ATAQUES E PRESSÕES NÃO INIBIRÃO A FISCALIZAÇÃO, DIZ PRESIDENTE DO IBAMA

//ATAQUES E PRESSÕES NÃO INIBIRÃO A FISCALIZAÇÃO, DIZ PRESIDENTE DO IBAMA

“Ataques a veículos e prédios do Ibama na Amazônia Legal, aliados a pressões políticas, não conseguirão parar as operações de fiscalização”, afirma a presidente do Ibama, Suely Araújo. “Os ataques são um teste para saber até onde eu consigo ir com a força da ilegalidade. Acho fundamental que o Estado mostre que o Brasil é terra com lei, que o Brasil não aceita essa postura e reage a isso.” A Amazônia tem vivido uma escalada de violência contra o Ibama nos últimos meses, com pelo menos três ataques incendiários. Foram queimados uma carreta com oito camionetes do órgão ambiental na rodovia BR-163 (MT) em julho; prédio e carros em Humaitá (AM), em outubro, o que forçou a retirada em fuga de 12 servidores, e uma camionete em Colniza (MT) no último dia 8. Em entrevista à Folha de S.Paulo, concedida na sede do Ibama, em Brasília, Suely Araújo respondeu de onde partiram os ataques ao Ibama e qual o objetivo, e ela respondeu: “Na Amazônia. Assumimos a Amazônia como área prioritária porque sabemos que os órgãos estaduais têm dificuldades de controle e porque o Brasil tem compromissos internacionais diretamente relacionados com a manutenção do controle do desflorestamento da Amazônia. O nível de irregularidades é alto, principalmente em extração ilegal de madeira e garimpo ilegal. Há garimpos gigantes. Desde outubro ou novembro de 2016 acho que se reforçou essa imagem do órgão: ‘É o fiscal do Ibama que vem aqui atrapalhar essas atividades’. Que, na verdade, são crimes”, ressalta Suely à Folha.

Concessões Aeroportuárias: o desafio de Temer

O governo de Michel Temer editou em 24 de outubro o Decreto 9.180/17, pelo qual são incluídos no Programa Nacional de Desestatização os aeroportos federais que irão protagonizar a próxima rodada de concessões aeroportuárias. De acordo com o repórter, Fausto Macedo, de O Estadão, este novo bloco, maior que as últimas quatro rodadas em conjunto, possui 13 aeroportos hoje administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), distribuídos em três eixos regionais e tendo como destaque os de Vitória, Recife e Macaé. O decreto segue a recomendação do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), publicada em 23 de agosto, porém com a ausência de Congonhas, considerado a “joia da coroa” da Infraero. Com dez aeroportos concedidos desde 2011, o presidente Temer planeja assim uma ousada expansão no programa de concessão aeroportuária, de modo a terminar seu mandato em 2018 com 23 aeroportos sob administração da iniciativa privada. No entanto, o Planalto terá um apertado cronograma para realizar seu objetivo, visto que no último certame, no qual foram concedidos quatro aeroportos (Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre), houve um intervalo de 21 meses entre o chamamento público de estudos e o leilão para a concessão.

Cade aprova compra de parte da Agrícola Alvorada pela Bunge

Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a compra de uma participação minoritária da Agrícola   Alvorada, empresa de revenda de grãos e produtos agrícolas, pela Bunge Brasil. A fatia adquirida pela multinacional americana e o valor da transação não foram divulgados. Segundo o Valor Econômico, a decisão foi publicada no Diário Oficial da União. A Agrícola Alvorada, com sede em Primavera do Leste (MT), conta com oito filiais em cinco municípios de Mato Grosso. A empresa, fundada em 2002, tem armazenagem própria e, em 2006, entrou na atividade de revenda de insumos agrícolas – hoje, comercializa defensivos da Basf e da Rotam, sementes da Monsanto e fertilizantes. Desde 2008, a Agrícola Alvorada trabalha com beneficiamento de sementes para comercialização de painço, capim sudão, milheto, sorgo e outros, bem como na segregação de soja e milho convencional. Em parecer, o Cade pontuou que a participação da Bunge na área de armazenagem é “serviço cativo intragrupo sendo que, em 2016, apenas uma parcela mínima da capacidade de armazenamento dos silos da Bunge foi dedicada à armazenagem de grãos de terceiros”. “Sobre a comercialização de grãos, o parecer destacou que o mercado é pulverizado e a participação conjunta das requerentes, após a operação, ficará entre 10% e 20% no mercado de comercialização de soja e entre 0% e 10% no mercado de milho”, diz a reportagem.

Kepler Weber registrou prejuízo de R$ 3,8 milhões no 3º trimestre

A gaúcha Kepler Weber, fabricante de silos e armazéns de grãos, registrou prejuízo líquido de R$ 3,8 milhões no terceiro trimestre deste ano, ante lucro líquido de R$ 2,3 milhões no mesmo período de 2016. O Valor Econômico destaca que de janeiro a setembro, a companhia acumulou prejuízo líquido de R$ 14,9 milhões, 36,7% maior que a perda observada em igual intervalo de 2016. A receita líquida do trimestre somou R$ 161,8 milhões, alta de 33,8% na comparação com o mesmo período de 2016. Até setembro, a receita líquida alcançou R$ 404 milhões, alta de 24,3%. O resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização Ebitda ficou negativo em R$ 500 mil no trimestre passado, após resultado positivo de R$ 7,8 milhões do mesmo trimestre de 2016. “No dia 14 deste mês, a americana AGCO, uma das maiores fabricantes de máquinas agrícolas do mundo, anunciou ter desistido de comprar a participação de 34,93% do capital social da Kepler. A negociação, anunciada em fevereiro, previa que a fatia seria adquirida por R$ 578,9 milhões (US$ 185 milhões). Dos 34,93% que a AGCO pretendia adquirir, 17,45% são de titularidade do Banco de Investimento, subsidiária integral do Banco do Brasil, e 17,48% da Previ, caixa de previdência dos funcionários do Banco do Brasil”, afirma o texto.

NA IMPRENSA

 

Mapa – Projeto aprovado na CAE disciplina repasse de recursos para defesa agropecuária

MMA – Fórum debate gestão integrada de resíduos

MMA – Aberta consulta sobre Fundo Verde do Clima

MMA – Ação coordenada combaterá desmatamento

MMA – Avança revitalização do rio São Francisco

MMA – Ministro defende política de resíduos sólidos

Embrapa – Feijão e algodão são hospedeiros do nematoide causador da Soja Louca II

Embrapa – Portal reúne informações sobre cadeia produtiva do pescado

Embrapa – Cientistas extraem fibras nanométricas da celulose-base para novos materiais

Embrapa – Identificada a primeira ocorrência de ferrugem da soja na safra 2017/18

Ibama – Amazônia Protege: MPF, Ibama e ICMBio propõem ações civis públicas para punir responsáveis por desmatamentos ilegais

Folha de S.Paulo – Ataques e pressões não vão inibir a fiscalização, diz presidente do Ibama

O Estado de S.Paulo – Fausto Macedo – Concessões Aeroportuárias: o desafio de Temer

Valor Econômico – Kepler Weber registrou prejuízo de R$ 3,8 milhões no 3º trimestre 

Valor Econômico – Cade aprova compra de parte da Agrícola Alvorada pela Bunge 

Valor Econômico – Ibama deflagra nova operação contra aplicação irregular de agrotóxicos 

Valor Econômico – SP registra 1º caso de soja com ferrugem asiática em 2017/18 

Valor Econômico – Escritório de meteorologia da Austrália vê 70% de chance de La Niña 

Valor Econômico – Após embargo russo, ABPA defende padrões de qualidade da suinocultura 

Valor Econômico – Justiça determina que Raízen terá que reintegrar 250 trabalhadores

Valor Econômico – Maia promete pautar urgência para PL do RenovaBio

Valor Econômico – Câmara aprova novos royalties da mineração; minério de ferro será 3,5% 

Valor Econômico – Queda da oferta de milho pode superar expectativas

Valor Econômico – Yara não descarta compra de ativos da Petrobras no país 

Valor Econômico – Apesar de embargos, Rússia depende de carnes do Brasil

Zero Hora – Plantio de milho chega à reta final e soja ultrapassa 40% no RS

Portal do Agronegócio – Atraso da soja pode interferir na área do milho safrinha

Portal do Agronegócio – Vendas ruins e queda no preço do leite longa vida no atacado

Notícias Agrícolas – Cientistas desenvolvem plástico do caroço de manga por meio de nanotecnologia

Notícias Agrícolas – Exportação de café de Uganda pode atingir 4,81 milhões de sacas em 2017/18

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.