EMBRAER NEGOCIA COM PORTUGAL A PRIMEIRA EXPORTAÇÃO DO CARGUEIRO KC-390

//EMBRAER NEGOCIA COM PORTUGAL A PRIMEIRA EXPORTAÇÃO DO CARGUEIRO KC-390
O governo de Portugal autorizou a negociação para a compra de cinco cargueiros KC-390, da Embraer. Se concretizado, o negócio será a primeira venda no exterior do avião, principal aposta da divisão de defesa da fabricante brasileira. O jornal Folha de S.Paulo noticiou que a decisão ocorreu na última semana e não é comentada pela Embraer. O valor total não é divulgado, até porque cada negócio tem sua particularidade de financiamento e configuração da aeronave — no mercado, estima-se que o KC possa custar em torno de US$ 80 milhões. Parte da fuselagem e das asas do avião são produzidas em Portugal pela OGMA, empresa controlada pela Embraer. “O negócio português é especialmente estratégico para a Embraer porque o país é integrante da Otan, a aliança militar ocidental e reduto de material bélico americano e europeu. A Embraer mira um mercado gigante, de 728 aeronaves potenciais a serem substituídas até 2025”, ressalta a notícia.

Coreana faz oferta de US$ 214 milhões por empresa brasileira de soja

A empresa pesqueira chilena Corpesca está em negociações avançadas para vender o controle de sua unidade brasileira de soja Selecta para a coreana CJ Cheil Jedang (CJ). É o que informa o jornal Valor Econômico. Segundo comunicado enviado pela chilena à Superintendência de Valores e Seguros (SVS) – equivalente chilena à brasileira Comissão de Valores Mobiliários (CVM) -, a empresa coreana fez uma oferta de compra de 60% da Selecta por US$ 214 milhões. O valor está sujeito a ajustes até o encerramento da negociação, porque considera a dívida líquida e o capital de giro líquido da Selecta. Após a transação, a Corpesca manteria 10% da participação acionária, com opção de venda dessa fatia à própria CJ após dois anos do encerramento da venda do controle e por um valor preestabelecido. “Após a assinatura de acordo entre as partes, a negociação ainda estará sujeita a aprovações contratuais e a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A sede da Selecta está localizada em Goiânia”, informa o texto.

Brasil no mapa de empreendedor canadense

O canadense Murad Al-Katib, eleito Empreendedor Mundial de 2017 em evento da consultoria EY realizado no sábado (10), em Mônaco, alimenta um plano: estimular a produção de feijão e lentilha também no Brasil e Argentina para exportar ao resto do mundo. O plano de Murad começou a se concretizar em 2003, quando ele conseguiu convencer agricultores canadenses a substituir culturas tradicionais como trigo e oleaginosas por lentilha, ervilha, grão de bico e feijão.  Conforme entrevista feita com Murad em Mônaco, o Canadá tornou-se o maior produtor de lentilhas do mundo, visando o mercado externo. Só a AGT exporta 23% do produto comercializado no mundo. Também exporta a maior parte de sua produção de ervilhas para Índia e China. Ao jornal Valor Econômico, Murad Al-Katib comentou que a América do Sul está no radar. “Não dá para ignorar o potencial do Brasil e da Argentina, tanto pelo consumo interno como pela força de exportação”, disse. “As estimativas são de que a Índia precisará importar cerca de 30 milhões de toneladas de lentilhas por ano em 2030 para atender a sua demanda interna. Em comparação, o Brasil exporta 63 milhões de toneladas de soja, o carro-chefe do agronegócio do país”, completa a entrevista.

“Sem abelha, sem alimentos”, diz pesquisador do Inpa em palestra

Durante a Semana do Meio Ambiente do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), foi realizada a palestra a “Importância dos insetos na polinização das plantas”, pelo pesquisador do Inpa, Marcio Luiz de Oliveira. De acordo com o site Amazônia, segundo Oliveira, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) está preocupada “de que no futuro não haja oferta de alimentos ou que exista em quantidade insuficiente por conta do desaparecimento das abelhas, que além da produção de mel, prestam um importante serviço ambiental com a reprodução e manutenção das plantas e do equilíbrio da biodiversidade”. “Para entender melhor o desaparecimento e a morte massiva de abelhas melíferas (Apis mellifera), especialmente nos Estados Unidos e Europa, a FAO criou vários programas para tentar descobrir as causas do desaparecimento desses agentes polinizadores, e para proteger as abelhas e suas áreas de ocorrência. Até mesmo a NASA, agência espacial americana, anda investigando a questão. Os estudos ainda não foram concluídos. Mas é provável que haja uma combinação de fatores para o desaparecimento das abelhas, como agentes patógenos – entre eles o vírus da asa deformada (DWV, na sigla em inglês), queimadas, desmatamento, aquecimento global e o uso de defensivos agrícolas para combater pragas nas lavouras”, diz trecho da notícia, relatando a apresentação do pesquisador.

NA IMPRENSA 
Mapa – Rio Grande do Norte também lança seu Plano Agro+

Mapa – Novacki anuncia repasse de recursos para Petrolina nesta terça-feira (13) 

Mapa – Comércio internacional de sementes e mudas é tema de reunião no RS na quarta (14) 

MMA – Inscrições abertas para o Prêmio A3P

Senado Federal – Em sessão temática, especialistas pedem revisão dos compromissos da Rio 92

Folha de S.Paulo – Vaivém das Comodities – Apetite chinês impede queda maior da soja; Brasil lidera exportações

Folha de S.Paulo – Embraer negocia com Portugal a 1ª exportação do cargueiro KC-390

Valor Econômico – Brasil no mapa de empreendedor canadense 

Valor Econômico – Arroz e feijão resistem às mudanças de consumo 

Valor Econômico – Coreana CJ Cheil Jedang faz oferta por empresa brasileira de soja 

Valor Econômico – Tereos Internacional lucrou R$ 191 milhões no exercício 2016/17 

Zero Hora – Excesso de chuva provoca perda da safrinha de soja

Zero Hora – Carlos Cogo: Planos Safra – apoio ou dor de cabeça?

Jornal do Garcia – Representantes do agronegócio debatem sustentabilidade e inovação na Emater/RS-Ascar

Capital News – Investimentos em tecnologia garantem rentabilidade ao produtor de algodão

Agronline – Manejo Integrado de Doenças de Plantas

Amazônia – “Sem abelha, sem alimentos”, diz pesquisador do Inpa em palestra na Semana do Meio Ambiente

Portal DBO – Investimentos em tecnologia garantem rentabilidade do algodão

Maxpress – Instrutherm destaca aparelhos de medição portáteis na Hortitec 2017

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.