MUNDO ESTÁ FICANDO SEM ANTIBIÓTICOS, ALERTA OMS

//MUNDO ESTÁ FICANDO SEM ANTIBIÓTICOS, ALERTA OMS
“O mundo está ficando sem antibióticos”. O alerta foi feito na terça-feira (19) pela Organização Mundial da Saúde que aponta para o número insuficiente de novos produtos sendo desenvolvidos e uma resistência cada vez maior aos remédios que estão no mercado. De acordo com o Estadão, em seu novo informe sobre o setor, a OMS alerta que a maioria dos produtos sendo desenvolvidos neste momento pelo setor farmacêutico representa somente uma modificação nos atuais antibióticos, com um impacto apenas de curto prazo. “No levantamento que considerou os produtos sendo pesquisados por diferentes multinacionais, poucos teriam o potencial de superar a resistência de infecções, cada vez mais presentes. Apenas a resistência aos antibióticos que tratam de tuberculose causa hoje a morte de 250 mil pessoas por ano. Além desse caso, a OMS já identificou outros doze casos em que a resistência a produtos no mercado já representa uma ameaça. No total, 51 novos antibióticos estão em diferentes etapas de avaliação e testes. Apenas no setor de tuberculose, a OMS alerta que somente dois novos produtos chegaram ao mercado nos últimos 70 anos. Para erradicar a doença, a entidade estima que precisa de mais de US$ 800 milhões por ano para trazer ao mercado novos produtos”, ressalta a reportagem.

Criação do Dezembro Vermelho entra na pauta do Plenário

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids é 1º de dezembro, mas o mês inteiro pode ser dedicado a atividades direcionadas ao combate do vírus HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). É o que prevê o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 60/2017, que ganhou na terça-feira (19) urgência para votação em Plenário. Conforme o Senado Federal, a proposta, de autoria da deputada Erika Kokay (PT-DF), foca na criação do “Dezembro Vermelho”, movimento dedicado à prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com o vírus da Aids. O texto entrará na ordem na quinta-feira (21), segundo anunciou o presidente do Senado, Eunício Oliveira, após aprovar requerimento de urgência do senador Lindbergh Farias (PT-RJ). “O PLC recomenda a iluminação de prédios públicos com a luz vermelha; a realização de palestras e atividades educativas; a veiculação de campanhas na mídia e a promoção de eventos para alertar a população sobre os riscos de se contrair essas doenças. A mobilização em torno do Dezembro Vermelho deverá se apoiar em parcerias entre o governo, entidades da sociedade civil e organismos internacionais, obedecendo às diretrizes traçadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para enfrentamento da Aids e DSTs”, afirma o texto.

Sociedade Brasileira de Pediatria lança guia para orientar sobre gênero

A Sociedade Brasileira de Pediatria preparou um manual para orientar os médicos da especialidade sobre como atuar nos casos de crianças com disforia de gênero – o descompasso entre o gênero biológico e a identidade. O Estadão destaca que um dos assuntos abordados pelo guia é a possibilidade de que crianças com essas características se submetam em casos específicos à suspensão do processo de puberdade. A estratégia, realizada em centros de pesquisa habilitados, permite que o adolescente ganhe tempo para avaliar sua identidade sexual, sem as pressões das transformações da puberdade. A prática vem sendo adotada em três centros de referência do País instalados em São Paulo, Campinas e Rio Grande do Sul. A supressão da puberdade é reversível. “Caso, durante o processo, o adolescente decida que deseja permanecer com sexo biológico, determina-se a suspensão do uso dos hormônios. No ambulatório da Medicina da USP atualmente cinco crianças realizam o bloqueio. Há ainda outras quatro que poderão iniciar o processo, quando a puberdade estiver mais próxima. A supressão da puberdade somente é indicada para casos em que o diagnóstico da disforia está feito ou prestes a ser concluído”, enfatiza a notícia.

CDH vai debater planos diretores municipais previstos no Estatuto da Pessoa com Deficiência

Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) promoverá audiência pública na quinta-feira (21) para discutir a adoção, pelas cidades, dos planos diretores municipais previstos no Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/2015). O Senado Federal publicou que a iniciativa é do senador Paulo Paim (PT-RS). O senador explica que, passados mais de dois anos da sanção do Estatuto, a maioria das cidades brasileiras ainda não estão preparadas para assegurar acessibilidade e segurança a pessoas com deficiência. Para debater a questão estarão presentes a auditora fiscal do Trabalho, responsável pelo Projeto de Inserção de Pessoas com Deficiência no Mercado de Trabalho da Secretaria de Inspeção do Trabalho/MTb, Fernanda Maria Pessoa Di Cavalcanti; o secretário nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marco Antônio Ferreira Pellegrini; além de representantes de associações de defesa dos direitos das pessoas com deficiência. A audiência está marcada para 14h, no Plenário 6 da Ala Nilo Coelho e será realizada em caráter interativo, com a possibilidade de participação popular.

SAÚDE NA IMPRENSA
ANS – ANS realiza 91ª reunião da Câmara de Saúde Suplementar

ANS – Diretor da ANS participa da 8ª Conseguro

Anvisa – Combate a drogas ilícitas sintéticas fica mais fácil

Anvisa – Anvisa finaliza reavaliação toxicológica do Paraquate

Fiocruz – Estudo associa segregação a hipertensão e diabetes

Inda – INCA lança cartilha sobre câncer de próstata

Tecpar – COLABORADORES DA ÁREA DE PRODUÇÃO DE VACINA ANTIRRÁBICA DO TECPAR PASSAM POR ATUALIZAÇÃO

Senado Federal – Eunício apoia derrubada de veto à Lei do Audiovisual

Senado Federal – Humberto Costa critica veto à prorrogação de incentivos previstos na Lei do Audiovisual

Senado Federal – Criação do Dezembro Vermelho entra na pauta do Plenário

Senado Federal – CDH vai debater planos diretores municipais previstos no Estatuto da Pessoa com Deficiência

Senado Federal – Elmano Férrer destaca importância do Setembro Amarelo

Senado Federal – Reguffe presta contas de emenda ao Orçamento em favor da saúde no DF

Senado Federal – Ana Amélia registra aprovação do Dia Nacional de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia

Senado Federal – CDH debate proposta para acelerar exames pelo SUS

Câmara dos Deputados – Custo alto de hemodiálise preocupa médicos e pacientes

Câmara dos Deputados – Cineastas e atores pedem derrubada de veto a incentivos ao audiovisual brasileiro

Diário Catarinense – Especialistas debatem judicialização da saúde em evento em Florianópolis

G1 – Anvisa proíbe comercialização de herbicida associado à doença de Parkinson

O Estado de S.Paulo – Mundo está ficando sem antibióticos, alerta OMS

O Estado de S.Paulo – Sociedade Brasileira de Pediatria lança guia para orientar sobre gênero

O Estado de S.Paulo – Pai relata processo difícil, mas ‘recompensador’

O Estado de S.Paulo – Até tinta vira arma contra o ‘Aedes’

Valor Econômico – Advent reduz participação no Fleury

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.