CMN REVÊ PARTE DAS TRAVAS PARA ACESSO A CRÉDITO RURAL

//CMN REVÊ PARTE DAS TRAVAS PARA ACESSO A CRÉDITO RURAL

Após pressão do setor produtivo, o Conselho Monetário Nacional (CMN) revisou, na segunda-feira (28), parte das regras do Plano Safra 2017/18 que visavam limitar o acesso a crédito rural a juros controlados, como antecipou o Valor PRO, serviço de informações em tempo real do jornal Valor Econômico. Dentre as principais mudanças, o CMN revisou travas inicialmente impostas a cooperativas. O colegiado aumentou de R$ 600 milhões para R$ 800 milhões o teto de financiamentos a juros controlados por CNPJ para a atual temporada. Até 2016/17, não havia limite. Inicialmente, a ideia era reduzir o teto para até R$ 400 milhões em 2019/20. “O CMN também não deve mais exigir que as cooperativas entreguem todos os meses ao BC uma lista prévia contendo os nomes de todos os cooperados beneficiados com financiamentos destinados à aquisição de insumos. Por outro lado, o CMN reduziu de um ano para seis meses o prazo para que as cooperativas comprovem aos bancos a necessidade de reutilizar recursos de financiamentos a juros controlados para novas compras de insumos destinados aos associados. O CMN também eliminou o percentual mínimo obrigatório (exigibilidade) que previa que os bancos deveriam direcionar de 20% a 25% de crédito de custeio a juros controlados para cooperativas”, enfatiza parte da reportagem.

Três novas cultivares de algodão da Embrapa e Fundação Bahia serão destaque no CBA

As três cultivares transgênicas de algodão BRS B2RF, recém-lançadas pela Embrapa em parceria com a Fundação Bahia, serão apresentadas no 11º Congresso Brasileiro do Algodão, realizado pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) de 29 de agosto e 1° de setembro, no Centro de Convenções de Maceió (AL). De acordo com o portal da Embrapa, as novas cultivares BRS 430 B2RF, BRS 432 B2RF e BRS 433 FL B2RF apresentam alta produtividade, estabilidade de produção, fibra de qualidade superior, além de resistência às principais lagartas que atacam o algodoeiro e ao herbicida glifosato. “As cultivares estarão disponíveis aos cotonicultores na safra de algodão 2017/2018. As cultivares têm a tecnologia Bollgard II Roundup Ready Flex (B2RF, da Monsanto), que conferem a resistência ao glifosato e a lagartas. As BRS 432 B2RF e BRS 430 B2RF destacam-se pelo elevado potencial produtivo. A produtividade média é superior a 4.500 quilos (300 arrobas) de algodão em caroço por hectare e a produtividade máxima pode ultrapassar seis mil quilos (400 arrobas) de algodão em caroço por hectare. A nova cultivar pode ajudar a suprir a demanda interna por fibra longa”, diz a publicação.

Selic deve alcançar sua mínima com atividade ainda morna

O caminho da Selic na direção de revisitar e possivelmente renovar mínimas históricas nos próximos meses não deve ser atrapalhado pela leitura de que a atividade econômica dá sinais de retomada. Prova disso é que, mesmo depois dos mais recentes indicadores mostrarem recuperação, analistas baixaram a estimativa para a taxa básica de juros ao término deste ano, que nas contas do mercado deve fechar dezembro na mesma mínima recorde de 7,25% que vigorou entre outubro de 2012 e abril de 2013. O jornal Valor Econômico destaca que de forma geral, a percepção é que a atividade está longe de revelar força suficiente a ponto de gerar pressões inflacionárias. Segundo a pesquisa Focus divulgada na segunda-feira (28), o IPCA estimado para este ano recuou de 3,51% na semana anterior para 3,45% ao fim da última semana. Para 12 meses, a taxa prevista caiu de 4,43% para 4,30%. E os prognósticos para o índice de agosto e setembro também cederam. Ao mesmo tempo, os cálculos para a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de 2017 melhoraram ligeiramente, saindo de crescimento de 0,34% para expansão de 0,39%. Para 2018, porém, a taxa se manteve em 2%. “Pesquisa do Valor Data indica que o consumo das famílias ajudou a economia a evitar queda sobre os três meses anteriores, com o PIB devendo mostrar variação zero nessa base de comparação. Contudo, os investimentos continuam deprimidos”, destaca o Valor.

Aquisição de arma de fogo para moradores de zona rural será analisada pela CCJ

A violência no campo levou o senador Wilder Moraes (PP-GO) a apresentar um projeto autorizando a aquisição de arma de fogo para moradores de áreas rurais. Conforme publicou o Senado Federal em seu portal, o PLS 224/2017 é um dos 40 itens da pauta da próxima reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) marcada para quarta-feira (30). O relator Sérgio Petecão é favorável à ideia e lembrou que quem vive em sítios e fazendas, em geral, está afastado dos centros urbanos e, consequentemente, da abrangência de rotas de policiamento. Isso faz com que as famílias fiquem à mercê de  criminosos e sem de meios de defesa, na opinião dele. “O PLS 224/2017 altera o Estatuto do Desarmamento e vai ser votado de forma terminativa na CCJ, ou seja, pode ir direto para a Câmara dos Deputados sem passar pelo Plenário do Senado. Outro projeto que pode ir direto para a Câmara é o PLS 358/2015, do senador Raimundo Lira (PMDB-PB), que altera o Código Penal para aumentar a pena de que usa criança ou adolescente para a prática de crimes. A proposta também modifica a Lei dos Crimes Hediondos (Lei nº 8.072/1990) para enquadrar aí o crime que envolva a cooptação de menores de idade por adultos para sua prática”, afirma o texto.

NA IMPRENSA

Mapa – Maggi vai à reunião do Conselho de Agropecuária do Sul e ao Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura

MMA – Ibama embarga 180 hectares na Caatinga

MMA – Programa do ICMBio recebe homenagem

Abrapa – Começa nesta terça-feira (29) o 11° Congresso Brasileiro do Algodão, em Maceió

Embrapa – Três novas cultivares de algodão da Embrapa e Fundação Bahia serão destaque no CBA

Embrapa – Lançada cultivar de azevém e duas publicações na 40ª Expointer

Embrapa – Embrapa Agroenergia expõe trabalhos em Encontro aberto ao público

Embrapa – Repositórios de acesso aberto da Embrapa ganham novas versões e funcionalidades

Embrapa – Dia de campo divulga tecnologias para aumentar área com ILPF na Paraíba

Câmara dos Deputados – Comissão fixa sanções para desordem de passageiros durante voo

Câmara dos Deputados – Meio Ambiente aprova regras para uso de animais no serviço público

Câmara dos Deputados – Comissão vai discutir problemas no setor de carcinicultura

Câmara dos Deputados – Defesa do Consumidor debate impactos na saúde do uso de agrotóxicos

Senado Federal – Aquisição de arma de fogo para moradores de zona rural será analisada pela CCJ

Folha de S.Paulo – CMN apresenta regras para de central de garantias e crédito rural

G1 – Governo eleva para R$ 800 milhões teto de crédito para cooperativas na safra 2017/2018

Valor Econômico – Selic deve alcançar sua mínima com atividade ainda morna

Valor Econômico – Biogénesis Bagó reforça investimentos no Brasil

Valor Econômico – CMN revê parte das travas para acesso a crédito rural

Valor Econômico – Vendas de etanol deverão crescer até o fim da safra

Valor Econômico – Commodities Agrícolas

Valor Econômico – Levy defende uma nova economia florestal

Zero Hora – Sergio De Zen e Mariana Crespolini: preço da carne gaúcha na contramão do Brasil

Zero Hora – Queda no consumo de arroz pressiona preço, e produtores gaúchos reduzem área de plantio

Zero Hora – Procura por carne “gourmet” está em alta no Brasil, apontam representantes de raças

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.