EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO AUMENTARAM 18,5% EM AGOSTO

//EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO AUMENTARAM 18,5% EM AGOSTO

Puxadas por soja e carnes, que abocanharam quase metade dos embarques do setor, as receitas com exportação do agronegócio brasileiro registraram alta de 18,5% em agosto deste ano em relação ao mesmo mês de 2016, alcançando US$ 9 bilhões. Com o resultado, o setor representou 46,4% de todas as vendas externas feitas pelo Brasil no mesmo mês. Segundo o Valor Econômico, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex/Mdic), compilados pelo Ministério da Agricultura, as importações recuaram 4% em agosto, para US$ 1,2 bilhão, em comparação com o mesmo período de 2016. Com o resultado, o superávit setorial ficou em US$ 7,8 bilhões, 23,8% a mais que em agosto de 2016. Entre os itens mais exportados, destaque para o “complexo soja” (inclui grão, farelo e óleo), que geralmente lidera o ranking das exportações de produtos agrícolas do Brasil, cujas vendas externas totalizaram US$ 2,7 bilhões em agosto, resultado 28% superior que no mesmo intervalo de comparação. “Outros importantes itens exportados pelo setor agrícola em agosto foram: produtos florestais, cujas vendas externas cresceram 19%, para US$ 1 bilhão em relação a agosto de 2016; e as de milho, subiram 89,3%, para US$ 818 milhões. Entre os produtos mais exportados no ano até agosto, novo êxito para os embarques do “complexo soja”, que cresceram 15%, para US$ 25,7 bilhões, e para as de carne, que subiram 7,8%, para US$ 10,1 bilhões no mesmo intervalo”, destaca a reportagem.

Basf anuncia investimentos em capacitação para cooperativas agrícolas

A Basf anunciou uma nova estratégia de seu Programa Cooperar. Segundo a companhia, ele passará a investir também na capacitação das cooperativas, com treinamentos para ajudá-las no desenvolvimento sustentável dos seus negócios. Conforme o Valor Econômico, até então, o programa destinava-se apenas a fornecer soluções diferenciadas para a proteção de cultivos. A capacitação será customizada, conforme a necessidade de cada cooperativa, visando ganho de competitividade. O novo direcionamento do Programa Cooperar teve início em 2016, quando a equipe de acesso ao mercado da companhia, juntamente com as cooperativas agrícolas do Brasil, mapeou os desafios diários para expansão do modelo cooperativista no agronegócio. O levantamento destacou os principais pontos de melhoria. Entre eles estão a fidelização dos cooperados, sucessão de líderes e gestores, além de ferramentas de comercialização. “A maior proximidade permite que somemos forças para vencer os desafios do dia a dia e contribuir para a perenidade da cadeia cooperativista agropecuária”, disse Gustavo Bastos Alves, gerente de Acesso ao Mercado da empresa. “O setor, lembrou o executivo, apresentou um crescimento de 13% em relação ao período anterior”, ressalta o Valor.

Novo Código Brasileiro de Aeronáutica já pode ser votado em comissão especial

O relator do projeto que atualiza o Código Brasileiro de Aeronáutica (CBA), senador José Maranhão (PMDB-PB), concluiu na quarta-feira (13) a leitura de seu relatório. Logo após, o vice-presidente da comissão especial que analisa o tema, Pedro Chaves (PSC-MS), concedeu vista coletiva. A data da votação ainda não foi definida. A proposta está contida no Projeto de Lei do Senado (PLS) 258/2016, e José Maranhão apresentou mudanças que resultaram num substitutivo. De acordo com o portal do Senado Federal, o texto, com 372 artigos, trata de assuntos diversos, que vão de infraestrutura da aviação a direitos do consumidor e responsabilidade civil. Foram recebidas 350 emendas. O PLS 258 trata também do contrato de transporte e os consequentes direitos e deveres de passageiros e empresas. “O relator manteve as mudanças aprovadas recentemente pela Agência de Aviação Civil (Anac), acabando com a franquia obrigatória de bagagem despachada em voos nacionais e internacionais. O relator concordou com a posição atual da ANAC e recusou emendas alterando a regra”, diz o texto.

Em convenção da Abras, ministro destaca importância da agropecuária no controle da inflação

Quanto maior a produção e produtividade agrícola do Brasil, mais os preços caem, o que beneficia o setor supermercadista e, consequentemente, o consumidor, disse o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) durante entrevista logo após participar do 51ª Convenção da Abras (Associação Brasileira de Supermercados), em São Paulo. A estabilidade das cotações dos alimentos, acrescentou, contribui para o controle da inflação, o que tem reflexos positivos no setor supermercadista. O ministro destacou ainda a relação do Ministério da Agricultura com a cadeia varejista e com os consumidores. Maggi também cumprimentou a Abras pelo lançamento da campanha sobre segurança alimentar com a garantia do Mapa. O portal do Mapa destaca que em seu discurso no evento, Maggi apresentou números sobre a ocupação de área pela agropecuária brasileira. “Apenas 8% do território do país são destinados à agricultura e a pecuária ocupa 23%. O Brasil preserva, de forma natural, 71% de sua área. Do total, os produtores rurais são responsáveis por 11% da preservação, sem receber um centavo sequer.” “Ninguém no mundo tem a agricultura sustentável como nós temos”, enfatizou Maggi.

NA IMPRENSA

Mapa – Em convenção da Abras, ministro destaca importância da agropecuária no controle da inflação

Mapa – Maggi fará gestão para reduzir custo de energia a produtores de arroz irrigado

MMA – Bacia do São Francisco é tema de oficinas

MMA – Desertificação: país adere a programa mundial

MMA – Ecoturismo será permitido em Alcatrazes

MMA – Congresso de Agroecologia movimenta o DF

Embrapa – Boas práticas no uso de FBN pode garantir o sucesso da lavoura de soja

Embrapa – Emater e Embrapa lançam resultados sobre manejo de pragas e doenças no Paraná

Embrapa – Troca-troca de sementes crioulas celebra a biodiversidade

Ibama – Ibama combate incêndios em áreas protegidas nas regiões Norte e Nordeste

Câmara dos Deputados – Comissão discute aprimoramento do Sistema de Defesa Agropecuária

Senado Federal – Novo Código Brasileiro de Aeronáutica já pode ser votado em comissão especial

Câmara dos Deputados – Ministro dos Transportes defende concessões e nega privatização da Infraero

Câmara dos Deputados – Entidades criticam condições para parcelamento de impostos na MP do Funrural

Senado Federal – Cidinho Santos comemora promulgação de decreto que veda cobrança retroativa do Funrural

G1 – Abate de bovinos e frangos recua no 2º trimestre em relação a 2016

Valor Econômico – Basf anuncia investimentos em capacitação para cooperativas agrícolas

Valor Econômico – Abic cria aplicativo para consumidor verificar pureza do café

Valor Econômico – Exportações do agronegócio brasileiro aumentaram 18,5% em agosto

Valor Econômico – Massa falida do frigorífico São Mateus vai a leilão em outubro

Valor Econômico – Senado aprova projeto que facilita renegociar dívidas de crédito rural

Valor Econômico – Empresa montou posição de US$ 2,8 bi, diz PF

Valor Econômico – Commodities Agrícolas

Valor Econômico – Exportação do campo subiu 18,5

Valor Econômico – Strategie eleva estimativa para produção de grãos na Europa em 2017/18

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.