MINISTÉRIO DA SAÚDE VAI DISPONIBILIZAR SOFTWARE PARA CONTROLAR AÇÕES JUDICIAIS EM SAÚDE

//MINISTÉRIO DA SAÚDE VAI DISPONIBILIZAR SOFTWARE PARA CONTROLAR AÇÕES JUDICIAIS EM SAÚDE
Conforme notícia divulgada pelo Ministério da Saúde, será ofertado aos estados e municípios a plataforma web S-Codes, sistema que vai permitir traçar o panorama real da judicialização em todo o país. A medida é uma resposta ao crescimento de ações judiciais em saúde, diz a publicação. O S-Codes foi elaborado e implantado em 2005 pelo governo do Estado de São Paulo. Na quinta-feira (27), o Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde de São Paulo assinaram um termo de cessão, que vai disponibilizar a ferramenta à União. Na ocasião, também foi assinada uma resolução tripartite (governo federal, estados e municípios) para formalizar a distribuição da ferramenta para todo o país gratuitamente. “Com a plataforma, o Ministério pretende estabelecer cooperação entre os entes para avaliar, controlar, detectar fraudes, assegurar o cumprimento de decisões e otimizar a aquisição e dispensação de medicamentos. A necessidade da ferramenta foi apontada durante as reuniões realizadas pelo Grupo de Trabalho (GT) de Judicialização, coordenado pela Consultoria Jurídica do Ministério da Saúde, em parceria com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass)”, afirma trecho da publicação.

Fiocruz cria diagnóstico personalizado para o câncer

A Fundação Oswaldo Cruz, por meio do Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS/Fiocruz), informou em seu portal a criação de uma metodologia inovadora e inédita no mundo para o diagnóstico molecular no tratamento personalizado do câncer. Ao identificar, através de análises genéticas, o perfil molecular do tumor e do tecido saudável de cada indivíduo, poderá ser indicado o coquetel de medicamentos mais relevante para cada paciente, minimizando os efeitos colaterais. O projeto tem patente depositada e não existe concorrente no mercado para esse tipo específico de diagnóstico. O potencial da iniciativa foi reconhecido pelo edital Apoio ao Empreendedorismo e Formação de Start-ups em Saúde Humana do Estado do Rio de Janeiro, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), e ganhou o investimento inicial para que chegue à população. O método foi desenvolvido para ser aplicado a pacientes com qualquer tipo de câncer e está validado, ou seja, testado em linhagens celulares tumorais e não-tumorais com resultados de máxima eficiência para o câncer de mama, reiterou Tatiana Tilli, especialista do CDTS/Fiocruz.

Terapia experimental reverte câncer de próstata avançado

Um tratamento experimental para tumor de próstata avançado reverteu a doença em dois pacientes que já tinham metástases e haviam sido submetidos a todas as terapias, como cirurgia, radioterapia e quimioterapia e hormônios, sem sucesso. A revelação consta em artigo publicado no “Journal of Nuclear Medicine” e vem causando alvoroço entre os médicos porque a terapia teria potencial de mudar a forma de tratar não só o tumor de próstata como outros tipos. É o que informa o jornal Folha de S.Paulo, nesta sexta-feira (28). A pesquisa, porém, está em fase muito inicial e há um longo caminho a ser percorrido até que o tratamento possa eventualmente chegar à prática clínica. Desenvolvida por pesquisadores alemães, a terapia (225Actínio-PSMA-617) envolve a aplicação de um radioisótopo (substância radioativa) guiado por exame de imagem (PET-CT). O composto “explode” as células tumorais. “Ele vira uma nanobomba nuclear”, afirma o urologista Miguel Srougi, professor da USP e que acompanha a evolução do estudo. “A pesquisa alemã está usando essa estratégia para transportar um radioisótopo mais potente (actínio 225) até as células cancerosas e destrui-las. No artigo, os pesquisadores afirmam que a dose do composto usado no tratamento demonstra ser segura e eficaz e que o único efeito colateral verificado até o momento foi xerostomia”, enfatiza a reportagem.

Países com maior número de infectados se unem para combater a hepatite

“Eliminar a hepatite” foi o tema escolhido este ano para o Dia Internacional de Combate à Hepatite, uma iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS). E a agência das Nações Unidas aproveitou a data de hoje para mostrar que há um comprometimento cada vez maior dos governos com a ideia. De acordo com o jornal Correio Braziliense, dados globais mostram que 28 países — que representam aproximadamente 70% da carga global da doença — têm adotado medidas que podem ajudar a diminuir os altos índices de infecção. Segundo o levantamento, quase todos os 28 países estabeleceram comitês nacionais voltados à eliminação de hepatite — com planos e metas — e mais da metade alocou recursos financeiros para serem usados em ações voltadas ao extermínio da infecção. Segundo Gottfried Hirnschall, diretor do Departamento de HIV e do Programa Global de Hepatite da OMS, “na melhor das hipóteses”, uma em cada 10 pessoas que vivem com hepatite sabe que está infectada e, por isso, pode recorrer ao apoio clínico.

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Ministério da Saúde zera fila de pacientes graves de hepatite C

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde vai disponibilizar software para controlar ações judiciais em saúde

Ministério da Saúde – Ministro da Saúde anuncia novos recursos para Mato Grosso

Anvisa – Publicados critérios de validação de métodos analíticos

Anvisa – Furadeira doméstica em cirurgia é risco para paciente

Anvisa – Serviços de vacinação: 2.920 contribuições em todo país

Anvisa – Seminário mostra técnicas de esterilização a inspetores

Conitec – Conitec é finalista da 21ª edição do concurso Inovação no Setor Público

Fiocruz – Fiocruz cria diagnóstico personalizado para o câncer

Fiocruz – Pesquisadores identificam riscos para a saúde resultantes da seca no semiárido

Fiocruz – Sessões científicas com foco em estudos prospectivos têm início em agosto no CEE-Fiocruz

Fiocruz – Arboviroses: Fiocruz Paraná amplia capacidade de diagnóstico diferencial

Correio Braziliense – EUA: pesquisadores modificam genes de embrião humano pela primeira vez

Correio Braziliense – Alta ingestão de açúcar pode afetar saúde mental, diz estudo

Correio Braziliense – Estudo associa consumo frequente de álcool a menor risco de diabete

Correio Braziliense – Países com maior número de infectados se unem para combater a hepatite

O Globo – Juiz aprova transferência de bebê para morrer em centro especializado

Valor Econômico – Wall Street oscila com baixa de ações de saúde e tecnologia 

Folha de S.Paulo – Terapia experimental reverte câncer de próstata avançado

Piauí – O céu é o limite (Ricardo Barros)

G1 – Roraima é o único estado do Brasil com aumento no número de casos de dengue, zika e chikungunya

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.