MPF PEDE QUE ‘PÍLULA DO CÂNCER’ SEJA RECONHECIDA COMO SUPLEMENTO ALIMENTAR E TENHA COMERCIALIZAÇÃO LIBERADA NO PAÍS

//MPF PEDE QUE ‘PÍLULA DO CÂNCER’ SEJA RECONHECIDA COMO SUPLEMENTO ALIMENTAR E TENHA COMERCIALIZAÇÃO LIBERADA NO PAÍS

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública, com pedido de liminar, para que a substância fosfoetanolamina sintética, popularmente conhecida como a “pílula do câncer”, seja reconhecida como suplemento alimentar e solicita que sua produção, comercialização ou mesmo importação sejam liberadas em todo o território nacional. É o que informa o G1. A 3ª Vara Federal de Uberlândia recebeu a liminar e intimou o Município de Uberlândia (MG), a Anvisa, a União Federal e o Estado de Minas Gerais para pronunciem sobre a ação. A União, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU), informou que apresentou manifestação no processo que, em síntese, defende que a Anvisa não está proibindo empresas de produzir e comercializar produtos à base de fosfoetanolamina, mas que a autarquia apenas exige que as mesmas cumpram os trâmites legais para regularização da substância como alimento. Já a Anvisa, também por meio da AGU, disse que irá apresentar manifestação no processo dentro do prazo legal. “A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou a reportagem que encaminhou a demanda para área responsável e que em breve retornará sobre o assunto”, destaca a matéria.

 

Sociedade de pediatria pede atenção redobrada para surto de pólio na Venezuela

 

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou nesta quarta-feira (13), uma nota pública alertando os médicos, a população e o governo brasileiro para a necessidade de atenção redobrada diante da detecção de um surto de pólio na Venezuela. Segundo o Estado de S.Paulo, no documento, a entidade orienta os pediatras a estarem atentos aos possíveis casos de paralisia flácida aguda, chamada de poliomielite, e para a importância de sua adequada investigação. Conforme a presidente da SBP, Luciana Rodrigues, a preocupação cresce pelo aumento do fluxo de refugiados venezuelanos pelas fronteiras brasileiras, em especial nos Estados brasileiros do Norte. Segundo ela, essa é uma situação que deve ser acompanhada de perto pelas autoridades, evitando-se o pânico, mas com a adoção de medidas eficazes para proteger a população brasileira. “No alerta, a SBP defende a importância de se reforçar a manutenção de elevadas e homogêneas coberturas vacinais para a poliomielite em nosso País, com o intuito de mantê-lo livre da pólio até que a erradicação global seja alcançada”, afirma a nota.

 

Dobra o número de casos de gripe em 2018; vacinação é prorrogada

 

O jornal O Globo destacou que os números de casos de gripe dobraram em relação ao ano passado. Apenas nos seis primeiros meses do ano foram registrados 2.715 casos e 446 óbitos pelo vírus influenza – H1N1, H3N2 e influenza B e subtipado A. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (13) pelo Ministério da Saúde. A coordenadora-geral do Programa Nacional de Imunizações, Carla Magda Domingues explicou as razões para esse aumento no número de casos. “Há uma sazonalidade. A população parece que só se vacina quando há casos da doença e de óbitos, quando a imprensa toca nesse assunto. As pessoas ficam despreocupadas. O sucesso do programa tem que ser sustentado, doenças que desapareceram podem voltar a surgir”. O ministério ampliou a campanha de vacinação do público-alvo, que agora será prorrogada até o dia 22 de junho. O presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Guimarães Junqueira, faz um apelo para a população alvo dessa campanha. “Se tivéssemos 200 milhões de doses, estaríamos fornecendo para toda a população. Mas não temos essa capacidade, então fornecemos doses apenas para esse grupo específico. Queria chamar a atenção dessas pessoas, pais e gestantes”.

 

Cerca de 24% das pessoas que tentam doar sangue no Hemocentro são impedidas

 

A anemia falciforme levou o coordenador-geral da Associação Brasiliense de Pessoas com Doença Falciforme (Abradfal), Elvis Magalhães, a precisar de transfusão sanguínea por 38 anos. Recebeu sangue a cada 40 dias durante sete anos. Hoje, aos 51 anos, não passa pelo procedimento, graças a um transplante de medula óssea. Mas, mesmo curado, participa de projetos e campanhas que incentivem a doação. Uma doação sanguínea pode ajudar até quatro pessoas. De acordo com o Correio Braziliense, para celebrar o ato, é comemorado em 14 de junho o Dia Mundial do Doador de Sangue. Em Brasília, o ponto de coleta vinculado à Secretaria de Saúde é a Fundação Hemocentro de Brasília (FHB). A maior parte das pessoas que precisa do procedimento tem câncer, é paciente de cirurgia de grande porte ou vítima de trauma, como ferido em acidente de trânsito. Para preservar a saúde do doador e garantir a qualidade do sangue coletado, o Hemocentro de Brasília segue uma série de requisitos definidos pelo Ministério da Saúde. Em 2017, algumas restrições impediram 24% dos candidatos de doar temporariamente. Entre os motivos mais comuns estava a anemia, causada pela deficiência de ferro no organismo. “Para identificar outros fatores que interferem na doação de sangue, o Hemocentro submete o pretenso doador a um questionário com 43 perguntas”, informa a notícia.

 

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Em alerta para baixa vacinação, Ministério da Saúde anuncia prorrogação de campanha nacional contra gripe 

 

Ministério da Saúde – Espera por cirurgias de cardiopatia congênita infantil cai 35%

 

Ministério da Saúde – Em alerta, campanha contra gripe é prorrogada

 

Ministério da Saúde – MS Implanta Excelência Operacional nas Emergências do SUS em Minas Gerais

 

Ministério da Saúde – MS Implanta Excelência Operacional nas Emergências do SUS em Santa Catarina

 

Ministério da Saúde – Em Rondônia, 29% do público ainda não vacinou contra gripe

 

Ministério da Saúde – MS Implanta Excelência Operacional nas Emergências do SUS em Goiás

 

Ministério da Saúde – MS Implanta Excelência Operacional nas Emergências do SUS em Tocantins

 

Ministério da Saúde – Em Tocantins, 12,9% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Em Roraima, 46,4% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Maranhão, 16,4% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Acre, 31,1% do público-alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Pará, 29,1% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Amapá, 98,7% do público alvo já tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Piauí, 17,3% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Ceará, 6,9% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Rio Grande do Norte, 16,8% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Na Paraíba, 12,8% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Em Pernambuco, 16,8% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Em Sergipe, 22% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Na Bahia, 21,3% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Minas Gerais, 15,1% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Espírito Santo, 12,4% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Em Alagoas, 11,7% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Em São Paulo, 31,4% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Paraná, 16,5% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Rio de Janeiro, 42,7% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Em Santa Catarina, 15,9% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Rio Grande do Sul, 22,2% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Mato Grosso, 16,6% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Mato Grosso do Sul, 18,3% do público alvo ainda não tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – Em Goiás, mais de 100% do público-alvo tomou a vacina da gripe

 

Ministério da Saúde – No Distrito Federal, 16,5% do público-alvo ainda não se vacinou contra a gripe

 

Tecpar – Tecpar participa da BIO International Convention, maior encontro de biotecnologia do mundo

 

Tecpar – Tecpar é apresentado a embaixador do Uruguai em reunião no Palácio Iguaçu

 

Fiocruz – Pernambuco recebe a exposição ‘Aedes: que mosquito é esse?’

 

Fiocruz – VideoSaúde comemora 30 anos com seminário

 

Fiocruz – Edição de junho do Boletim Eletrônico aborda toxoplasmose e elefantíase

 

Fiocruz – Fiocruz promove 1º Encontro Nordeste de Saúde da Família

 

Anvisa – Suplementos alimentares terão conjunto único de regras

 

Anvisa – Anvisa orienta sobre produção de colírio de soro autólogo

 

Anvisa – Acesse íntegra do processo sobre rotulagem nutricional

 

ALESP – Emenda para transporte de pacientes em Monte Mor

 

ALESP – CPI das OSS recebe o procurador-geral de Justiça

 

ALESP – Governador sanciona lei que cria o cargo de Técnicos em imobilizações Ortopédicas

 

Câmara dos Deputados – Deputados aprovam projeto que regulamenta profissão de psicomotricista

 

Câmara dos Deputados – Seguridade discutirá proposta que regulamenta a profissão de biotecnologista

 

Senado Federal – Serviços de assistência social terão identidade visual única

 

Senado Federal – Prioridade para correção de problema visual ou auditivo de aluno volta à Câmara

 

Estado de S.Paulo – Greve de caminhoneiros e dólar forte afetam dados de junho de laboratórios

 

Estado de S.Paulo – Ética e transplante de órgãos

 

Estado de S.Paulo – Antidepressivos são eficazes e seguros?

 

Estado de S.Paulo – Ministério estuda ampliar vacina contra gripe para pessoas a partir de 50 anos

 

Estado de S.Paulo – Sociedade de pediatria pede ‘atenção redobrada’ para surto de pólio na Venezuela

 

Estado de S.Paulo – Dobra nº de mortes de infecções por gripe; campanha de vacinação é prorrogada

 

Estado de S.Paulo – Deputados argentinos debatem legalização do aborto

 

Folha de S.Paulo – Do primeiro diagnóstico aos dias atuais, livro conta história do autismo

 

Folha de S.Paulo – Mesmo após decisão do STF, 90% das marcas de cigarros com sabor estão à venda

 

G1 – Brasil quer meta de 95% de vacinação contra paralisia infantil após caso na Venezuela

 

G1 – Ministério da Saúde prorroga mais uma vez a campanha de vacinação contra a gripe

 

G1 – Ministério da Saúde prorroga vacinação contra a gripe até o dia 22 de junho

 

G1 – MPF pede que ‘pílula do câncer’ seja reconhecida como suplemento alimentar e tenha comercialização liberada no país

 

G1 – Brasil quer meta de 95% de vacinação contra paralisia infantil após caso na Venezuela

 

O Globo – Dobra o número de casos de gripe em 2018; vacinação é prorrogada

 

Valor Econômico – Cade aprova negócio entre Procter & Gambler e Merck

 

Zero Hora – Cinco casos de sarampo são confirmados em Porto Alegre

 

Zero Hora – Justiça fixa teto de 5,72% para reajuste de planos de saúde

 

Zero Hora – Crioterapia: entenda a técnica usada por Ana Furtado para evitar queda de cabelo com quimioterapia

 

Correio Braziliense – Exame de sangue que detecta câncer chegará a laboratórios em poucos anos

 

Correio Braziliense – Cerca de 24% das pessoas que tentam doar sangue no Hemocentro são impedidas

 

Maxpress – Cicatrillux acelera o processo de cicatrização de feridas e machucados mesmo em pessoas diabéticas

 

______________________________________________________

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.