PLANO VÊ 30 PRIORIDADES DO AGRONEGÓCIO

//PLANO VÊ 30 PRIORIDADES DO AGRONEGÓCIO
O governo está costurando um plano logístico exclusivo para o agronegócio. Conduzido pela Embrapa Territorial, o estudo arrola como prioritárias 30 obras de rodovias, ferrovias e hidrovias. O Valor Econômico enfatiza que 1,6 bilhão de toneladas de matérias-primas agropecuárias e derivados, além de insumos, são transportadas anualmente no país por estradas, trilhos e rios. Segundo o ministro interino da Agricultura, Eumar Novacki, o estudo abarca grandes projetos como o da Ferrogrão. “O plano ainda vai sugerir pequenas intervenções em obras já existentes que podem resolver demandas localizadas de transporte ou mesmo servir de alternativa logística para novas fronteiras ou regiões com tendência de desenvolvimento de atividade agropecuária”, frisa a reportagem.

Novos projetos na área de bem estar animal devem marcar 2018

A Coordenação de Boas Práticas e Bem Estar Animal do Mapa, vai expandir suas atividades com a contratação de profissionais, por intermédio de acordo com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura. Segundo o Mapa, para este mês, está prevista a publicação de edital de contratação de equipes para projetos na bovinocultura leiteira e de corte, e também na ovinocaprinocultura. No segundo semestre está prevista a abertura de dois novos editais para elaboração de material e treinamento em boas práticas no transporte e abate humanitário de equídeos e boas práticas na aquicultura e abate humanitário de peixes. E terão continuidade atividades de sensibilização e capacitação da mão de obra em parceria com Embrapa, Associação Brasileira de Criadores de Suínos e associações estaduais de criadores de suínos para boas práticas e bem-estar na suinocultura. “Em todas as ações de sensibilização e capacitação dos trabalhadores será reforçada a importância da prevenção e combate à resistência aos antimicrobianos e também o vínculo entre saúde humana, animal e ambiental”, destaca a publicação.

Ministério discute acordos para setor produtivo

O MMA criou na terça-feira grupos de trabalho para controle do desmatamento na cadeia produtiva da soja e no setor pecuarista. O MMA informa que os grupos têm o objetivo de propor ações de prevenção e contribuir para a execução dos planos de combate ao desmatamento na Amazônia e no Cerrado. As medidas são necessárias para o cumprimento das metas brasileiras dentro do Acordo de Paris sobre mudança do clima. “A estratégia é construir novas bases para acordos setoriais dentro da quarta fase do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia e do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e das Queimadas no Cerrado. Participam do grupo representantes de quatro secretarias do MMA, do Ibama e do ICMBio”, ressalta o texto.

Agronegócio amplia peso na balança, mas 2018 pode ser menos favorável

O excepcional ano de 2017 da agricultura e da pecuária refletiu na balança comercial brasileira. A produção de grãos foi recorde e a de carnes, apesar dos sérios problemas ocorridos no setor durante o primeiro semestre, permitiu um ritmo acelerado às vendas externas. De acordo com a Folha de S.Paulo, os dez principais produtos da agropecuária geraram receitas de US$ 77,4 bilhões no ano passado, 15% mais do que em 2016. Apenas esses produtos foram responsáveis por 36% das receitas totais do país com as exportações. O bom desempenho de 2017 poderá não se repetir em 2018. Um novo aumento de receitas terá de vir dos preços externos e não de volumes. “As primeiras estimativas de produção indicam recuo na safra brasileira neste ano. As perspectivas para os preços externos, devido à oferta crescente de alimentos, também não são de elevação. Qualquer interferência climática em uma das regiões produtoras, no entanto, muda completamente o cenário para o agronegócio”, diz a coluna.

NA IMPRENSA
Mapa – Novos projetos na área de bem estar animal devem marcar 2018

MMA – Ministério discute acordos para setor produtivo

Embrapa – Santa Catarina sediará o Fórum Mais Milho

Câmara dos Deputados – Projeto concede isenção de IPI para veículo comprado por produtor rural

Zero Hora – Campo Aberto: Feira de ovinos em Santana do Livramento não será realizada neste verão

Zero Hora – Campo Aberto: Entidades sindicais no campo enfrentam desafio de convencer o produtor a contribuir

Folha de S. Paulo – Na África do Sul, rinos têm chifres cortados para protegê-los da caça ilegal

Folha de S.Paulo – Vaivém das Commodities: Agronegócio amplia peso na balança, mas 2018 pode ser menos favorável

O Estado de S.Paulo – Privatizados, aeroportos devem ter de pagar IPTU

Valor Econômico – Transporte aéreo de passageiros e de cargas deve crescer 6,5% em 2018

Valor Econômico – Plano vê 30 prioridades do agronegócio

Valor Econômico – Governo costura plano para otimizar logística

Valor Econômico – Governo aceita parcerias com Embraer

Valor Econômico – Ibovespa opera com leve alta; Embraer segue no foco dos investidores

Valor Econômico – Homologada por Toffoli, 1ª delação da Carne Fraca implica Serraglio

Valor Econômico – Nigéria tem aval dos EUA para compra de 12 Super Tucanos da Embraer

Valor Econômico – American Airlines promete pagar US$ 130 milhões a empregados nos EUA

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.