conservação do solo

Ministério da Agricultura – Três estabelecimentos que estavam sob auditoria do Mapa poderão voltar a exportar

Ministério da Agricultura – Decisões em relação a frigoríficos são técnicas, garante Maggi

Embrapa – TecnoShow Comigo começa com lançamento de cultivares da Embrapa

G1 – Com 2ª maior frota do mundo, aviação agrícola brasileira tenta afastar imagem de atividade poluidora

Folha de S.Paulo – BNDES terá linha para estimular exportação de defesa

Folha de S.Paulo – Ministério libera exportação de 3 frigoríficos citados na Carne Fraca

Folha de S.Paulo – Agricultores fecham rota da soja no Pará em ato contra áreas de proteção

Valor Econômico – Embarques perderam força em março

Valor Econômico – México abre as portas ao arroz brasileiro

Valor Econômico – NexSteppe anuncia que vai comercializar sorgo biomassa da Embrapa 

JC Net – IBGE teme falta de verbas para concluir censo agropecuário

Eco Debate – Por irregularidades na aplicação de agrotóxicos, fiscalização conjunta apreende sete aeronaves agrícolas em MS

Brasil Agro – Aviação agrícola brasileira tenta afastar imagem de atividade poluidora

Primeira Hora – Operações para o Censo Agropecuário 2017 começam em outubro

Nordeste Rural – Balanço de 2016 para o setor de defensivos agrícolas foi negativo

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.